Um beijo para o vovô

29 ago

carrilhão do vô

fonte: Philips Clock Shop

Hoje meu avô faria 85 anos, ele nos deixou em outubro último e ainda é muito difícil entrar na casa dele e da minha avó e não vê-lo ou ouvir sua voz e sentir o calor do seu abraço.  Homem sério, vindo de uma família de imigrantes italianos que passou fome antes do meu tataravô resolver tentar a vida do Brasil.  Meu bisavô chegou aqui meninote e a família trabalhou muito para conseguir um pouco de conforto.  Lembro muito das histórias que ele contava sobre a cerâmica que tinham, do começo difícil e suado, da grande família em torno da mesa e de não ter tido brinquedos para brincar quando pequeno.Nunca conheci pessoa mais honesta e sincera. Meu avô era simples e muito culto, sabia arranhar no inglês, espanhol e até tentava algo no alemão.  Conversava sobre tudo, lia muito e adorava mapas.O som do relógio carrilhão da sala de estar até hoje me arrepia e me faz lembrar com saudades sua pessoa. Te amo, vô. Fique em paz.Desculpem mas esse post é para ele, que tanto apreciava uma boa mesa mas no final da vida não conseguia mais comer as coisas de que mais gostava.  Saudades. 

Anúncios

12 Respostas to “Um beijo para o vovô”

  1. angela agosto 29, 2007 às 4:16 am #

    Olá..querida sei bem o que é isso, meu avô tb nos deixou em outubro passado, estava com 90 anos, e foi tudo tão rapido…em pouco mais de um mes, ele simplesmente foi perdendo a vontade de viver, ou a vida foi se despedindo dele…e é com muita saudade que guardo boas lembranças e momentos que estivemos juntos….beijinhos…que nossos avôs estejam em paz…

  2. Marizé agosto 29, 2007 às 11:46 am #

    Obrigada por partilhar. Fiquei com lágrimas nos olhos, pois tb eu perdi meu avô que adorava, que era muito sábio, sofrido e amigo.

  3. kini agosto 29, 2007 às 2:05 pm #

    Quando se ama tanta uma pessoa,nada cura a dor e a mágoa que sentimos nem mesmo o tempo e quem disser que sim está a mentir.Eu perdi meu avô ,há mais de 15 anos,mas a dor da perda é a mesma do inicio.Sente-se a falta daquele abraço,aquele sorriso,aquela voz…aqueles rebuçados de mentol que ele tinha sempre num frasquinho em cima da secretária dele…que SAUDADES !!!!!
    Mas é a vida…partem mas ficam para sempre nos nossos corações.
    Bjs e força.

  4. Elvira agosto 29, 2007 às 2:29 pm #

    Um pensamento querido para o seu vovô…

    Também perdi os meus avós e sempre que chega o triste aniversário, fico com tantas saudades…

    Um beijão.

  5. Laurinha agosto 29, 2007 às 4:37 pm #

    Saudades!
    Temos que aprender a senti-la com alegria, Verena. Às vezes demora um pouquinho…
    Mandei em pensamento um montão de estrelinhas, para fazê-la sentir-se melhor, tá?
    Beijinhos,

  6. Cinara agosto 29, 2007 às 5:02 pm #

    Lindo post, Verena. Essa é outra vantagem do blog: é um excelente meio de desabafar e compartilhar nossos sentimentos. Seu avô devia ser um homem e tanto! Beijos, querida.

  7. Fer Guimaraes Rosa agosto 29, 2007 às 5:28 pm #

    Verena, eu nao conheci nenhum avô ou avó, todos morreram qdo meus pais ainda eram criancas. Que sorte a sua ter convivido com o seu, que lhe deixou essas doces lembrancas e a heranca de carater. grande beijo,

  8. laramoraes agosto 29, 2007 às 9:48 pm #

    Amiga, lindo.
    Fez lembrar o meu avôzinho, que nos deixou no dia dos pais, este ano. Ainda sinto muita falta dele. Mas estarão guardados em bom lugar, onde quer que estejam.

    Um beijo

  9. Aprendiza de Cozinheira agosto 30, 2007 às 2:28 am #

    O meu avo morreu ja la vao muitos anos, tinha eu 17 mas ainda hoje tenho saudades dele e muitas. Tenho pena de ele nao ter conhecido as minhas filhas e de tambem elas nao o terem conhecido. Como todos os avos ele era muito sabio, sabia historias de encantar. Quando morreu eu apercebi-me de uma coisa, de que nunca lhe tinha dito o quanto o amava e assim aprendi uma das mais valiosas licoes na minha vida. Dizer aos outros o quanto os amamos, nao termos vergonha de o dizer nunca. Nao quero sentir mais a tristeza que sinto ao pensar que nunca lho disse. Beijinhos para si.

  10. Cris agosto 31, 2007 às 12:31 pm #

    Eu também sinto muita saudade de meus avós…

  11. valentina setembro 2, 2007 às 3:03 pm #

    Que linda homenagem Verena. Fique com os olhos cheios de lágrimas.sinto pela tua perda.

  12. jackson s.h.florentino julho 18, 2011 às 10:35 pm #

    ola tudo bem estou procurando parentes da minha avó e essa historia sua parece ser muito familiar minha avó tinha uma avó com o sobrenome de fabene vale…se puder mea judar agradeço……

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: