Archive | abril, 2010

Stick de Chocolate e Caramelo

28 abr

abril10 031

Sabe aquela receita que você tem que fazer de qualquer jeito? Não sossega enquanto não experimenta? Pois é, esta receita me deixou assim, não consegui me desligar enquanto não fiz e provei. Por que será que a gente é assim?

A receita tem uma aparência incrível e apareceu num programa de TV (Mais Você). Criado por uma moça que tem um atelier culinário e adora fazer doces, o prato é muito bonito e gostoso.  Pena que não anotei o nome da chef…

Segue a receita, que transcrevi daqui.

Stick de chocolate e caramelo

- 1/2 xícara (chá) de açúcar
- 270 g de farinha de trigo
- 170 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente

- 100 g de manteiga sem sal em pedaços
- 1/2 xícara (chá) de açúcar mascavo
- 2 latas de leite condensado

- 150 g de chocolate ao leite derretido e temperado
- 150 g de chocolate meio amargo derretido e temperado
- 50 g de chocolate branco derretido e temperado
Modo de Preparo
1- Numa tigela coloque a xícara (chá) de açúcar, 270 g de farinha
de trigo e 170 g de manteiga sem sal em temperatura ambiente e
misture bem até formar uma massa. Transfira esta massa para uma
fôrma (20 cm X 30 cm) untada com manteiga e com as mãos forre
todo o fundo e com as costas de uma colher alise a superfície
para ficar uniforme. Com um garfo faça furinhos na massa e leve
ao forno médio pré-aquecido a 180 graus por +/- 20 minutos ou até
que esteja firme ao toque e ligeiramente dourada. Reserve até
esfriar.

2- Numa panela coloque 100 g de manteiga sem sal em pedaços, a
xícara (chá) de açúcar mascavo e 2 latas de leite condensado e
leve ao fogo médio, mexendo sempre, até que o açúcar esteja
dissolvido e comece a ferver. Diminua o fogo e continue mexendo
até obter um creme espesso (+/- 5 minutos). Coloque este creme
sobre a massa (reservada acima dentro da fôrma) e deixe esfriar
por +/- 2 h.

3- Sobre o creme frio (que está na fôrma) faça colunas alternadas
com 150 g de chocolate ao leite e 150 g de chocolate meio amargo,
uma coluna ao lado da outra. Depois pingue chocolate branco
derretido por toda a fôrma e com a ajuda de um palito faça
movimentos aleatórios nos pingos de chocolate branco dando efeito
marmorizado. Leve a fôrma para a geladeira até o chocolate
endurecer (+/- 10 minutos). Retire da geladeira e corte. 
Observações do Mangia: preferi o doce sem o chocolate em cima, 
achei que fica um pouco doce demais para meu paladar. É um 
prato que agrada a todos, sirva após uma refeição ou com um 
cafezinho.  Rendeu bem e dividi com minhas vizinhas!

Como fazer Pate Brisee e uma torta de banana

20 abr

abril10 113

As várias receitas de torta que vejo em alguns blogs estrangeiros mencionam o uso de uma massa de torta pronta.  Lembro-me que quando moramos na Alemanha no supermercado era super comum e eu achava o máximo essa possibilidade de facilitar o trabalho. Compra-se a massa assada e recheia-se como quiser.

A medida que me aprofundo mais na arte de aprender a culinária percebo mais e mais que as coisas feitas em casa, com raras exceções, são muito melhores e mais saborosas que as industrializadas.  Daí, resolvi buscar uma receita da Martha Stewart de Pate Brisee, que é aquela massa normal de torta.

Fiz e gostei bem.  Fácil e ainda dá para congelar se não for usar tudo. Na verdade a massa rende para uma torta com massa em cima e embaixo, ou para duas tortas sem massa na cobertura. Ou ainda, caso prefira, uma torta com massa mais grossa.  No caso fiz duas massas para forrar a forma, usei uma e congelei a outra.  Minha forma de fundo falso tem 25cm e ficou muito bom pois deu certinho, massa fininha.

abril10 040

A segunda massa congelei e noutro dia usei para outra receita. Tirei do freezer e logo já tinha descongelado.  Ótima para visitas de última hora…

A receita traduzida da dona Martha:

Pate Brisee (massa de torta)

clip_image003clip_image003[1]

Pate brisee é a versão francesa para a clássica massa de torta.  Pressionar a massa na forma de disco ao invés de formar uma bola faz com que gele mais rápido. Este processo também ajuda na hora de abrir a massa e quando congelada a massa leva menos tempo no degelo.

