Arquivo | Blog evento RSS feed for this section

Pão de queijo / Cheese bread World Bread Day 2010

13 out

pão de queijo travessa 4

(Scroll down for English, please)

Apesar de não ser mineira de nascimento sou mineira de coração. Fiz faculdade em Juiz de Fora e me apaixonei mais ainda depois de morar naquelas terras. Tenho grandes amigos mineiros, sempre com um sorriso largo e fraterno para dar, que sabem receber bem, dividir histórias e conhecimentos, além de dividirem comidas e quitandas de comer de joelhos. Uma delas é o delicioso Pão de Queijo. 

Esse pãozinho conquistou o mundo, e os apaixonados por ele vão desde crianças até os vovôs e vovós! Sua origem remonta ao século XVIII nas Minas Gerais e no meio do século passado conquistou o resto do país. Quem resiste ao cheirinho e sabor de um pão de queijo quentinho?

Basicamente a receita usa polvilho (doce ou azedo), banha, ovos, queijo, leite e sal. A receita que escolhi e que achei a mais perfeita que já fiz até hoje veio do blog da Renata, o Eternos Prazeres, uma mineira de mão cheia e coração quente! Rê, obrigada, fiz na casa da minha avó e quase não sobra! Todos adoramos!

Em Minas Gerais a tradição do pão de queijo é tão presente que em algumas regiões serve-se no café da manhã, almoço e jantar!

E com essa maravilha de receita participo do World Bread Day 2010 proposto pela Zorra. Dêem uma olhada no site para maiores detalhes! O último dia para participar é 16 de Outubro.

Vá coar um café para acompanhar!

Pão de Queijo

(rendeu perto de 80 pãezinhos)

Ingredientes:

1 quilo de polvilho azedo (usei doce) – tive que usar mais umas 3 ou 4 colheres para dar ponto
500 gramas de queijo Minas Padronizado ou Curado (usei um queijo curado maravilhoso que achei no Mercado Municipal em Sampa)
500 ml de leite; para escaldar
5 ovos inteiros
2 colheres (de sopa) de manteiga
1 colher (de sobremesa) de sal.

Modo de fazer:

Peneire o polvilho numa gamela. Meça o leite, a manteiga e o sal, aqueça-os até que a manteiga esteja totalmente derretida e o leite quase em ponto de fervura.
Adicione o leite (com a manteiga e o sal) sobre o polvilho, mexendo lentamente (este procedimento é denominado de escaldo do polvilho), irá permitir que o pão cresça melhor e se torne mais digerível.
Depois de escaldado, deixe que esta mistura esfrie um pouco e adicione os ovos. Esfarinhe a massa com as pontas dos dedos e solve muito bem. A massa deverá ficar maleável e uniforme, adicione o queijo (previamente ralado) e regule o ponto com um pouco de leite ou polvilho quando necessário. É melhor deixar a massa mais molinha, os pãezinhos vão ficar mais macios.
Molde sob formato de bolinhas no tamanho que preferir e leve ao forno previamente aquecido, ou se preferir congele as bolinhas para assar a medida que quiser.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

pão de queijo forma

Even though I wasn´t born in the state of Minas Gerais (Brazil), I carry a huge love for that place.  After going to university in Juiz de Fora (one city in Minas) I fell in love even more with that land.  I have great friends over there, always with a large and brotherly smile, they are great hosts, know very well to share stories and knowledge, not to mention their special food. One of them is the Cheese Bread.

These little ball bread conquered the world, from little ones to grandmas and grandpas! Its origin comes from the XVIII century in Minas Gerais but it was around the 1950/1960 that the rest of the country really got to know it well.  Who resist the smell and taste of a warm cheese bread?

Basically the recipe uses Tapioca starch, lard, eggs, cheese, milk and salt. The recipe is chose and found to be the most perfect one I ever baked comes from Renata, from Eternos Prazeres, one great person with a warm heart! Rê, thanks, I baked at my grandma and almost had no leftover! We all loved!

In Minas Gerais the tradition of Cheese bread is so strong that in some regions they are served at breakfast, lunch and dinner!

I submit this great recipe to World Bread Day 2010 hosted by Zorra! Take a look at her site for more details. The deadline is October 16th.

Go make some coffee to go along!

