Arquivos | 3:37 am

Sopa gratinada de cebolas

2 ago

Sopa gratinada de cebolas

Ontem ainda estava bem frio por aqui e resolvi fazer essa sopa que há séculos não entrava no menu de casa, por mero esquecimento e não merecimento… Como era só para duas pessoas fiz uma quantidade que não queria que sobrasse, meio a olho mesmo, para esquentar os nossos ossos e alma.

Fiz assim: fatiei em rodelas finas 5 cebolas médias e refoguei em azeite com um pouco de manteiga até dourarem.  Quando estavam douradinhas coloquei um pouco de conhaque (mais ou menos 2 dedos) e deixei apurar o sabor (fica divino), coloquei sal e um tempero chamado Lemon Pepper (na verdade a receita original vai só pimenta do reino, mas quis experimentar e achei que ficou muito bom).  Acrescentei caldo de legumes (uns três dedos a mais do que a altura da cebola na panela) e deixei pegar um pouco o gosto. Pode-se usar caldo de carne ou frango.  Engrossei com um pouco de amido de milho e liguei o forno para pré-aquecer enquanto arrumava a tigela que foi ao forno com a sopa.Numa tigela refratária coloquei um pouco de azeite e quatro fatias de pão no fundo (tinha deixado o pão dar uma tostadinha no forno antes) – o melhor pão é o italiano mas não tinha então fiz com um pão de milho delicioso (receita vem logo) que deu um toque interessante ao sabor final da sopa.  Coloquei a sopa em cima das fatias de pão e salpiquei bastante parmesão ralado e umas pitadinhas de gorgonzola.  Fica mais gostoso com um queijo tipo Gruyére ou Ementhal mas a mistura que fiz deu um jeito muito bom.  Levei ao forno para gratinar, fica uma casca de queijo bem dourada e crocante…muuuuuuuuuito bom! 

E acompanhou um vinho argentino tinto seco delicioso: Malbec Oak Aged (Finca Flichman).  Estou aprendendo a apreciar os vinhos secos…e esquentou bem! 

Obs: esta receita foi o resultado de uma fusão de várias que já lemos e fizemos em casa, então não tem uma fonte certa, ok?

English version: I will be taking part in an event called The Second Annual Soup Challenge, here you can read all about it. 

“Onion Grated SoupYesterday it was still cold around here and I decided to fix this soup. It hasn´t been on our menu for ages just because the daily cooking takes place and we seem to fix the same old recipes.  Since it was only to feed two I did cook only the exact amount we use to eat, not following all the directions on the recipe.

This is how it´s done:  chopped the onion in slim slices and sautéd in olive oil and a little bit of butter until golden.  When browned put some cognac (two fingers in the glass) and let cook for a while (it is great!), put some salt and Lemon Pepper (the original recipe calls for black pepper but I wanted to see how this other one would come out, really good! ).  Put some vegetable stock (three fingers upon the onions in the pan) and cook for a little bit.  You can use chicken or meat.  Put a little bit of corn starch and cooked to make it thicker.  Pre-heated the oven and put the soup in an oven proof bowl to gratin.  Before that I put in the bottom of the bowl  a little olive oil and four slices of bread. The best is the Real Italian bread, but since I did not have at home I used a homemade corn bread which gave an interesting country touch to the soup.   Poured the soup over the bread slices and a lot of parmesan cheese with tiny bits of Roquefort (Gorgonzola, Blue Cheese) on top.  I think is is tastier with  Gruyére or Ementhal but my cheese mix worked fine.  Oven until the top is brown, you should gratin the cheese.  Very good!

To drink we had an Argentinian dry wine called Malbec Oak Aged (Finca Flichman).  “

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 282 outros seguidores