Ingredientes

Rende 1 massa para forrar e cobrir ou duas para forrar.

  • 2 1/2 xícaras de trigo
  • 1 colher (chá) de sal
  • 1 colher (chá) de açúcar
  • 1 xíc. de manteiga sem sal, gelada e em cubinhos
  • 1/4 a 1/2 xíc. de água gelada

1. No processador misture o trigo, sal e açúcar.  Junte a manteiga e processe até que pareçam flocos, de 8 a 10 segundos.

2. Com o processador ligado junte a água gelada num fio.  Pulse até que a massa se forme sem estar muito líquida ou grudenta.  Não pulse mais de 30 segundos.  Para testar se está no ponto aperte um pouco da massa com os dedos: se estiver esfarelenta junte mais água gelada, 1 colher de cada vez até dar ponto.

3. Divida a massa em duas bolas iguais. Amasse e forme um disco e enrole em filme plástico.  Leve à geladeira por pelo menos 1 hora antes de usar.  Pode ser congelada por 1 mês.

4. Para descongelar retire do freezer e deixe em temperatura ambiente por uns 20 minutos para usar.

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

A torta de banana foi uma tentativa de reproduzir uma torta que minha tia Yvonne faz que adoro.

Torta de Banana

1 massa de Pate Brisee

3 bananas nanicas maduras

1 lata de leite condensado

1 1/2 lata de leite (medida da lata de leite condensado)

raspas de uma mexerica ou laranja madura

gotas de essência Toffee ou baunilha (opcional)

1 1/2 colher (sobremesa) de amido de milho

Numa panela coloque o leite condensado, o leite com o amido de milho dissolvido e a essência.  Deixe em fogo baixo e quando estiver engrossando adicione as raspas de laranja. Reserve e deixe amornar.

Forre a forma de fundo falso com a Pate Brisee, faça uns furinhos com um garfo e leve ao forno para pré-assar.  Uns 10 minutos em forno médio são suficientes.

Retire a massa do forno, disponha as bananas em rodelas e por cima o creme de leite condensado.  Leve novamente ao forno até que o creme esteja duro e dourado. 

Aguarde amornar e sirva ou leve à geladeira para comer gelado.

A aparência não ficou essa lindeza toda, o creme deu uma rachadinha mas achei que o sabor ficou delicioso.  Uma boa alternativa ao tradicional bolo de banana que faço quando as bananas já estão ficando maduras demais na fruteira.  E refrescante. Bom para um lanche ou uma sobremesa com um frisante bem gelado!

Pão com centeio e uva passa

16 abr

mar10 059

“Pão é a palavra mais calorosa e gentil de todas.  Escreva-a sempre com letra maiúscula, como você faz com seu próprio nome.” 
(Tabuleta de um café russo)

Adoro Pães com sementes, diferentes texturas de farinha, grãos e frutos secos.  Resolvi acrescentar uvas passas pretas sem caroço a uma receita que sempre faço.  Incrível como o pão ficou diferente e com outra cor. Vale experimentar!

Pão com centeio e uva passa

(xícara medidora 200ml)

1 xícara de buttermilk, iogurte ou soro de leite*

1 ovo inteiro

1 tablete de fermento fresco

1 colher (sopa) de açúcar mascavo

1 1/2 xícaras de centeio

1 1/2 xícaras de trigo

uma colher (chá) de sal

1 colher (sopa) de manteiga em temperatura ambiente

1/2 xícara de uvas passas pretas sem caroço

*faço o cottage em casa e o soro do leite que sobra uso nas massas de pão e bolo. Nessa usei o soro.

Na cuba da MPF untada com azeite coloque os ingredientes acima e ligue no ciclo Massa. Deixe acabar e coloque a massa numa forma de bolo inglês untada com manteiga.  Polvilhe trigo por cima do pão e faça um corte com uma faca afiada.  Leve para um local morno sem corrente de vento e deixe crescer por 45 minutos (usei o forno desligado com a luz acesa).  Pré-aqueça o forno a 220ºC e coloque o pão.  Deixe nessa temperatura por 10 minutos e depois abaixe para 190ºC.  Asse até estar dourado e passar no teste da batida (bata com os nós dos dedos na parte de baixo do pão até que saia um som oco).

Retire do forno deixe esfriar 10 minutos na forma.  Desenforme e deixe esfriar completamente numa grade antes de cortar.