Cheese Bread

Ingredients:

1 k Tapioca starch (to get to the right consistency I used 4 table spoons more)
500 gr of  cured cheese or a strong cheese grated
500 ml milk, to scald
5 whole eggs
2 table spoons unsalted butter
2/3 table spoon salt

Sift the tapioca starch in a big bowl, set aside.

Put the milk, butter and salt in a pan and warm it almost until the milk boils.   Scald the liquids over the starch and  mix slowly, it makes the bread to puff better.

Let this cool for a while and add the eggs.  With your fingers mix and knead well.  The dough should be uniform and soft.  Add the grated cheese and with a little bit of milk or starch get the soft consistency.

The dough should be soft.

Make small balls, around 3cm diameter.  Put in buttered cookie pans and bake in a medium oven until brown on the bottom.

If you prefer you can freeze the little balls: take them to the freezer in the pans, let them freeze, then put them in sealed plastic bags and store until you need. Take them frozen to buttered pans to the oven to bake when necessary.

Yelds around 80 balls.

Red wine walnut tin loaf ou Pão de vinho e nozes

25 ago

062

Please scroll down for English

O tema do Bread Baking Day #33 é “Breads with Booze”, isto é, pães que contenham algum tipo de bebida na sua confecção. Já escrevi muito sobre o BBD e como gosto de participar. O último dia é dia 01 de setembro e quase fiquei fora. Este mês é a Adriana do Baking Powders que é a host do evento.

Confesso que demorei a me decidir sobre a receita, já que para mim é novidade usar bebida no pão, a não ser a receita de pão com cerveja, que já experimentei.

Usei como base uma receita do Dan Lepard e fiz algumas adaptações.

Pão de vinho e nozes (adaptado do Dan Lepard)

200g farinha de trigo branca
100g farinha de centeio
1 colher (chá) de sal
30g de fermento fresco para pão
125ml de vinho tinto

75ml de água
50g de noz  pecan em pedaços grandes

100g de noz pecan picadas
2 colheres (sopa) de azeite

Misture as farinhas, sal e fermento numa tigela. Reserve.

No liquidificador bata o vinho, a água e 50g das nozes com o azeite. Junte essa mistura aos secos na tigela.

Acrescente as nozes picadas e misture até que fique uma massa meio grudente. Cubra e reserve por 10 minutos.

Unte com óleo a superfície de trabalho e suas mãos e trabalhe a massa por 10/15 segundos.  Coloque de volta na tigela e cubra novamente por 10 minutos.  Repita a sova de  10/15 segundos e deixe a massa descansar na tigela (coberta) por 45 minutos ou até que dobre de volume.

Unte uma forma de pão com manteiga e trigo e modele o pão com a emenda da massa para baixo.  Cubra e deixe crescer por mais uma hora.

Polvilhe um pouco de trigo e faça talhos na massa com um estilete ou gilete.  Asse em forno pré-aquecido por 40 minutos ou até que esteja dourado e e ao bater no fundo do pão saia um som oco.  Deixe esfriar numa grade.

Adorei o resultado. O sabor do vinho é muito leve e achei que vai muito bem com as pecans. Farei outras vezes!

xxxxxxxxxxxxxx

059

Bread Baking Day #33 theme is “Breads with Booze”. I have already posted about BBD and how I really enjoy to participate in this event.  The last day to submit your recipe to BBD #33 is september 1st.  Adriana from Baking Powders is hosting it this time.

I have to confess that it took me a while to decide on the recipe, since is news for me to use booze in bread. The only time I did use was on beer bread. But I wanted something new.

I used this Dan Lepard´s recipe as a base but made a few changes.

The result came out so beautiful and tasty! The flavor of the wine is very subtle and it goes really well with the pecans.  Nice choice! I´ll be baking it again.

Red wine walnut tin loaf (adapted from Dan Lepard´s)

200g white flour
100g rye
1 tsp fine sea salt
30g fresh bread yeast
125ml red wine plus water to make 200ml
50g whole walnuts, plus 100g coarsely chopped
2 tbsp olive oil

Lightly mix the flours, salt and yeast in a bowl. In a blender, whizz the wine/water mix, the whole walnuts and the oil until smooth, then pour into the flour. Add the chopped walnuts and stir briskly to make a soft, sticky dough. Cover and leave for 10 minutes.

Rub a spoonful of oil on the worksurface and a bit on your hands. Remove the dough and knead on the oiled surface for 10-15 seconds. Return to the bowl, cover again, and leave for another 10 minutes. Finally, repeat the light knead, put the dough back in the bowl and leave for 45 minutes, or until almost doubled in height.

Oil and flour a 1lb loaf tin. Lightly flour the worksurface and roll the dough to roughly 15cm x 20cm. Now roll it tightly from the narrow end into a tight sausage, then plonk this seam-side down into the tin. Press down firmly, cover, and leave for an hour until doubled again. Preheat the oven to 200C/400F/gas mark 6.

Lightly dust the top of the loaf with flour and make criss-cross cuts in it with a knife. Bake for 40 minutes until the loaf pulls away from the tin and is a good brown colour. Remove from the tin and leave to cool on a rack.

Alma em festa

25 ago

063

Ontem chegou pelo correio um pacote mandado pelo Edu, do DCPV, após a participação do Mangia no InterBlog que ele coordena.  Ele já havia me avisado que mandaria um kit DCPV e também que junto vinha um mimo especial. Se estava curiosa, eu???? Imaginem… roendo as unhas!

Marido chegou em casa com o pacote nas mãos e me disse:"Vê, acho que é do moço do blog…”. Corri a abrir e na mesma hora minha alma se encheu de alegria. Quanta delicadeza do Edu e da Dé enviarem um presente assim. Um não, vários: um livro maravilhoso (A Cozinheira e o Guloso, conversas de comer e receitas de fazer), um bilhete muito carinhoso, um CD com as fotos da noite gastronômica e um pacote de lavandas provençais próprias para a cozinha.

Confesso que estava meio tristinha com um acontecimento naquele dia…mas o pacote me deixou tão feliz e de alma lavada que fiquei alguns minutos com um sorriso enorme.

Ele precisava ter mandado algo? Não, mas eles são tão especiais e gentis que fizeram e eu amei! Vou ler o livro com muito carinho e procurar receitas especiais para usar a lavanda.

No mais digo a vocês que a blogosfera tem sorte de ter gente boa assim. E minha alma continua em festa. Obrigada mesmo!

O Mangia no IB do Da cachaça pro vinho

10 ago

Interblog Mangia che te fa bene menu

clique na imagem para ampliar

Preciso lhes contar da minha alegria na participação do Mangia no Interblogs que o Edu do Da cachaça pro vinho promoveu!

Além do jeito gostoso que o Edu escreve, o que nos aproximou virtualmente foi o amor pelos sorvetes.  Trocamos figurinhas e receitas. E daí para a participação no IB…

Há mais de um ano ele me convidou para sugerir um menu que espelhasse o gosto e a cara do Mangia che te fa bene e a minha.

Na semana passada ele e os confrades saborearam as receitas que mandei e foram lindamente executadas. E hoje ele postou as fotos e as sensações que os pratos causaram… e eu fiquei toda boba!

Obrigada pelo carinho, Edu e amigos! Vocês fizeram com que meu dia ficasse mais especial! E as flores francesas e mineiras perfumaram o ar, adorei!  E aquelas lavandas sobre a sobremesa???? Hummm!

Dêem uma olhada no post aqui. Eu amei e tenho certeza de que também gostarão! E as receitas estão lá…!

Vale a pena sempre passar pelo Da cachaça pro vinho, além do Interblogs que pinta por lá há as dicas maravilhosas de restaurantes e viagens. Corre!

Suco de groselha para brindar o Figo Lampo

15 jul

 

maio10 024

Margarida está comemorando mais um ano de blog, o delicioso Figo Lampo, e  nos convidou a participar da festa com uma receita! Adorei a idéia, gostaria muito de conhecê-la pois acho seus posts e receitas muito especiais e bem cuidados, fico imaginando que querida que ela é!
Margarida, brindo ao blog e  você! Não sei se conhece essa groselha vinagreira, o suco é uma delícia e muito refrescante! Além da cor ser linda!

maio10 020

É uma planta completa em vários sentidos, ganhei da minha mãe que acho numa banca orgânica na feira!

Informação útil: as diferentes partes da planta têm várias utilidades. As folhas são ricas em vitaminas A e B1, sais minerais e aminoácidos. Quando ainda estão bem jovens e tenras, as folhas podem ser consumidas em saladas cruas; depois, um pouco mais velhas podem ser refogadas ou se tornar um ótimo ingrediente para o preparo de cozidos, sopas, feijão e arroz. O cálice vermelho tem um sabor azedinho e contém ácidos cítricos, hibístico, málico e tartárico. O cálice pode ser usado na fabricação de geléias, doces, picles, vinho, vinagre, sucos e também no preparo de um excelente chá. Para o preparo do suco são utilizados os cálices crus ou cozidos, que são triturados no liquidificador com água, depois é só coar e adoçar a gosto. O cálice triturado é aproveitado para o preparo de geléia ou doce. Já o chá é obtido a partir do cálice seco à sombra. As sementes possuem 17% de óleo e 25% de proteína.  Quer saber mais? Clique aqui: Jardim de Flores

Suco

lave bem o cálice (a “flor”) cru batido no liquidificador com água e açúcar e depois coei. Usei a olho, e fui colocando mais água e açúcar para ajustar ao paladar. Um gelinho e voilá! Coloque numa jarra bem linda e sirva com amor!

Panini com cream cheese e Castanha do Brasil – Bread Baking Day #31 / Panini with cream cheese and Brazil Nut – Bread Baking Day #31

30 jun

jun10 041

Bread Baking Day #31 - 3rd anniversary and giveaways (last day of submission July 1st)

Scroll down for English please

Este mês o Bread Baking Day comemora seu 3º aniversário! Todo mês amantes de pão produzem delícias de acordo com um tema pré-estabelecido e postam em seus blogs, e o evento tornou-se um sucesso que conta com a particpação de pessoas do mundo todo.

Para comemorar a data tão importante o tema escolhido pela Zorra foi “pães com nozes”, em inglês “bread with nuts”, o que engloba as frutas oleaginosas (nozes, castanhas, amêndoas, pistaches, pecans, entre outras, a própria criadora do evento menciona até côco).

Como participar do BDD #31?

  • Asse um pão com fermento utilizando qualquer tipo de oleaginosa, pode ser pão doce ou salgado.
  • Poste no seu blog com um link para esse post.
  • Preencha o formulário nesse post.
  • Somente uma participação por blog.
  • A receita poderá ser em Inglês, Alemão, Espanhol, Francês e Italiano. Se não for sua língua materna favor traduzir para uma dessas.
  • Último dia para participar:  1º de julho de 2010.
    Ah, além de participar, você poderá concorrer a 1 luva de silicone e 1 par de pegadores de silicone.

    Não precisa participar do BBD#31 para concorrer, mas se participar você concorrerá com mais chances.

    Vamos a receita que escolhi! A receita é da Federica e o que fiz foi acrescentar as castanhas. Ficou uma delícia, pãezinhos macios e super saborosos!

    Panini com cream cheese e Castanha do Brasil

550 gr trigo
20 gr açúcar
15 gr fermento de pão (fresco)
250 gr + 10 gr leite
20 gr manteiga (sem sal) em temperatura ambiente
20 gr banha
100 gr cream cheese                                                                                1/2 xícara de Castanha do Brasil picada
12 gr sal

Na MPF: unte a cuba da máquina com óleo ou azeite e coloque os ingredientes na ordem acima, ciclo massa. O pão irá ser sovado e fará a primeira fermentação. Retire da MPF, dê a forma de pãezinhos e deixe crescer novamente em assadeira untada com óleo ou sobre um tapete de silicone, aproximadamente por 40 minutos.  Leve ao forno pré-aquecido a 200ºC até que doure e até que passe no teste da batida (bata com os nós dos dedos na parte de baixo do pão até que saia um som oco). Deixe esfriar numa grade.

Sem MPF: misture numa tigela o trigo, fermento, açúcar e leite. Acrescente então o cream cheese e depois a manteiga e banha. Por último junte o sal e caso seja necessário mais 10g de leite.  Sove por uns 8 minutos e deixe crescer em local morno sem corrente de ar, coberto com um pano limpo.  Após dobrar de tamanho, dê a forma de pãezinhos e deixe crescer novamente em assadeira untada com óleo ou sobre um tapete de silicone, aproximadamente por 40 minutos.  Leve ao forno pré-aquecido a 200ºC até que doure e até que passe no teste da batida (bata com os nós dos dedos na parte de baixo do pão até que saia um som oco). Deixe esfriar numa grade.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

jun10 043

I just loved this paninis, they tasted great and are soooo soft! The recipe cames from Federica and I just added the nuts. If you try let me know!

