Arquivo | dezembro, 2011

Torta de amora preta (blackberry)

13 dez

DSC05504

Mais uma deliciosa receita para aproveitar as lindas e suculentas amoras (blackberries) da casa da minha mãe. Temos que ser rápidas, elas amadurecem e logo os insetos atacam, daí não servem mais para o consumo humano. Desta vez colhi com muito cuidado, somente as que estavam intactas, bem maduras e ainda assim colhi quase dois quilos!

DSC05480

Resolvi fazer um pouco de geléia com limão siciliano e também sorvete (mas esqueci de fotografar, ficou de um roxo maravilhoso!) e um tantinho que restou fiz esta torta. 

Esta receita está no caderno da minha mãe há um tempão, não tem a fonte… É super fácil de fazer. O segredo é a fruta que será a rainha da torta, tem que estar no auge da estação e segurar bem um tempo de forno.

Simples assim. Gosto da receita pois a massa não é massuda, fica um equilíbrio bom entre a quantidade de massa e a fruta. Ainda mais quando é uma fruta carnuda como essa amora…

Esta receita já apareceu por aqui, mas como é fácil, gostosa e muito versátil, apresento agora com outra fruta!

DSC05506

Torta de Amora Preta

125g de manteiga sem sal em temperatura ambiente

125g de açúcar

2 ovos em temperatura ambiente

250g de trigo

1 pitada de sal

1 colher (chá) de fermento em pó (para bolo)

zest (casca ralada) de 1 limão ou 1 colher (sopa) de rum

amoras pretas frescas lavadas e secas

açúcar baunilhado ou de confeiteiro

Modo de fazer:

Num bowl misture todos os ingredientes, menos as frutas,  mexendo com uma colher de pau para incorporar bem.

Forre o fundo de uma forma de 25cm de fundo falso, não precisa untar. Por cima da massa arrume as frutas inteiras se forem pequenas como amoras, cerejas, uvas Isabel, morangos, framboesas etc…

Deixe dourar nas bordas em forno médio/baixo. Assim que retirar do forno polvilhe açúcar de baunilha ou de confeiteiro sobre a fruta. Espere esfriar e desenforme com cuidado.

Melhor consumir em no máximo dois dias pois a fruta pode deixar a massa úmida.

Anúncios

Agradinhos de Natal: Etiquetas para imprimir e usar

6 dez

etiqueta – imprima numa folha A4 de etiqueta em branco e recorte!

clip_image002

tag – imprima em papel mais grosso e recorte. Faça um furo

no local marcado e amarre no seu presente!

image    image

Faz tempo que ando querendo colocar alguma coisa diferente por aqui, pensei , pensei e achei que essas tags e etiquetas seriam um agrado legal para os amigos e amigas do Mangia.

Não sou ilustradora nem design, então me perdoem o jeito rústico e sem muita técnica, mas gosto de me propor desafios e aprender a fazer etiquetas é um deles. Ainda uso um programa bem básico, mas quero aprender mais.  Sempre fico chateada pois não acho etiquetas da maneira que quero e mandar fazer é mais custoso…

Espero que gostem.  Clique sobre a imagem e imprima.

Feliz Natal!

Banana à milanesa para a Maria

3 dez

DSC05658

Mesmo um pouco atrasada não quis deixar de mandar essa sugestão simples e saborosa para a Maria, uma portuguesa guerreira voluntária no Timor Leste e leitora do Tertúlia de Sabores. A Moira pediu aos leitores e amigos que dessem sugestões de receitas para a Maria usando um número reduzido de ingredientes e utensílios que ela possui. Leia mais aqui.

Essa receita é simples e muito saborosa, não costumo fazer muito pois é fritura e prefiro utilizar o forno para empanados, mas o gostoso é frita mesmo.

O termo à milanesa significa que é empanado com farinha de rosca, no caso a banana é passada em ovos batidos e depois na farinha de rosca. Diz-se que o termo vem de uma receita servida num almoço em Milão (Itália) em 1134. Leia mais aqui.

Maria, espero que adoce seus dias! Parabéns ao Tertúlia de Sabores e a Moira pela linda iniciativa!

Banana à milanesa

(para duas pessoas)

4 bananas nanicas médias ou 2 grandes descascadas

1 ovo batido (usei caipira)

farinha de rosca para empanar *

óleo para fritar

* eu faço minha farinha de rosca, guardo o pão francês que não é consumido e depois passo no ralador do processador, fica uma farinha mais flocada, tipo Panko. Ou então passo na lâmina mesmo, aí fica bem fininha. Depende do que irei empanar. A banana com a farinha de rosca flocada ficou mais crocante!

Passe as bananas no ovo batido, depois na farinha de rosca e frite em óleo quente até dourar. Escorra numa toalha de papel e sirva quente.

Eu servi com arroz e frango ao curry, mas pode ser sobremesa se servir com uma bola de sorvete de creme ou chocolate!

Hearty bread

2 dez

DSC05633

Não dá para ficar sem pão integral em casa, muitas vezes não dá tempo para fazer nova fornada então entra o pão da padaria mesmo. Gostoso quando crocante e quentinho, o pão branco não alimenta da mesma forma que o feito em casa, ainda mais quando é o que leva sementes, frutos secos, farinhas múltiplas…e amor.

Este pão é delicioso, uma variação interessante da receita que costumo usar. Adicionei algumas coisas diferentes e o resultado foi um pão rico em sabor, textura e com certeza cheio de vida.

Apesar de estarmos quase no verão aqui no Brasil, pensei numa receita de pão que pudesse refletir um pouco do outono, que trouxesse conforto para quem o experimentasse. E assim iria participar do Bread Breakind Day #44, desta vez com o blog Winged Snail como host. Mas não consegui postar a tempo…ou melhor, o computador processou a postagem com alguns minutos a mais e passou da meia noite…então não dava mais para participar, já que o deadline era dia 01 de dezembro…

Tudo bem, o pão é muito bom, para fazer muitas e muitas vezes.

Hearty Bread

xícara medidora 240ml

1 xícara de iogurte natural

1 xícara de centeio

1 1/3 xícara de trigo branco

1 xícara de trigo integral

1/3 xícara de flocão de milho

15g de fermento fresco para pão

1 colher (chá) sal

2 colheres (sopa) de melado

1 ovo

1 colher (chá) de 5 spice

2 colheres (sopa) de côco queimado

1 colher (sopa) de sementes de girassol

1 colheres (sopa) de uva passa sem sementes

1 colher (sopa) de óleo de milho

Côco queimado:

1 pacote de 100g de côco desidratado em flocos

2 colheres (sopa) de açúcar

1 colher (sopa) de manteiga

Leve os ingredientes ao fogo baixo mexendo sempre até que o côco esteja dourado. Desligue o fogo e deixe esfriar. Guarde em vidro ou recipiente hermeticamente fechado.

DSC05627

Modo de fazer o pão:

No bowl da máquina de fazer pão coloque o iogurte, fermento, farinhas, sal,

melado, ovo, uva passa, girassol, flocos de milho, côco queimado e o óleo.

Selecione o ciclo massa e espere acabar. Coloque a pedra de pizza no forno para aquecer e sove um pouco o pão para dar a forma de bola e deixe crescer numa tigela forrada com pano enfarinhado e cubra com outro pano. Deixe dobrar de volume.

Leve para assar na pedra de pizza enfarinhada com fubá ou farinha, faça alguns cortes na superfície do pão com gilete ou faca.  Asse até que esteja dourado e passe no teste da batida (bata com os nós dos dedos na parte de baixo do pão até que saia um som oco).  Deixe esfriar completamente numa grade.