Panis Angelicum

9 abr

outback

Estou in love com a arte de preparar pães… ainda mais agora que com a minha máquina elétrica os lindinhos sempre têm dado certo.   Na grande maioria das vezes consegui adaptar as receitas, já que uso a máquina para fazer o trabalho pesado, que é sovar a massa, sorry os que recriminam essa prática, mas estou amando!!! 

Vi a receita do Pão tipo australiano do Outback no blog da Cinara e tinha que testá-lo…já que amo esse pão e todos aqui (marido, irmã, cunhado, minha mãe, filho, sobrinha….) estavam curiosos para ver se conseguiria chegar perto do sabor do famoso pão. 

A receita é simples, tive que fazer alguns pequenos ajustes e devo dizer que já fiz 3 vezes…rsrsrs… a primeira e a última fiz a original, pão meio adocicado mesmo, e a segunda vez tentei mudar um pouco a receita para ver se o pão ficava mais salgadinho.  Depende do freguês, os dois jeitos ficam muito bons.  Eu preferi o mais adocicado, mas veja a receita da Cinara abaixo e os comentários desta que vos escreve! Só consegui tirar foto do pão inteiro, rendeu 2 inteiros e 6 pequeninos…que já tinham sido degustados…o povo é rápido por aqui! 

Pão Australiano (tipo Aussie Bread do Outback) 

1 ¼ xíc. de água morna

Corante alimentício marron (opcional) (não usei e acho que não precisou, ficou bem marronzinho meu pão)

2 colheres (sopa) margarina (usei manteiga em temperatura ambiente)

½ xíc. de melado

1 ½ xíc. de farinha de trigo (usei 3 xíc. para dar ponto na massa, pode ser necessário usar mais uma ou duas colheres)

1 xíc. de farinha de centeio

 2 colheres (sopa) de chocolate em pó

3 colheres (sopa) de açúcar mascavo

1 colher (chá) de sal

1 colher (sopa) de glúten (não tinha e não usei)

1 ½ colher (chá) de fermento biológico seco

Fubá para polvilhar

Na máquina de pão, misture 60 gotas de corante marron à água morna, e em seguida acrescente todos os demais ingredientes (menos o fubá), na ordem acima. Ligue no ciclo “Dough” (Massa).  Quando o ciclo terminar, remova a massa e separe-a em 6 partes iguais.  Modele 6 pãezinhos de cerca de 12 cm de comprimento e 5 cm de largura.  Como usei mais trigo branco  a massa rendeu mais, fiz 2 pães médios e 6 pequeninos que coloquei em forma de muffins de alumínio.    

Polvilhe uma superfície com fubá.  Umedeça as mãos, passe-as levemente sobre os pãezinhos e passe-os no fubá.  Coloque-os em uma assadeira, cubra com um pano e deixe crescer até dobrar de tamanho (cerca de uma hora). O toque do fubá fica fofo e deixa o pão lindo, não deixe de usar.  Usei uma assadeira de pão inglês e forminhas de muffins de alumínio.   

Pré-aqueça o forno a 180 graus centígrados.   Leve os pãezinhos crescidos ao forno e asse por 35 a 40 minutos, ou até dourar.  Tire do forno e deixe-os esfriar por 15 minutos.  Sirva com manteiga de verdade, gelada ou amolecida. (O teste que uso para ver se está no ponto é dar umas batidinhas com os nós dos dedos no fundo do pão, se o som que sair for oco está assado). 

Observações: ·        a Cinara achou que o pão original do Outback é um pouco mais adocicado do que esta receita, para o gosto do meu pessoal e o meu achamos que está bem parecido, ·        a nossa querida amiga que passou a receita (obrigada mesmo!!! Ficamos todos fãs em casa, inclusive meu filho de 1 ano e 9 meses!!!) acha que talvez o corante faça a diferença deixando o pão mais moreninho, eu acho que ficou com uma cor bem legal, o melado e o mascavo já dão uma tonalidade bronzeada ao pão,

·        na segunda vez que fiz a receita diminuí a água morna para ½  xíc. e o melado para 1/3 de xíc., aumentando o sal para 1 ½ colher de chá.  Devo confessar que gosto dos pães mais salgadinhos…mas a textura original ficou comprometida, o pão não ficou tão fofinho, rendeu menos e o gosto não é o do Ausse Bread.  Fica a cargo do freguês!!! 

7 Respostas to “Panis Angelicum”

  1. Cris abril 9, 2007 às 9:16 pm #

    Ainda não fiz o aussie bread, tem um outback aqui do lado de casa, há tempos que não vamos, sua descrição me deixou com vontade de experimentar a receita… Bjs!

  2. Eliana Scaramal abril 9, 2007 às 9:56 pm #

    Ficou tão bonito! Eu também estou de olho nesse pão que a Cinara postou agora vejo aqui será que ele está me perseguindo?! 🙂 Olha eu também uso muito minha máquinha de pão e não vejo problema algum nisso. Eu não sabia que você tinha filho, que coisa boa. Você está morando em São Paulo?!

  3. Verena abril 10, 2007 às 3:32 am #

    Cris, que engraçado, aqui na esquina de casa também tem um… é um perigo esta proximidade, não??? Vale a pena, não deixa nada a desejar quanto ao original e não custa tão caro! Adorei!

    Eliana, o mistério do Aussie Bread!!! Faça e verás como é bom! Estamos!

    Beijos!

  4. karen abril 10, 2007 às 1:34 pm #

    Ficou muito bonito! Eu já prefiro mais adocidado! rs

  5. Verena abril 10, 2007 às 3:31 pm #

    Karen,
    pois é, como eu disse, fica a gosto do freguês e isso é o mais legal, não?
    Um abraço!

  6. Cinara abril 12, 2007 às 11:35 pm #

    Verena, seu pão ficou perfeito!! E acho que o corante não fez diferença alguma, porque o meu não ficou mais escuro que isto… Estou doida para fazer de novo, mas estou evitando carboidratos, e este pão é irresistível! Já anotei suas dicas e observações. Obrigada pela contribuição! ;o) Bjs!

  7. Heloisa junho 21, 2007 às 9:48 pm #

    Dá para fazer esta receita sem ser na máquina de pão?????

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: