Arquivo | 10:48 am

Blackberry Kuchen ou Bolo de amoras pretas

25 nov

DSC03355

English recipe

Como na casa dos meus pais em Santa Catarina, na nova casa, agora mais perto de nós, há pés de amora preta em plena safra! Em toda a extensão do muro que divisa a casa pela direita há arbustos plantados e produzindo muitas frutinhas!   E muitas raízes passaram por debaixo da grade divisória e brotaram no lado do terreno dos meus pais. Mas para nossa felicidade os vizinhos donos das frutas são muito camaradas e autorizaram meus pais a colherem o que lhes apetecer, já que passam a maioria do tempo fora e as frutas estavam estragando ou só alimentando as abelhas e outros insetos que também apreciam as berries. Trouxe uns 2k da fruta!

DSC03320 

A amora preta (Rubus spp), cultivada nas regiões mais frias, serve muito bem para o consumo in natura ou produção de sucos, geléias, compotas, bolos e tortas. Contém várias substâncias benéficas à saúde, com altos teores de cálcio e potássio e é reconhecida como anti-séptico, digestivo, calmante e diurético. Além disso, alguns estudos nos Estados Unidos estão sendo feitos a partir da possibilidade de componentes da fruta combaterem alguns cânceres. (Leia mais aqui e aqui.)

O arbusto prefere clima mais frio e quando está em plena safra contém frutos maduros e ainda vermelhos (em processo de maturação) ao mesmo tempo, fazendo com que aquele que colhe as amoras tenha que diariamente colher a fruta, pois de um dia para outro novas frutas amadurecem. Já falei antes dela neste post.

Cuidado na colheita, pois no impulso os dedos podem ser machucados pelos finos e doloridos espinhos que protegem as delicadas frutas, que também devem ser cuidadosamente retiradas da planta para não serem esmagadas pelos dedos. Após colhidas as frutas devem ser conservadas na geladeira e só lavadas na hora do consumo para durarem um pouco mais, infelizmente só alguns dias…

DSC03313

Procurei uma receita para usar a fruta in natura e achei este Kuchen no site da fazenda Larriland, em Mariland, EUA, produtores de várias berries há muito tempo. Há várias receitas e possibilidade de ir até lá para colher as suas próprias frutas!

O Kuchen é um tipo de bolo original da Alemanha, que normalmente contém fruta. Confesso que ao fazer a receita achei que a massa ficaria muito fina e mais parecida com uma torta, mas o fermento fez com que crescesse e virasse um tipo de bolo, tipo coffecake, mais denso do que o normal, e a farofinha que vai em cima da fruta dá um toque muito especial! Recomendo! E pode ser feito com outras frutas in natura!

BLACKBERRY KUCHEN

xícara medidora 240ml

Recheio:

4 1/2 xícaras de amora preta lavada e seca

1/3 xícara de açúcar branco

1/4 xícara de trigo

Massa:

2 xícaras de farinha peneirada

1/3 xícara de açúcar branco

1 colher (chá) de fermento em pó

1/3 xícara de manteiga amolecida (sem sal)

3 ovos grandes

Streusel (farofinha):

1/3 xícara de açúcar branco

1/2 colher (chá) canela (não usei)

2/3 xícara de farinha peneirada

1/3 a 1/2 xícara de manteiga gelada (sem sal)

Recheio: combine o açúcar e o trigo e em uma tigela funda com cuidado coloque as frutas, envolvendo-as com essa mistura. Reserve.

Massa: peneire o trigo, açúcar e o fermento.  Junte a manteiga e os ovos.  Vá trabalhando os ingredientes para fazer a mistura homogênea (pode usar as mãos).  Eu fiz no processador. Cubra o fundo e laterais de uma forma de fundo falso de 25cm de diâmetro. Dê umas furadinhas na massa com um garfo.

Streusel: peneire o açúcar, trigo e canela (não usei) numa tigela.  Coloque a manteiga em pequenas pelotinhas (tamanho de ervilhas) e vá misturando com as mãos até formar a farofinha, tipo migalhas.

Sobre a massa já na torteira coloque as frutas reservadas e cubra com o streusel.  Asse em forno pré-aquecido médio, por 30 a 35 minutos ou até dourar as laterais.  Retire do forno, aguarde amornar e  desenforme.

Fica divino morno, frio e também com uma bola de sorvete! Ou com o nosso cafezinho!