Arquivo | 9:00 pm

Todo dia é dia de pão!

11 jun

Pão de milho com sementes de girassol

Não adianta que não me canso de fazer pães, agora então estou mais empolgada do que nunca!  De qualquer forma consigo juntar as duas coisas: testar novas receitas e fazer o pão que temos que comer todo santo dia.  Esta maravilha que há tanto tempo alimenta os povos já era feito por volta de 10.000 aC e a Bíbila conta que os Hebreus foram os responsáveis pela descoberta e divulgação da massa fermentada. Já foi usado para pagar salários, selar matrimônios, amizades e tirar a fome de muitos.  Contém muitas vitaminas, energia e fibras e é relativamente barato.  (fonte: Wikipedia e Holsum)

Esta receita também tirei do blog da Lien, fico babando de vontade de fazer todas as maravilhas que ela posta lá….aos poucos vou experimentando. Já fiz este pão duas vezes, na máquina e na mão (esta última no final de semana na casa da minha avó).  Todos aprovaram e o pão fica uma delícia.Pegue seu fubá e mão na massa, porque o gosto de um pão feito por nós não dá para descrever, só provando!!! 

 Pão de milho com sementes de girassol(Cornloaf with sunflowerseeds) 

1/2 xíc. de fubá fino; 2 3/4 xíc. de trigo branco; 1/4 xíc. de germe de trigo (tostado); 1/3 xíc. de sementes de girassol; 1 cup maiscrispies (um tipo de salgadinho feito de milho, como flocos de arroz) – não usei; 1 colher (sopa) glúten; 1 colher (sopa)  açúcar; 1 colher (sopa) extrato de malte (não usei); 1 colher (chá) de sal; 1 1/2 colher (chá)  fermento biológico seco; 1 1/4 xíc. + 1 1/2 colher (sopa) de água morna; 2 colheres (sopa) de manteiga amolecida (acrescentei por conta própria)
(opcional para decoração: mais sementes de girassol)

Siga as instruções do pacote de fermento deixando-o borbulhar ao ser misturado com o açúcar e a água.  Misture os ingredientes e sove a massa (que é macia) acrescentando gradualmente a água.  Você pode usar sua máquina de pão também.  Foi o que fiz.  Coloquei primeiro os ingredientes líquidos (menos a água) e depois os secos, por último o fermento.  Liguei a máquina e fui acrescentando aos poucos a água.   Na máquina o ponto é quando a massa forma uma bola homogênea e não fica grudada nas laterais. Usei o ciclo massa e quando todo o ciclo se completou tirei a massa da máquina e coloquei em uma forma de pão untada para crescer novamente em um local aquecido.Deixe crescer por uma hora em uma tigela untada coberta com plástico filme.  Abaixe a massa com os punhos para retirar o ar e coloque numa forma de pão untada.  Deixe crescer por mais um tempo até que dobre de tamanho.  Durante o crescimento pré-aqueça o forno a 221ºC com uma pedra de assar pão/pizza. Eu não tenho então só deixei aquecendo o forno.  Molhe a superfície do pão com as mãos umedecidas e decore com mais sementes de girassol – opcional.   Asse por 10 minutos em 221ºC , abaixe para 191ºC e asse  por mais 25 minutos ou até  que  esteja dourado ou que a temperatura do pão seja de 93ºC.  Eu deixo o forno na mesma temperatura, nível 3, perto de 220ºC durante o tempo todo. Eu faço o teste de bater com o nó dos dedos na parte de baixo do pão quando já estiver dourado, se o som for oco está pronto.  Retire do forno e deixe esfriar completamente antes de servir.   

Anúncios

Torta de Massa folhada com cebolas, tomates e azeitonas

11 jun

shallow puff pastry pie 2  

Há tempos estava querendo fazer essa receita que vi aqui, fiquei com água na boca imaginando os sabores e onde eles me levariam em pensamento.  Não foi diferente após fazer a receita.  Fiquei pensando que maravilha seria degustar essas tortinhas numa varanda de uma casa toscana, sentindo o aroma dos limoeiros, das ervas na horta e o gosto de um forte vinho tinto.  Na verdade é um passaporte para um sonho italiano, e vale a pena experimentar, mesmo sem viajar de verdade.

Segue a receita traduzida com algumas observações minhas.

 Torta de Massa folhada com cebolas, tomates e azeitonas

(SHALLOW PUFF PASTRY PIE WITH ONIONS, TOMATOES AND OLIVES )


Massa folhada; cebolas pequenas; tomatinhos doces; pasta de azeitonas*; alecrim; sal e azeite extra virgem
Corte as cebolas no meio, fatie e leve para refogar lentamente no azeite até que fiquem macias.  Abra a massa no tamanho e forma desejadas _ uma boa idéia é fazer várias porções para uma pessoa.  Dobre para cima ou enrole as bordas.   Espalhe sobre a massa uma fina camada de pasta de azeitonas, distribua as ceboas e os tomatinhos e salpique um pouco de alecrim fresco.  Asse em forno pré-aquecido (175° C/347°F) até que fique dourado e crocante.Eu servi com salada verde e acho que é uma ótima refeição.  Fiz duas variações de cobertura: em algumas eu coloquei um pouco de anchovas desmanchadas em pasta e em outras um pouco de frango desfiado mantendo sempre as cebolas, tomates e o alecrim.  Um pouco de azeite por cima também fica bem gostoso.  Acrescentei pedacinhos de pimenta doce. Particularmente a com anchovas me encantou!

* Apesar de já ter visto pasta de azeitonas para vender no supermercado preferi fazer a minha. Comprei azeitonas pretas chilenas, tirei os caroços e bati no mixer com um fio de azeite.  Achei que ficou uma delícia e o que sobrou da pasta eu temperei uma salada de folhas verdes hoje.

shallow puff pastry pie