Arquivo | 5:36 am

Gratinar, verbo intransitivo

6 fev

Não, não é o título daquele romance do Mário de Andrade, prazeirosa como a leitura daquele, mas com um sabor todo especial a comida gratinada tem lugar certo aqui em casa.

Segundo o Batuque na Cozinha : Gratinar é o mesmo que tostar, ou seja: corar a superfície superior de um alimento. Você pode gratinar um alimento levado ao forno, utilizando uma cobertura à base de creme, manteiga, queijo ralado ou à base de farinha de rosca. Você também pode gratinar um alimento colocado num grill para tostar a superfície.  

A receita das Batatas Gratinadas no Caderno de Receitas da Renata me inspirou e resolvi inventar uma moda, ou melhor, um Escondidinho de Frango à Moda….  Dei uma olhadinha na geladeira e mandei brasa! Ficou super saboroso, e se não fosse a travessa a foto teria ficado muito bonita.

                 Escondidinho de Frango à Moda 

Separe sobrecoxas de frango limpas da pele e cozinhe num caldo de frango com sal e tomilho.  Não cozinhe demais pois ainda vão ao forno para finalizar o cozimento da ave.  Separadamente faça um purê com batatas inglesas, batata baroa ( eu usei na proporção de 3 inglesas para uma baroa) e 2 ou 3 dentes de alho.  Usei leite e manteiga para o purê, além de um pouco de sal na água do cozimento.  Para dar um toque diferente acrescentei Raiz Forte (mais ou menos uma colher de sopa da preparada em conserva pela Hemmer) e acho que ficou bem interessante, apesar de achar que dá próxima vez deva aumentar um pouco a quantidade.

Unte com manteiga uma travessa que vá ao forno e coloque as sobrecoxas no centro. Em volta disponha o purê e sobre o frango faça uma camada de Cream Cheese amassado com um pouquinho de leite para ficar mais mole e fácil de empregar.  Leve ao forno quente para dourar.  Na hora de servir salpique cheiro verde picadinho.  Com uma salada verde fica divino!

Anúncios

Muffins fofinhos!!!!

6 fev

Sábado acordei inspirada, queria fazer algo diferente para o café da manhã e lembrei-me que havia separado algumas amoras frescas (que comprei para fazer geléia) para fazer Muffins…hum!!! Que delícia! Amoras frescas dão um sabor todo especial a esta receita.  Confesso que estavam tão lindas que não resisti e provei uma bem suculenta…nossa, azedíssimas, cheguei a duvidar se o resultado final seria bom.  E não é que os ditos cujos ficaram uma “dilícia”????   Fora o perfume que a casa fica enquanto estão no forno. 
Usei somente uma xícara, pois era o que eu tinha, e piquei as amoras para que o suco se misturasse um pouco à massa.  Tenho uma forma de assar muffins mas só cabem 6, então resolvi usar aquelas de papel nº 0 (zero) – usei duas para que a massa não espalhasse e a forma do Muffin ficasse feia.

Espero que aprovem a receita, eu adoro e pode ser feito com bananas nanicas (substituo o açúcar branco por mascavo), nozes, morango, mirtillo, usem a imaginação!

              Muffins Fofinhos 

Muffins Fofinhos (a receita eu recebi da minha irmã Milena, uma confeiteira de mão cheia!)

2 xíc. trigo

2 colheres (chá) de fermento em pó

1/2 colher (chá) de sal

1/2 xíc. de manteiga em temperatura ambiente

1 xíc. de açúcar

2 ovos grandes (ou 3 pequenos)

1 colher (chá) baunilha

1/2 xíc. leite

1 1/2 xíc. de fruta picada

Modo de preparo: Junte o açúcar, manteiga, os ovos e a baunilha. Misture bem.  Peneire juntos o trigo, fermento e o sal e acrescente à mistura anterior.  Aos poucos vá acrescentando o leite e no final a fruta.  Mexa delicadamente.  Não encha muito as forminhas, até a metade é suficiente.  Asse em forno médio até dourar.

Rendimento: na forma que eu fiz – 17 muffins.  Esperei esfriar e congelei metade.  Na hora de servir pode ser esquentado no microndas ou retirado do freezer com alguma antecedência para descongelar naturalmente.

Com um café é uma delícia!!!