Panini with cream cheese and Brazil Nut

(cup 200ml)

550 gr bread flour
20 gr sugar
15 gr fresh yeast                                                                                        250 gr + 10 gr leite
20 gr unsalted butter (room temperature)
20 gr lard
100 gr cream cheese                                                                                1/2 cup of diced Brazil Nut
12 gr salt

Bread machine: rub the bread machine bowl with oil or olive oil and place all the ingredients, dough cicle.  When the cicle finishes take the dough out of the bread machine and form little buns. Let it rise one more time on a buttered cookie pan or in a silicone mat for about 40 minutes. Bake in a pré-heated 390ºF until golden until a hollow sound comes out when you knock the base of the bread. Cool on a wire rack.

 

Old way: in a bowl mix the flour, yeast, sugar and milk. Add the cream cheese, butter and lard. Mix well. Add then the salt and if you feel the need just put more 10g milk. Knead for about 8 minutes, cover with a clean cloth and let it rise in a warm, wind free place until it doubles volume.  Shape little buns and let it rise again in a oiled cookie pan for about 40 minutes. Bake in a pré-heated 390ºF until golden until a hollow sound comes out when you knock the base of the bread. Cool on a wire rack.

Livro do Cupcake

29 jun

O blog Bonifrati resolveu fazer um livro sobre Cupcakes e ele ficou pronto! O Mangia está lá, com um cupcake delicioso, o Peanut Butter Cupcake.

O livro pode ser salvo em pdf ou impresso! E ficou tão fofo! Adorei! E as receitas? Cada uma mais inspiradora do que a outra…dêem uma olhada e não se espantem se der aquela vontade de correr para a cozinha!

A receita mais votada vai ser feita pelo pessoal do blog Bonifrati e vai ganhar um Mensageiro. `Bora lá votar no mais gostoso…o daqui, please!!!! Até dia 06 de julho!
Beijos e aproveitem!

Pé de moleque

27 jun

jun10 036

Pé de moleque é uma delícia, não? Nessa época de festas juninas e frio dá mais vontade de comer esse tipo de comida que alimenta mais, dá mais sustância!
Aproveitanto a ocasião fui buscar uma receita de pé de moleque para saciar a vontade…e achei que esta é uma delícia.

Confesso que quando endureceu (assim que o doce vai esfriando ele endurece) fiquei achando que estava muito duro…mais parecia pralinê… Pensei que não daria para comer e poderia até quebrar um dente de algum desavisado.

Mas assim que passou um tempinho o doce ficou diferente, como se tivessem saído bolinhas de ar e a superfície ficou furadinha. Enfim, está uma delícia, tenho que tomar cuidado pois toda hora dá vontade de comer… acho que já vou dividir com as vizinhas.

Participo com essa receita da Quadrilha Gastronômica na Blogosfera – Ano II, proposta pela Ana do Eu Mulher. Dá um pulo até lá, tem cada delícia! E até amanhã ainda dá para participar!

 

A receita base é do blog Enkantos da Boa Mesa, tem cada coisa boa por lá…hummmmmm! Fiz algumas pequenas adaptações, veja a receita original aqui.

Pé-de-moleque na panela

  • 3 xícaras (chá) de açúcar
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de glucose de milho
  • 3 colheres (sopa) de manteiga sem sal
  • 1/2 kg de amendoim torrado e sem pele
  • 1 colher (chá) de bicarbonato dissolvida em 1 colher de (sopa) de água

Modo de preparo:

Para torrar os amendoins caso prefira comprá-los crus: leve ao forno médio numa assadeira grande, os grãos devem ficar espalhados, não sobrepostos. O ponto é quando começam a dourar um pouco e a casca sai fácil com o toque. Retire do forno e prepare-se para uma chuva de cascas. Vá esfregando os amendoins nas mãos até sair toda a casca.

Numa panela grande, misture todos os ingredientes, menos o bicarbonato. Leve ao fogo médio/alto e vá mexendo até levantar fervura. Deixe então ferver sem mexer, até que fique dourado. Retire do fogo, junte o bicarbonato, misturando bem. Quando não houver mais bolhas na mistura, despeje em uma assadeira untada ou na pia também untada com manteiga. Deixe esfriar um pouco e corte em quadradinhos.

