Sumac ou Sumagre

7 fev

Segundo o Brasserie Victória :

SUMMAC (RHUS CORIORIA):  Pó vermelho e ácido extraído das frutas da planta sumagre. Acelga recheada e tabule são alguns dos pratos preparados com este tempero.  Sumak (Rhus corioria)Também conhecido como sumac ou sumagre, este pó tem gosto ácido de fruta silvestre. Vem das folhas vermelhas de um arbusto que cresce nas montanhas do Líbano. Enquanto no Ocidente é considerada apenas ornamental, os cozinheiros do Oriente Médio usam muito as espigas que a planta produz. Por ser amarga, foi usada pelos romanos antes de os limões terem chegado à Europa. É usada para temperar saladas e pastas, só para pratos frios por ter o gosto parecido com o do limão. Misturada com iogurte e ervas, tem um sabor leve e refrescante. Se misturada com azeite, pode servido com pão como aperitivo. É um dos ingredientes do zahtar.

Esse pozinho vermelho tem um aroma muito diferente, alguns acham que parece cheiro de fruta silvestre, eu particularmente sinto cheiro de terra, de natureza.  Um tempero pouco conhecido por estas bandas, e por mim também… Ganhei do meu pai um saquinho que ainda aguarda para ser usado… acho que agora vai.  

A plantinha é muito linda, e pode ser usada em espiga ou o tempero moído, que é como tenho na prateleira (shame on me…). 

 Sumac plant

ground sumac 

Mais informações: em inglês The Epicentre

Fotos: In my Kitchen , Woodland and Praire Plants

Receitas: em inglês Strat´s Place

About these ads

9 Respostas para “Sumac ou Sumagre”

  1. Dadivosa fevereiro 8, 2007 às 7:32 pm #

    Verena, seu blog é um espetáculo! Gostei imenso da maneira como você descreveu o Sumac. Sempre vejo esse temperinho em empórios árabes, mas acabo levando outras coisas por não saber como usá-lo. A Fer outro dia fez uma salada apetitosíssima com ele e agora, com seu post, fico ainda mais tentada a experimentar.

    Vou incluir o “Mangia…” nas minhas leituras diárias, ok?

    beijos

  2. tiago setembro 28, 2007 às 10:35 pm #

    Verena, seu blog é um espetáculo! Gostei imenso da maneira como você descreveu o Sumac. Sempre vejo esse temperinho em empórios árabes, mas acabo levando outras coisas por não saber como usá-lo. A Fer outro dia fez uma salada apetitosíssima com ele e agora, com seu post, fico ainda mais tentada a experimentar.

    Vou incluir o “Mangia…” nas minhas leituras diárias, ok?

    beijos

  3. jura março 18, 2010 às 7:23 am #

    Vim aqui e adorei, estava procurando saber sobre o tempero Sumac, e inclui as receitas do seu blog.

    Ju

  4. @ Dis-cursos março 18, 2010 às 7:26 am #

    Vou linkar no meu blog.

    bjs

  5. Rodolpho setembro 12, 2010 às 11:11 pm #

    Moro em Montreal e estava a procura de algo parecido com colorau/urucum que não tenho aqui, e hoje no mercado achei Sumac – comprei e nem sabia como utilizar, mas agora vejo que há várias possibilidades. Irei tentar como substituto do urucum/colorau para “dar uma corzinha” no meu frango, pois não posso utilizar tomate/pasta de tomate. Depois lhes conto se deu certo (torçam por mim! [risos]).

  6. Augusto T. janeiro 9, 2011 às 1:26 am #

    Olá, dei uma passada rápida pelo site, e gostei. Só queria chamar a atenção para um equívoco freqüentemente cometido por brasileiros, quando se fala que algo é ‘amargo’ e em seguida se diz ‘ácido’. Bem, ácido, ou azedo, tem aquele sabor picante do vinagre, limão, etc; já amargo é outro paladar, tipo ‘pó de café cru’, ‘melhoral dissolvido na boca’ (rsrsrrsrsrs), ou mesmo café preto sem açúcar. Apenas porque às vezes a gente le um só, sem a referencia do outro, e fica sem saber direito como é, ok?

  7. Clovis Pacheco F. fevereiro 18, 2011 às 12:32 pm #

    Querida Verena, eu também uso o sumak ou sumagre para temperar carne vermelha ou frango, além de colocá-lo sobre o homus bi tahine. É um excelente tempero para a salada de chancliche, porque nela não se usa limão, que dissolveria a massa granulosa do chancliche. Mas uso esse tempero também nas saladas em que entra o limão, deixando apenas o pó alguns minutos, antes de colocar o sal, a pimenta do reino ou o bahar, o limão e o azeite.

    O que atrapalha esse tempero é a tendência que tem para ficar úmido, dificultando sua colocação em saleiros, para pulverizar. Experimentei colocar grãos de arroz junto, como se faz com o sal, e não deu grande resultado, entupindo os orifícios do crivo do mesmo jeito.
    Abraços,
    Clovis

  8. Clovis Pacheco F. fevereiro 18, 2011 às 12:37 pm #

    Em tempo: o súmak que eu compro sempre tem cor mais escura que o que aparece na foto. Quando é minha mulher que faz a compra, já sabe: tem que ser da cor dos esmaltes que ela usa, pois nas unhas ela aprecia sempre a cor vinho! É esse que eu sinto possuir o sabor mais destacado! Há quem use pó de romã com o súmak, ou em seu lugar.
    Clovis

Trackbacks/Pingbacks

  1. سال نو مبارک | Ultima Fronteira D'Oeste - março 22, 2011

    [...] – fruto de sumagre, simbolizando o nascer do sol, ou, melhor, sua [...]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 253 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: