Kafta feita em casa

21 mar

kafta

Meus queridos, entre caixas, embalagens e muita bagunça consegui parar um pouco para dar um alô e postar uma receita que eu adoro e aprendi há um tempo… a Kafta, que segundo quem me apresentou é um prato turco, mas isso vamos deixar a Lídia esclarecer!

O cafta é um prato bem versátil e pode ser feito de várias maneiras. Assado no forno, na churrasqueira ou em uma frigideira. Originalmente, era feito com carne de carneiro. Mas, aqui no Brasil, ele é feito com carne de boi na maioria das vezes.

Um dos ingredientes fundamentais é a pimenta síria, que proporciona um perfume e sabor delicioso a esse prato. Ela é composta por pimenta-do-reino, pimenta-da-jamaica, canela, cravo e noz-moscada. (Fonte Cyber Cook)

Pois é, fiz um estágio uma época em NY, fiquei uns 40 dias na casa de uma família turca dona da empresa onde estava estagiando e aprendi muita coisa legal e boa sobre a cultura turca.  Eles adoram comer bem e sabem cozinhar divinamente, pratos balanceados com bastante carne, saladas, legumes e uns temperos que fiquei apaixonada!

Uma das coisas que mais gostei foi o Kafta, prato de carne moída temperada com condimentos e feita no grill, preparada no caso pelo homem da casa, a salada era tarefa da mãe, mas ele é que temperava e dava o ponto na carne.  Gente, que delícia, lógico que aprendi a fazer e não é que na primeira vez que fiz lá ele elogiou tanto meu tempero que a esposa ficou com ciúmes pois ele não a deixava preparar!!!! Fazer o que???

Muito bem, faço assim: 500 g de patinho moído, 1 cebola média bem picadinha, sal, pimenta síria, salsinha picada e Dill picado.  Mistura-se muito bem (se quiser misturar tudo no processador com o picador de metal também funciona) e faz-se umas “cobrinhas” meio gordinhas tipo salsichão.  Coloco em uma forma ou tupperware com um pouco de farinha de trigo para não grudar no fundo e levo ao congelador – quando quero congelar.  Eu sempre faço uma quantidade maior pois já fica tudo pronto no freezer para aquela vontade súbita de comer Kafta e aí é só tirar e colocar no forno.  É, eu faço no forno pois não tenho grill ou churrasqueira ou broiler, e acho que fica muito bom, é só colocar em forma untada e levar ao forno médio até dourar a carne.

Gente, com uma saladona verde, pão e molho de iogurte (iogurte natural, sal, um dentinho de alho espremido e azeite) fica uma refeição maravilhosa!

A foto não ficou muito boa, mas foi na correria entre uma caixa e outra, sorry!

About these ads

13 Respostas to “Kafta feita em casa”

  1. Lila março 21, 2007 at 11:38 pm #

    essa é uma especialidade de um amigo nosso de SP, sempre que vamos visitá-lo, ele já sabe o que fazer pra nos receber….
    é uma delícia!
    beijos e boa arrumação por aí

  2. Fer Guimaraes Rosa março 22, 2007 at 1:08 am #

    hm, isso eh uma delicia! comemos num restaurante libanes que tem aqui. voce mudou ou vai mudar? que caixas sao essas? ;-)

    beijaoo,

  3. Verena março 22, 2007 at 3:02 am #

    Lila, é um prato tão bom e simples, não? Adoramos!!! Obrigada, a casa está de pernas para o ar!

    Fer, as caixas são da nossa mudança… mudamos no final de semana… Um beijo grande!

  4. Cris março 22, 2007 at 3:29 am #

    Que delícia, nunca fiz aqui em casa, acho que meus filhos vão gostar!

  5. Larissa março 22, 2007 at 1:14 pm #

    Eu acho que eu vou amar esse trem aí, e ainda é light né, porque eu ando precisando tanto perder uns quilos… ai que difícil. Olha só, boa mudança e depois conta as novidades, tá? Um beijo.

  6. Dadivosa março 22, 2007 at 2:16 pm #

    Verena, espero que tudo tenha corrido da melhor forma possível com sua mudança. A minha (décima-segunda) foi razoavelmente tranquila por termos aproveitado o feriadão de carnaval para ficar no meio das caixas.
    Admiro sua disposição em fazer essas lindas kaftas! Sou apaixonada pela dita “culinária árabe” e nunca me ocorreu usar dill nas kaftas, vou experimentar.
    Beijos

  7. Vera março 22, 2007 at 2:51 pm #

    Boa mudança ! eu também sei o que isso é de canseira …
    Hoje vou seguir o seu exemplo e postar uma receita com cardamomo para o colher de tacho !
    bjs

  8. Agda março 22, 2007 at 5:29 pm #

    Ah se meu marido gostasse de comer carne…Essa eu vou fazer lá em casa com carne de carneiro, até se encontrar.

  9. Verena março 22, 2007 at 7:10 pm #

    Cris, vão sim, é leve e muito saboroso!

    Larissa, é light e muito fácil de fazer, experimente!!! Obrigada, depois conto como foi! Provavelmente vou ficar alguns dias sem poder postar…snif, snif…

    Dadi, está tudo indo bem, fora a bagunça com tudo ainda por acabar… mas acho que é assim mesmo! O Dill é uma delícia e dá um tchan!

    Vera, vou dar uma espiadinha na sua receita sim!!! Hummmmm!

    Agda, não achei a carne de carneiro aqui por isso fiz com o patinho, mas fica tão bom quanto! Beijos!!!

    Queridas e queridos, wish us luck!!!! Beijos mil e até daqui há pouco! Já estou com saudades!

  10. Ricardo março 23, 2007 at 3:28 pm #

    Verena,
    Não sou “árabe”, mas ando sempre a fazer kaftas, como qualquer humilde churrasqueiro. Conheço algumas variações de receitas. A sua é ótima.
    O único “senão” é a carne que você utilizou. O patinho é limpinho, bonitinho, mas carece de suculência, portanto, de sabor.
    Uso, na maioria da vezes, a chã, carne mais “molhada” e saborosa. Aqui no Rio, ao invés de da salsinha, usa-se a hortelã picadinha, talvez uma derivação do uso costumeiro no recheio de quibes.
    Esse “churrasquinho de carne moída” é uma herança gostosa desses povos, cuja culinária talvez seja uma das mais aromáticas do planeta.
    Abraços.

  11. Verena março 23, 2007 at 8:34 pm #

    Ricardo, na verdade eu usei patinho, mas como você ponderou outras carnes mais saborosas e suculentas realmente dão um tchan a mais… é que tenho que lhe confessar que não entendo muito de carnes… ainda estou aprendendo…é bom que você ensina…!
    Acho que a hortelã deixa com gosto de quibe e eu prefiro que o Dill dê o toque… gosto é gosto!!!
    Um abraço!

  12. Leda março 24, 2007 at 5:56 pm #

    Menina, que receita fantástica!!
    Vou fazer ainda hoje.
    Bjs

  13. Verena março 25, 2007 at 6:04 am #

    Leda, que bom que você gostou da receita, é simples e muito saborosa!
    Depois me conta o que achou!
    Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 272 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: