Arquivo | fevereiro, 2007

Maghreb é aqui!

28 fev

                salada couscous

Não resisti a esta salada postada pela Ana que por sua vez inspirou-se na Dadi.  A foto estava tão apetitosa, tirada assim bem de pertinho e como aqui está uma sauna, juntei a fome com a vontade de comer, o resultado foi uma salada refrescante e muito saborosa! Obrigada, meninas!!!!

O Couscous é o termo genérico que designa tanto o grão de trigo duro quanto o prato tradicional dos países do Maghreb (Marrocos , Argélia e Tunísia), a base de legumes, carnes e até peixe. Aqui no Brasil é mais conhecido como Couscous Marroquino.  Achei interessantes este site e este.  As receitas com os mais diferentes ingredientes estão a um click do seu teclado.

Agradou tanto que até meu filho de 1 ano e 7 meses aprovou, acreditam? Ele já está se mostrando um gourmet, tão novinho adora risotto, pasta, comidas temperadas, a mãe não acha ruim, afinal quer paladar tão sensível do que o de uma criança? 

Usei uma marca de Couscous Marroquino chamada AL BADIA, que já é pré-cozido, e agora não sei se as outras também são, mas segui direitinho o que dizia na embalagem sobre a hidratação: 1 copo de couscous seco para 1,2 copos de água fervente com sal, deixei hidratar por 5 minutos.  Usei exatamente esta medida para 2 adultos e achei que ainda dava para outra pessoa comer bem, rendeu bastante.  Após hidratar coloquei uma colher de sopa de manteiga mas não voltei ao fogo, achei que já estava quente o bastante para absorver a manteiga e deu super certo.  Também não tinha mini alcaparras e acabei usando as normais mesmo só que picadinhas.  Outra mudancinha básica que fiz foi não ter adicionado o molho de pimenta, já que sabia que meu pequeno iria querer provar.  Usei umas 20 folhas de hortelã picadas e cebola normal ao invés da roxa.  Acho que foi isso…

                             couscous 

A receita original é esta:

Saladinha 1, 2, 3 de Atum com Couscous

  • 1 tomate bem maduro e saboroso
  • 1 lata de atum em água
  • 1 colher de chá de mini-alcaparras
  • 1 colher de chá da salmoura das alcaparras
  • 1 colher de sopa de cebola roxa picadinha
  • ½  xícara de couscous de excelente qualidade (meça depois de hidratado)
  • 1 colher de chá de molho de pimenta suave
  • o suco de meio limão
  • sal moído na hora a gosto (não muito, lembre-se de que já temos sal na alcaparra e no atum)
  • umas três ou quatro folhas de hortelã rasgadinhas
  • uma porção generosa do melhor azeite que seu bolso permitir

Como fazer:

  1. Abra a lata de atum, escorra e transfira o conteúdo para uma tigela de vidro.
  2. Lave bem e pique o tomate
    em cubinhos. Nem me dei ao trabalho de retirar a pele nem as sementes, mas você pode fazê-lo se assim preferir. Junte-o ao atum
  3. Adicione os outros ingredientes, mexa com o garfo para afofar a mistura e sirva.

Anúncios

Linda(o) também na cozinha

26 fev

                      linda na cozinha 

Não consigo pensar em outra cena que me desagrade mais na cozinha do que aquela bagunça enorme, pilhas e pilhas de coisas sujas na pia, chão todo melecado e o artista das panelas com o avental todo sujo de ovo, farinha, molho de tomate, as unhas sujas, cabelo caindo na testa, olheiras, credo! 

Não acho que só a comida deve ser agradável aos olhos, se vejo que a pessoa que fez a comida que estou prestes a apreciar está toda “xexelenta”, penso dez vezes antes de experimentar.  Ainda bem que nem sempre, ou na maioria das vezes, a gente não vê quando está fora de casa e tem que comer aquela comida de restaurante… senão acho que ficaria difícil fazer as refeições fora… 

Anyway, limpeza e graça daquele que cozinha dão o toque final a qualquer refeição, estou certa? Desta forma quero compartilhar com vocês um artigo sobre os poderes da Camomila na luta contra olheiras, afinal olhos fundos e escuros não fazem parte das belezas de uma cozinheira ou cozinheiro, não é?  

Infelizmente não sei de qual jornal é a matéria, a jornalista é Suzana Camará, e data de 24/12/1995, pois é, não é de hoje que as olheiras têm um paliativo natural.

Chá de camomila tira olheira 

Que chá de camomila é um santo calmante, toda avó sabe.  Mas que o mesmo é capaz de dar um chá de sumiço em olheiras causadas pelo sono, duvido.

Afinal, se elas soubessem, já teriam nos ensinado esse truque desde a nossa primeira noite em claro por conta de uma festinha inesquecível ou de uma prova importante.

