Dundee Marmalade

10 set

Dundee Marmalade

Adoro experimentar novas receitas e descobrir novos sabores, aromas e texturas gastronômicas, pode ser um novo suco, biscoito, um doce, salgado ou mesmo uma geléia, como é este caso.  Quando criança não me interessava muito pelas marmeladas e suas “primas” e agora vejo que perdi tantas delícias….mas tudo bem, na vida a gente tem que melhorar e aprimorar, não é?  Esta receita há muito estava pedindo para ser testada, é uma geléia mais amarguinha do que as açucaradas disponíveis no mercado.  Gosto muito de fazer geléias e acho o máximo comer uma fatia de pão ou iogurte com as minhas produções.  Esta aqui eu nunca havia feito nem provado, então acho que ficou muito gostosa.  Minha irmã e minha mãe acham que da próxima vez deveria diminuir um pouco o açúcar – em casa não somos muito adeptos das coisas muito açucaradas.  Definitivamente será testada novamente para apurar o paladar.

A receita é de uma famosa geléia Escocesa chamada Dundee Orange Marmalade e vem dos idos de 1700.  A história contada é que um comerciante da cidade de Dundee comprou o carregamento de laranjas de um navio espanhol que se refugiava de uma tempestade no porto local.  Ocorre que ao comprar as laranjas verificou que eram muito amargas e não conseguiria vendê-las.  Sua esposa aproveitou as frutas para fazer conservas e ficaram tão populares que o comerciante começou a comprar regularmente as tais laranjas (Sevilles).  Em 1797 outra geração da família resolveu abrir a primeira fábrica de geléias do mundo, a Keiller. 

Segue a receita traduzida daqui com as minhas observações (que ninguém é de ferro!).

Dundee Marmalade

1.820 g de laranja Seville ou laranja amarga (usei Mexerica Rio)
2 limões
8 xíc. de água
3.640 g de açúcar (usei 1k e acho que ainda ficou doce)

Lave as laranjas e limões e coloque inteiros numa panela grande. Junte a água e deixe cozinhar por 1 ½ h até que a fruta esteja com a casca macia e possa ser facilmente furada.  Quando estiver no ponto remova as frutas e deixe esfriar.  Retire as cascas e com cuidado raspe toda a pele branca, corte em fatias bem finas.  Achei bem fácil fazer isso pois as cascas não estavam nem duras nem molengas, ficaram no ponto certinho para raspar a pele branca. Bem fácil. Retire as sementes e junte ao suco, ferva por 10 minutos e coe.  Acrescente as cascas cortadas ao suco, leve para ferver, junte o açúcar e mexa em fogo baixo até dissolver.  Deixe ferver sem mexer por ½ h ou até que esteja em ponto de geléia (mais ou menos 108°C).  A minha receita demorou mais tempo, talvez por eu ter reduzido a quantidade de açúcar.  Para ver se está no ponto: pegue uma colher de geléia e jogue o conteúdo em uma panela gelada, irá enrrugar se estiver pronta.
Esterilize vidros por no mínimo 10 minutos em água fervente e uns 3 minutos as tampas (de alumínio).  Despeje a geléia nos vidros ainda quentes e tampe imediatamente. A minha receita rendeu quase 2k de geléia.  Da próxima vez acho que colocarei mais mexericas, gosto de morder a casquinha ao comer a geléia.

8 Respostas to “Dundee Marmalade”

  1. Fer Guimaraes Rosa setembro 10, 2007 às 11:12 pm #

    Verena, eu adoro as marmelades, especialmente as que usam laranjas e limoes diferentes. A de laranjas vermelhas eh um espetaculo. A cor da sua ficou linda. Vai pro menu? 😉

    beijo!

  2. Laurinha setembro 10, 2007 às 11:32 pm #

    Nossa, vale a pena experimentar, que coisa, e ficou doce… Já anotei!
    Beijinhos,

  3. Agda setembro 11, 2007 às 2:30 am #

    Ficou linda mesmo mas haja açúcar.

  4. Nina setembro 11, 2007 às 3:40 am #

    Eu tbm não gostava qdo era criança. Acho que com o tempo o paladar vai desenvolvendo…ainda bem!
    bjinho.

  5. Marizé setembro 11, 2007 às 12:49 pm #

    Gostei da receita, e principalmente gostei da história!

  6. Alessander Guerra setembro 12, 2007 às 7:06 pm #

    E é sempre assim que boas receitas surgem na gastronomia. Dos limões azedos faz-se uma boa limonada. Obrigado pela história e pela dica de receita.

    Até
    Alessander Guerra
    http://www.cuecasnacozinha.blogspot.com

  7. Diva outubro 1, 2007 às 10:18 am #

    Que surpresa! Fiquei conhecendo DUNDEE / SCOTLAND em dezembro de 2005, pena que a marmelada não. Agora, os cookies de lá são de comer rezando.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pecan Rolls e Orange Marmelade Rolls, roupa nova para as deliciosas Cinnamon Rolls « Mangia che te fa bene - setembro 29, 2010

    […] Há tempos queria fazer uma versão de Cinnamon Rolls trocando o recheio de canela por uma geléia de laranja, idéia super interessante que havia visto no The Pioneer Woman Cooks.  Demorei para fazer a receita e me arrependi por isso…que coisa mais maravilhosa!!!! Usei a massa que sempre faço e a geléia que recheei os rolinhos também é caseira, feita por mim. Receita aqui. […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: