Arquivo | 7:13 pm

Couscous marroquino com carne moída e cogumelos ou Boi Ralado avec champignons de Paris

29 out

Couscous marroquino com carne moda e cogumelos ou Boi Ralado avec champignons de Paris

Engraçado como várias pessoas torcem o nariz para a carne moída nossa de cada dia, eu acho que é um verdadeiro coringa, dá para inventar mil pratos e usar sem medo de ser feliz, e de forma alguma encaro como algo reles…  Lembro-me da primeira vez em que ouvi o termo Boi Ralado para designar carne moída… a pessoa com certeza não deveria gostar do prato…acertei?  

Nas minhas visitas aos blogs queridos vi uma receita que ficou no meu inconsciente e quando comprei carne moída me deu vontade de fazer algo do gênero.  Não fiz igual mas a inspiração veio com certeza de lá.  Obrigada, Tatu. 

O couscous marroquino preparei desta forma: coloquei numa tigela funda uma xícara (240ml) de couscous e a mesma medida de caldo de legumes morno (desta vez usei morno, mas pode ser frio ou água fria). Deixei hidratar por 10 minutos e afofei com um garfo.  Temperei com sal, azeite e coloquei no prato com a ajuda de forminhas de cortar cookies em formato de flor.  Salsinha picadinha e lâminas de Castanha do Pará para dar um tchan.

A carne moída foi assim: refoguei alho (2 dentes) e cebola (meia cebola grande) no azeite até dourar, acrescentei a carne moída (400g de acém) e deixei pegar uma corzinha. Acrescentei um cheirinho de ketchup e um pouquinho de barbecue sauce, mas só para dar um gostinho de longe.  Acertei o sal e reservei. 

Lavei 200g de cogumelos de Paris (sei que as receitas francesas dizem para não lavar, mas não dá para comer com terra…) e enxuguei.  Cortei em quatro e refoguei na manteiga e azeite (um fiozinho de azeite para não queimar a manteiga) e alho. Até pegar gosto e secar a água que solta. Corrigi o sal e coloquei sobre carne moída já no prato.  Cebolinha picada deu o toque final. 

Servi feliz da vida essa delícia para o marido que até se espantou ao ver o prato todo arrumado em pleno meio de semana…inspiração é isso aí! 

Serve bem duas pessoas famintas.