 O poder relaxante do chá de camomila, unido à propriedade vasoconstritora da água gelada, tira a canseira _ e, consequentemente, a escuridão _ explícita ao redor de qualquer olho cansado por  pelo menos quatro horas.O modo de fazer esse truque é bico.  Coloque dois saquinhos de chá de camomila dentro de um copo com água gelada por alguns minutos.  Quando estiverem bem geladinhos, retire os dois saquinhos da água e coloque-os sobre as pálpebras dos olhos – que devem estar fechados _  por 15 minutos. 

Durante este período, sempre que os saquinhos esquentarem, volte a colocá-los na água gelada.  O importante é que eles fiquem frescos durante todos os 15 minutos que estiverem sobre os olhos.  Segundo o oftalmologista Marcos Cunha, 37, o uso dessa compressa antiolheiras não possui nenhuma contra-indicação. 

                  camomila

Hum, que cheirinho de limão…

25 fev

Não há nada melhor do que o cheirinho de casa limpa ou roupa lavada, não é mesmo? E o aroma de bolo assando, café recém preparado, hummmmmmm!  Este açúcar é uma forma de fazer sua vida ainda mais doce, uma idéia simples e muito interessante!  A receita e a foto são da Mrs. Martha Stewart.

                                                       

                              Lemon sugar

Açúcar aromatizado

Pode-se usar laranjas ou limões para fazer esta receita de açúcar cítrico.  Experimente substituir o açúcar normal nos bolos ou polvilhe sobre cookies, também fica ótimo para adoçar o chá nosso de cada dia.  Guarde em um recipiente fechado na geladeira e o açúcar poderá ser usado por vários meses. 

3 limões

2 xícaras de açúcar  

Remova a casca dos limões usando um peeler (descascador de cítricos) ou um descascador de legumes se não tiver o aparelho apropriado.  Tente não deixar nenhuma parte branca na casca pois amargará o resultado final.  Corte grosseiramente as cascas e leve ao processador com 1 xícara de açúcar.  Pulse até que as cascas tenham virado pó, aproximadamente 3 minutos.  Transfira para uma tigela de tamanho médio e junte o açúcar restante, misture muito bem. Deixe secar numa assadeira bem espalhadinho – por mais ou menos 1 hora.  Guarde em recipiente bem fechado na geladeira.

Mimo geladinho

24 fev

Nesse calor a vontade é de comer coisas frescas e geladas, e nada mais instigante ao estômago se os olhos ficam enamorados com a apresentação…

Acho essas Ice bowls simplesmente lindas, já dá água na boca antes de ver o que tem dentro.  E se for feito por nós então, nem se fala, tem um gostinho melhor (e água mais saudável também!)!  Pode-se colocar flores, pedacinhos de frutas ou frutas pequenas, folhas, especiarias, enfim, use a imaginação e crie a sua!  Um geladinho com esta frescurinha cai bem melhor!

                                        ib

                                            foto www.limetreelarder.co.uk 

Use 2 tigelas com o mesmo formato (de vidro ou aço), uma um pouco menor do que a outra.  As melhores são as que já se compra junto, são perfeitas para isto.  Coloque um pouco de água na tigela maior e leve ao freezer.  No dia seguinte coloque a tigela menor dentro da maior e coloque mais um pouco de água na maior.  Repita esta operação até que a água (gelo) esteja no nível da tigela menor.  Retire do freezer, remova as duas tigelas e voilá.  Para adicionar flores ou frutas arrume com cuidado antes de colocar a água. (Retirado do site Get Crafty). 

                                   cb

                                             foto http://www.sunkist.com

Dica: para desenformar mais facilmente coloque um pouco de água quente na tigela menor.  Deixe a tigela de gelo no gelo até a hora de usar.

Cinnamon Rolls de máquina….dilícia!

22 fev

Gente, não consegui sossegar enquanto não testei e aprovei a receita que a Cinara postou de Cinnamon Rolls feito na máquina de pão! 

Ô merenda maravilhosa!  Juntamos eu, minha mãe e irmã e não deu outra, mais uma receita no forno para testar… essas meninas são um perigo! 

Infelizmente eu não tinha uma assadeira do tamanho que a Cinara recomendou então os rolls cresceram e alguns ficaram meio caídos para fora, mas a massa é divina, vale mesmo a pena fazer!  Lógico que não seria eu se não tivesse feito algumas mudançazinhas (sorry, Cinara, não fique brava!), mas nada de mais…

Fizemos ontem e só sobraram 2 para contar história…

Vejam as fotos e a receita:

cin massa 

Cinnamon Rolls (para máquina de fazer pão)

Massa:

1 xícara de leite morno (235ml)

1 ovo grande

4 colheres (sopa) de manteiga ou margarina (usei manteiga)

3 1/2 xícaras de farinha de trigo

3 colheres (sopa) de açúcar

1/2 colher (chá) de sal

2 colheres (chá) de fermento biológico seco

Recheio:

1/4 de xícara de manteiga ou margarina derretida

1/4 de xícara de açúcar (usei mascavo)

2 colheres (chá) de canela em pó

Nozes picadas e uvas passas a gosto (não usei)

Ponha os ingredientes na máquina na ordem acima, ou na ordem indicada pelo fabricante. Ligue no ciclo “Dough” (Massa). Quando o ciclo terminar, polvilhe uma superfície com farinha. Tire a massa da máquina e sove durante um minuto. Deixe-a descansar por 15 minutos.

Abra a massa em um retângulo de 35cm por 25cm. Espalhe a manteiga derretida sobre ela e, em seguida, o resto do recheio. Enrole a massa feito rocambole, a partir do lado maior. Corte a massa em 12 rolinhos de cerca de 3cm, usando uma faca ou um pedaço de linha. (Não consegui cortar com a linha, preferi a faca e molhei antes de cortar cada rolinho.) Disponha os rolinhos em uma fôrma de 33cm por 23cm, untada, cubra e deixe crescer em um local quente até dobrar de tamanho, por 30 a 45 minutos.

Asse em forno pré-aquecido por 20 a 25 minutos, até dourar. Deixe esfriar na fôrma. Enquanto isso misture 1 xícara de açúcar de confeiteiro com 1 ou 2 colheres (sopa) de leite, e 1/2 colher (chá) de baunilha. Acrescente mais leite ou açúcar até atingir a consistência desejada. (Fiz outra cobertura: misturei 3 colheres sopa de açúcar refinado com 1 colher chá de baunilha até dar ponto).

Dá para congelar, e na hora de servir é só deixar um pouco na temperatura ambiente e colocar uns segundinhos no microndas. Bon apetit!

cin 2

Aventais a postos!

21 fev

Carnaval, feriado prolongado, família reunida e companheiras de avental a postos (minha mãe e irmã)…. a cozinha torna-se o local mais festejado da casa e consequentemente as panelas, formas, batedeira e fogão os acessórios mais usados! Numa visita rápida ao mercado não resisti e comprei um pacote de massa filo da Arosa…fiquei tão feliz de ter achado que não pensei duas vezes, vou levar para fazer uma torta!  Ainda mais que era meu aniversário e eu queria comemorar com algo diferente e especial!  Em casa ficamos confabulando sobre qual receita usar…e folheando o Le Cordon Bleu de sobremesas (maravilhoso!!!!) me inspirei e resolvemos fazer a torta com frutas vermelhas frescas… ulalá!!! 

Nem preciso dizer que ficou maravilhosa, mais do isso, D Í L Í C I A!!!  O senão foi que usei poucas folhas da massa para forrar a forma e o recheio saiu um pouco no fundo, acabou caramelando e ficou um pouco difícil de soltar o fundo da forma na hora de desenformar.  No final das contas saiu tudo muito bom, e o creme chantilly por cima deu um toque perfeito! Vale a pena!!!

Torta de Frutas Vermelhas com massa Filo

Unte uma forma de fundo falso com manteiga e vá dispondo as folhas de massa filo – após cada folha pincele manteiga derretida, até achar que o fundo está bem forrado, eu usei umas 5 folhas, pois é muito fina, acho que podem ser mais folhas para prevenir que o recheio vaze.  Cuidado ao manusear, gruda uma na outra e rasga com muita facilidade, não desanime! Normalmente sobra um pouco da folha da massa sobre as bordas da forma, não corte pois depois irá dobrar sobre a capa da torta para fechar a tampa. 

tfv2

Recheio: 1 copo de morangos picados, 1 copo de Mirtillos (blueberry) e 1 copo de framboesas, 1 xícara de açúcar, 2 colheres de maisena e 1 colher de sobremesa de suco de limão.  

Misture delicadamente e coloque o recheio sobre a massa.  Cubra com mais folhas da massa filo, não esquecendo de pincelar manteiga derretida sobre cada folha.  Feche a tampa da torta utilizando as sobras de massa que ficaram sobre as bordas da forma.  Pincele mais manteiga derretida e leve ao forno pré-aquecido para dourar (180 C) – mais ou menos 35 minutos.  Por precaução coloque uma forma embaixo da assadeira da torta para prevenir que o recheio suje seu forno, é horrível de limpar…! Espere esfriar, desenforme e sirva com chantilly! Hummmmmmmmm!

tfv1

(a foto não traduziu a maravilha do sabor!)

Um achado maravilhoso!!!!

19 fev

great cakes1

Um despretencioso passeio na FNAC me rendeu este maravilhoso livro: Great Cakes, da Carole Walter.  Tenho  uma loucura por livros, especialmente de gastronomia…rsrsrs…e achei esta belezinha assim por acaso, folheando literalmente todos os livros da estante…mais de uma hora passeando pelas fotos e receitas.  Nem gosto….rsrs.

Receitas simples e as que provei ate agora deliciosas! E as dicas sobre como fazer bolos, decorar, medidas, enfim, tudo para seus bolos sairem perfeitos e serem um sucesso!A autora tem um jeito bem gostoso de escrever, grande experiência na arte de confeitaria,  e ministra aulas, workshops, alem de ser consultora.  Do tipo  professora mão na massa, tem 30 anos de estrada!

Let’s bake!