Arquivo | 11:07 am

Pão de Castanha do Pará

29 jan

jan10 022

English version

Já estou com outra receita desde pão na panificadora…ele é realmente fantástico, um dos mais saborosos que já fiz. 

Como faço pães toda semana tento ao máximo variar as combinações e receitas para não enjoar o paladar, afinal é uma delícia poder experimentar novos sabores e texturas, não?

Esta receita foi uma adaptação da receita básica que faço sempre, mas a inspiração foi uma receita de Pão com Amendoim, da Neide do Come-se. Gente, a Castanha do Pará ou Castanha do Brasil dá um sabor inigualável ao pão e a gordura do fruto seco funciona para dar maciez à massa do pão.  Ficou bom? Não, ficou uma loucura de bom…o perfume desse pão assando é uma coisa de outro mundo!

Quando fiz a primeira vez a receita me lembrei da Claudia, do Sabor Saudade, uma querida blogueira brasileira (doceira de mão cheia e muito inspirada no que escreve) que ama Castanha do Pará e mora lá longe na gelada Noruega.  Dedico este post a você, Claudia! Caso ainda tenha um pouco de castanha prove este pão!

Pão de Castanha do Pará

xícara medidora 200ml

1 xíc. de leite

3/4 xíc. de Castanha do Pará

1 colher (chá) de sal

1 colher (sopa) de açúcar

2 xíc. de trigo branco

1 xíc. de centeio

2 colheres (chá) de fermento biológico seco

1 ovo caipira

No liquidificador bata o leite com as castanhas até ficar muito bem misturado. Unte a vasilha da MPF com azeite e coloque esta mistura de leite e castanha do Pará triturada.  Acrescente o ovo, sal, trigo e centeio, açúcar e o fermento.  Coloque na função Massa (eu prefiro só misturar na MPF) e depois de ter cessado o ciclo transfira a massa para uma forma de bolo inglês untada com manteiga, faça uns cortes na superfície do pão e deixe crescer novamente por aproximadamente 45 minutos.  Leve para assar em forno pré-aquecido até dourar e sair um som oco ao bater com os nós dos dedos na parte de baixo do pão.

Assim que sair do forno pincele manteiga sobre o pão. Deixe esfriar uns minutos na forma e depois desenforme colocando-o numa grade para esfriar completamente.

Dicas:

  • Nos primeiros 10 minutos que o pão vai ao forno deixo a temperatura alta, depois passo para média / baixa.  O pão cresce e depois irá assar.
  • Fiz essa receita na MPF, como quase todas que posto, mas acredito que no método tradicional fique boa.  Caso você teste me dê um alô!
  • Sempre unto a forma de pão com manteiga, acho que não gruda tanto quanto o óleo e deixa um gostinho melhor na crosta do pão.
  • Gosto de cortar o pão depois que esfria…quase todas as vezes que cortei ainda quente ou morno ele esfarelou.
  • Este pão pode ser assado na MPF…eu é que não gosto muito. Prefiro assar no forno.
Anúncios