Ou então faça como o Mangia: forre assadeiras com papel Assa tudo (tipo vegetal) ou tapete de silicone*, e vá colocando colheradas do doce, deixando um espaço pois ele dá uma esparramada.  Assim que esfria ele solta fácil, fácil.  Guarde em recipiente hermético.

* Usei o papel e o tapete de silicone, funcionou do mesmo jeito.

Receitas e participantes do Bread Baking Day #30

14 jun

 

PARTICIPANTES / ROUNDOUP

Please, scroll down for English version

Mais uma delícia de evento pela blogosfera, o Bread Baking Day #30 teve a Natashya como anfitriã e depois das receitas postadas nos vários blogs participantes, ela fez um apanhado para nosso total deleite.

Foram muitos pães e as receitas são incríveis, todas estão na lista a testar…aliás, essa lista só aumenta, a proporção entre o que consigo fazer e o que realmente faço é muito desproporcional…

Dêem uma olhada nas fotos e deliciem-se!

Ap269 do Family and Food, Alemanha, com o Twisted Chocolate Cinnamon Babka

Deeba do blog Passionate About Baking, India, fez este Finnish Chai Spice Pulla

Judy do Judy’s Gross Eats, EUA, fez esses Pizza Twists

Mimi do Baking Fix, EUA, fez Silly Twisty Breadsticks

Nancy do Corner Loaf, EUA, fez Stout, Oat and Honey Knots

Ruby do Aus Rubys Küche, Alemanha, fez Pain Tordu

Stanimira do Little Things Life, Bulgaria, fez Braided Easter Bread

Stefanie do Hefe und mehr, Alemanha, fez Burger Pretzels

Tartasacher do Mil Postres, Espanha, fez Pan de anís entrelazado

Zaira do La cocina de Zaira, Espanha, fez Caracolas de pan de aceite de oliva

Umm Mymoonah do Taste of Pearl City, Alemanha, postou Stuffed and Twisted Bread

Kelly do A Messy Kitchen, EUA, fez Apple Twingles

Ilva do Lucullian Delights,Itália, assou Robert May’s French Bread from 1660

Priya do Priya’s Easy N Tasty Recipes, França, fez Vegan Herbed Sesame & Cumin Seeds Braided Breads

Sandra do Gesund Geniessen, China, postou Olive, Herb, and Parmesan Breadsticks

Adriana do Baking Powders, EUA, também fez Step by Step Challah

Elle do Feeding my Enthusiasms,EUA., fez Oatmeal Sourdough Braid with Lemon Marmalade

Jamie do Life’s a Feast, França, Braided Herbed Parmesan Focaccia

Susan do Wild Yeast, EUA, Rosemary Sourdough Twists

Tanna do My Kitchen in Half Cups, EUA,Twisted Ciabatta

Elizabeth do Blog from OUR Kitchen, Canadá,  Sesame Twisted Rings

Elra do Elra’s Baking, EUA, Twisted Sweet Potato Cranberry Rolls

Gul do Aegean Eating, Grécia, Aegean Farmer’s Bread

Zorra do 1x umruehren bitte aka kochtopf, Pain Paillasse

Margaret, my baking buddy of Tea and Scones, U.S., made this delicious Braided Cheese Stuffed Garlic Parmesan Bread.
Swathi do Zesty South Indian Kitchen, EUA, Braided Rye Bread

Tina do Chocolate River, Alemanha, Estonian Kringel

Natalia do gatti fili e farina, Itália, Torcetti al Cioccolato

Paul do Yumarama, Canadá, Grissini with a Twist

Cascabel (Petra) do Chili und Ciabatta, Alemanha, Raisin Brioche Twist

Chaosqueen do Chaosqueen’s Kitchen, Alemanha, Geschlungenes Rosinenbrot

Sam do Sam’s Bake Journal: The Science of Baking Revealed, Cingapura, Cranberry Almond Plait