Empadão de frango

14 abr

abril10 027

Outro dia uma amiga me pediu uma receita boa de empadão de frango e pensei, pensei, até que percebi que nunca havia feito um empadão em casa, nem sei porque…

Procurando uma receita que me parecesse boa achei na internet, no Cybercook, esta receita ótima.  O que achei melhor foi que não usa gordura vegetal e sim manteiga.  A massa com a gordura vegetal fica bem esfarelenta, bem bonita e gostosa, mas para a saúde a manteiga é melhor.  Leia mais sobre a gordura hidrogenada aqui e aqui.

Esta receita é uma delícia mesmo, eu fiz a massa com base na receita acima e o recheio foi o que costumo usar para tortas de frango.

Empadão de Frango

Massa:

400 grs de farinha de trigo

220 grs de manteiga gelada e picada

1 ovo inteiro (batido)

2 gemas de ovo (batidas)

1 colher (chá) de sal

3 colheres (sopa) de leite frio

1 colher de (sopa) de iogurte natural

Recheio:

3 peitos de frango médios (sem osso e sem pele) cozidos e desfiados

alho e cebola à gosto

4 colheres (sopa) de molho de tomate caseiro

sal

azeite

cheiro verde picadinho

1 colher (sopa) de amido de milho

1/2 xícara de cenoura ralada

1/2 xícara de milho verde cozido

Modo de fazer:

Massa:  em uma tigela colocar o trigo com a manteiga e amassar com a ponta dos dedos até forma uma farofa. Misture o ovo, a gema, o leite, o iogurte,o sal e coloque na farofa. Amasse muito até a massa ficar lisa. Embrulhe e papel filme e leve à geladeira por 15 minutos.
Abra a massa (reserve uma parte para fazer a tampa da torta), forre o fundo e os lados de uma assadeira de fundo falso (25cm de diâmetro), espalhe o recheio, coloque a tampa da torta, aperte bem a lateral, retire excesso da massa, pincele uma gema com o fio de azeite, decore a gosto, e leve ao forno a 200ºC por 40 minutos, ou até que esteja totalmente dourada. Pode fazer decoração sobre a torta, como eu fiz os corações.

Recheio: numa panela refogue alho e cebola picadinhos com azeite.  Acrescente os peitos de frango desfiados, o molho de tomate, sal, a cenoura ralada e o milho verde. Deixe cozinhar um pouco e pegar gosto.  Corrija o sal e acrescente o amido de milho dissolvido num dedinho de água.  Engrosse um pouco e por último junte o cheiro verde.  Use o recheio quando estiver morno, quase frio, senão poderá encruar a massa.

Dica: essa massa é básica, o recheio pode ser variado ao gosto do freguês: camarão, bacalhau, carne seca ou o preferido da sua casa!

Que bela sopa! De mandioca com carne…

12 abr

abril10 024

A música da Adriana Calcanhoto, Canção da Falsa Tartaruga, fala sobre uma sopa de osso com aveia…e me vem sempre à mente quando estou pensando em fazer uma sopa. Para aqueles que não conhecem (eu tenho filho pequeno…) dêem uma olhadinha aqui

Essa receita é uma delícia, aprendi com minha mãe que por sua vez aprendeu com um primo dela…dica de família.  Um creme de mandioca com carne moída ou picada bem pequenininha.  Super reconfortante…própria para esse friozinho outonal.  Foi o cardápio de sábado à noite.  Fiz umas torradinhas de pão francês com azeite e orégano…hummmm!

Sopa de mandioca com carne moída

Numa panela de pressão coloque 4 xícaras de mandioca picada crua, cubra com água, junte um cubo de caldo de carne, alho e cebola à gosto e 380g (aproximadamente) de carne moída crua (usei patinho desta vez). Depois que pegar pressão, abaixe o fogo e conte 30/35 minutos.  Desligue, espere esfriar para abrir e veja se a mandioca está cozida.  Corrija o sal e deixe ferver um pouco sem a pressão, para a mandioca desmanchar.

Na hora de servir salpique cheiro-verde picado e queijo parmesão ralado.

* Desta vez fiz diferente: a mandioca que eu tinha já estava cozida e congelada.  Fiz um bom refogado com a carne, coloquei 3 colheres sopa de molho de tomate caseiro, sal e deixei pegar gosto. Reservei. Na panela de pressão coloquei a mandioca já cozida (descongelada) e cobri com água. Coloquei o cubo de caldo de carne e deixei tomar pressão por uns 15/20 minutos.  Desliguei, deixei esfriar, abri e fiz um creme usando o mixer.  Juntei a carne já refogada e deixei ferver um pouco sem a pressão. Servi com o cheiro-verde e o queijo ralado.

