Arquivo | 9:04 pm

O primeiro bolo a gente nunca esquece

26 jun

O primeiro bolo a gente nunca esquece blog

Este foi o primeiro bolo que fiz, isso mesmo, o primeiríssimo, quando deveria ter lá pelos 10 ou 11 anos. Lógico que não poderia ser de outra coisa que não chocolate, já que como toda criança a paixão por esse ingrediente supera em muito as frutas e outros sabores tidos como sem graça nessa idade.

O bolo é bem simples, daquele que se faz a moda antiga, bate-se primeiro as claras em neve, depois a manteiga e o açúcar e por aí vai…sem buttermilk, iogurte ou qualquer coisa diferente que hoje uso para deixar as massas mais leves e saborosas, simplesmente porque naquela época o interesse era pela descoberta da magia de poder brincar de verdade na cozinha. Agradeço muito à minha mãe pela paciência que teve (somos três meninas e todas queriam aprender) e pelo carinho com que sempre nos passou seus conhecimentos e nos alimentou com as delícias que preparou e prepara com tanto amor.

A receita é uma das primeiras do meu caderno, que já não é o original pois já mudei umas duas vezes por achar que a letra estava ininteligível…besteira de adolescente…e foi dada por uma vizinha da minha avó, a d. Clery, que mal sabia do sucesso que esse bolo faria em casa.  Nem sonhava que muitas vezes esse bolo foi a desculpa para chamar aquele “amor platônico” da pré-adolescência para lanchar em casa e dizer que eu havia feito a delícia; quantos lanches com amigas regados a muita risada e segredos…ou então simplesmente para matar a vontade de comer uma guloseima de chocolate no meio da tarde! Momento flaschback!

Sempre assamos em tabuleiro e depois de colocada a cobertura era cortado em quadradinhos milimétricamente corretos para não dar briga…família grande…já viu! Mas hoje em dia prefiro assar meus bolos em forma de buraco, acho que assam melhor e o bolo fica mais bonito.

Este eu fiz para comemorar antecipadamente o aniversário do filhote na escola…ele entrou em férias e como o niver é só em julho quis cantar parabéns com os coleguinhas. Vamos a receita?

Bolo de Chocolate da D. Clery

xícara medidora: 200ml

Massa:

  • 3 ovos
  • 3 colheres (sopa) manteiga amolecida
  • 2 xícaras de açúcar
  • 2 xícaras de trigo
  • 3/4 xícara de chocolate em pó (uso sempre o do Padre)
  • 1 pitadinha de sal
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 xícara de leite

Separe as claras das gemas e reserve as gemas. Bata as claras em neve numa tigela, reserve. Bata a manteiga com o açúcar até ficar um creme fofo. Acrescente as gemas, junte os ingredientes secos e por último o leite aos poucos.  Bata bem. Com uma colher de pau incorpore as claras em neve (sem bater!) e o fermento em pó.  Leve para assar em forma de buraco untada com manteiga e enfarinhada.  Forno médio até passar no teste do palito.  Deixe amornar para desenformar.

Cobertura:

  • 1/2 xícara de chocolate em pó (uso sempre o do Padre)
  • 1/2 xícara de açúcar ( agora reduzi para 1/3 a quantidade)
  • 5 colheres (sopa) de leite
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 4 colheres (sopa) bem cheias de chocolate meio amargo ralado (acrescentei por meu gosto!)

Leve para engrossar em fogo baixo até que comece a soltar da panela quando se passa a colher de pau no fundo. Se você gosta de cobertura em abundância (como nós em casa) é melhor dobrar a receita, aí na hora de servir o bolo pode colocar sempre um pouquinho a mais…!

Observação: eu nunca uso margarina nas minhas receitas, não gosto do gosto. Também prefiro usar manteiga sem sal quando faço bolo ou outro doce. Ah, e o chocolate sempre de boa qualidade, e nada de achocolatado…please!

Anúncios