Folar de Páscoa delicioso!

9 abr

abril10 003

Recipe in English

Levei esse folar para a casa da minha avó nesta Páscoa, foi um agradinho para os queridos e queridas que lá estavam.  Ficou uma delícia e me deixou tão satisfeita pois além de gostoso estava lindo (modesta, eu???)!  Gente que massa boa de trabalhar! E ainda feita na MPF…vou repetir várias outras vezes. Não consegui trançar direito e sobrou um pedacinho de massa que moldei como pão pequenino.  Dá para fazer a forma que quiser.

Usei como base a receita do Pão, Bolos e Cia.  Modifiquei um tantinho pois queria que o pão pudesse ser comido num sanduíche ou no chá, então não coloquei erva doce ou canela.  Adorei o blog, e o melhor, há outras maravilhosas receitas esperando para serem feitas…

Folar de Páscoa (ou para qualquer outro dia do ano!)

Para a massa:
250ml de leite morno
2 colheres (chá) de fermento biológico seco
1 ovo
110g de açúcar
570g de farinha branca
100g de manteiga ou margarina amolecida

Decoração:

1 ovo (para pincelar)
um tantinho de café para pincelar

Na cuba da MFP, juntar os ingredientes pela ordem mencionada.
Seleccionar o programa "Massa" e deixar prosseguir até ao fim. A massa no início parece pegajosa, mas com o amassar irá ficar macia, elástica e desprende-se.
Dividir a massa, para dois folares, ou tomá-la toda, para um só folar, e numa superfície enfarinhada moldar uma bola com a massa do folar, enrolando os lados para baixo e para dentro, tornando a superfície lisa.
Enfarinhar um tabuleiro forrado com papel vegetal ou tapete de silicone e moldar o folar.

Caso deseje faça trança usando rolinhos da massa, confesso que não consegui fazer direito da primeira vez…devo tentar novamente! Pode moldar pãezinhos também!

Misture o ovo batido com um tantinho de café frio e pincele. Deixe descansar 15min. enquanto o forno aquece.
Levar ao forno pré-aquecido, a 180ºC durante 30-35min.
Retirar e deixar esfriar numa grade para cortar.

Muito saboroso!

Almoço de domingo: Camarão na moranga

6 abr

abril10 016

Nossa Páscoa foi uma delícia, família reunida, muita risada, alto astral e comida maravilhosa!

A sugestão foi da minha mãe: Camarão na moranga e Carne Seca na moranga! Ela e meu pai estavam super orgulhosos da produção do sítio…trouxeram figo (muuuuuuuuito), alho, ovo caipira, maçã…vixi, quanta coisa boa! E também duas morangas muito lindas que foram o tchan do almoço!

Desta vez trago a receita do Camarão na moranga, feito por mim. Com a moranga do sítio dos meus pais, totalmente orgânica e o camarão delicioso de Laguna, SC (o melhor que já comi!) foi um presente dos céus!

Camarão na moranga

(serve 4 pessoas)

uma abóbora moranga grande

aproximadamente 850g de camarão rosa médio limpo (sem casca e cabeça)

1 lata de creme de leite

azeite

sal

alho e cebola picadinhos à gosto

3/4 xícara de molho de tomate

1 dose de conhaque

cheiro verde picadinho à gosto

Preparando a abóbora: lave muito bem a abóbora e passe óleo sobre a casca.  Leve ao forno médio dentro de uma assadeira até que comece a amolecer a casca. Retire do forno e com cuidado retire a tampa da abóbora com uma faca afiada. Usando uma colher retire as sementes e leve novamente ao forno para cozinhar por dentro.  (No total quase 1h 15minutos).  Retire novamente do forno e com uma colher retire a polpa cozida, cuidado para não furar o fundo e as laterais. Utilize a polpa em outra receita.  Reserve a abóbora e a tampa.

Dependendo do tamanho da abóbora o tempo de forno pode variar.

Preparando o camarão:  refogue o alho e a cebola picadinhos em azeite até começar a dourar.  Em fogo médio/baixo acrescente o camarão e refogue também, só para ficar vermelhinho.  Junte o conhaque e mexa para evaporar o álcool (3 minutos).  Acrescente o molho de tomate e corrija o sal. Caso necessário engrosse um pouco este molho com uma colher de sobremesa de amido de milho.  Quanto estiver cozido desligue o fogo e acrescente o creme de leite.  Coloque na abóbora, salpique cheiro verde picadinho e tampe. Sirva imediatamente com arroz branco e batata palha.