Joanne do Eats Well with Others, EUA, Pomegranate Bagel Twists

Rachel do Tangerine’s Kitchen, India, Feta and Spinach Twist

Cathy do Bread Experience, EUA, Rhubarb Cream Cheese Braid

Lien do Notitie van Lien, Holanda, 6-Strand Challah

Verena (eba!!!!) do Mangia che te fa bene, Brasil,  Challah

Aparna do My Diverse Kitchen, Índia, Garlic Knots

Cinzia do Cindystar, Itália, Mafalda – Sesame Sicilian Bread

Heather do Girlichef, EUA, Twisted Everything Bread

Natashya do Living in the Kitchen with Puppies, Braided Peasant Loaves

Participei com o twisted Challah e fiquei impressionada com tantas delícias postadas pelos blogs mundo afora. Esse evento é uma ode aos pães em geral, criado pela Zorra e estará comemorando o 3º ano de existência.  Aguardem o post explicativo logo, logo…

XXXXXXXXXXXXXXXXXX

Another great blog event, Bread Baking Day #30 was hosted by Natashya.  After the recipes were posted by all the blogs, she made a round up with the posts and recipes.

So many breads and the recipes are amazing, all in my to do list… BTW this list only increases and the proportion between what I actually fixed and what there is to try is very low…Have to work harder on that!

Take a look at the pics and visit the blogs, you´ll be delighted!

Now Zorra is announcing the BBDay 3rd Anniversary, but that´s another post.

Challah – Bread Baking Day #30 – Breads with a twist

31 maio

maio10 039

BreadBakingDay #30 - last day of submission June 1st, 2010

* Scroll down for English version

Como já postei há alguns dias, o Bread Baking Day #30 tem como tema Breads with a twist, que nada mais são do que pães torcidos da forma que você escolher!  Estes eventos para celebrar o pão foram criados pela Zorra do blog Kochtopf e este mês tem como host a Natashya do blog Living with the kitchen with puppies.

Amanhã é o último dia para postar sua receita com fotos e no dia 4/junho a Natashya vai tentar postar o round up das receitas que recebeu.

Mais informações aqui e aqui.

A receita deste pão delicioso veio do livro Making bread at home, do Tom Jaine. O Challah é um pão tradicional judaico, consumido no dia de descanso semanal, isto é, às sextas-feiras. Tem um modo especial de ser trançado e este é um dos segredos deste pão. Nesta receita a proposta é fazer um pão enrolado como um caracol e coberto com gergelim ou sementes de papoula.

Sempre quis experimentar essa linda iguaria e o fiz sem pretensões de seguir à risca as orientações religiosas, somente com a vontade de provar algo novo e muito saboroso. O pão fica muito bonito e é muito gostoso, vale a pena. Da próxima vez tento fazer a trança.

Challah

(1 pão grande)

2 ovos inteiros e água morna o suficiente para os dois ingredientes medirem 225ml

1 colher (sopa) de mel

15g de fermento fresco para pão

450g de trigo

1 colher (chá) de sal

60g de manteiga sem sal (temperatura ambiente)

1 gema de ovo batido com um pouquinho de água (eggwash)

sementes de gergelim ou papoula para decoração

  • Coloque os ovos e a água morna numa vasilha, acrescente o mel e o fermento fresco, mexendo bem para dissolver.
  • Coloque o trigo e o sal em outra tigela e incorpore a manteiga.  Faça uma cova e junte a mistura de fermento e ovos.
  • Aos poucos vá misturando até atingir uma massa macia e então sove numa superfície lisa e enfarinhada por aproximadamente 5 minutos.
  • Coloque a massa numa tigela levemente untada e cubra com plástico filme para não ficar com a superfície ressecada.  Deixe em temperatura ambiente por aproximadamente 3 horas.
  • Sove novamente a massa em superfície enfarinhada por 5 minutos e deixe crescer outra vez coberta com plástico filme por mais 1 ou 2 horas em local morno (26ºC), até que dobre de volume.
  • Para dar a forma no pão faça um cilindro de aproximadamente 40/50cm de comprimento  e enrole como um caracol, apertando bem a ponta para manter a massa enrolada enquanto cresce. Coloque numa forma untada com manteiga para crescer por mais 1 hora.
  • Pré-aqueça o forno a 200ºC enquanto a massa cresce.
  • Pincele a superfície do pão com o eggwash e polvilhe com a semente escolhida, caso queira usá-la.
  • Asse em forno médio/alto por aproximadamente 40 minutos ou até que passe no teste da batida (bata com os nós dos dedos na parte de baixo do pão até que saia um som oco).
  • Deixe esfriar numa grade.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

maio10 030

As I already posted some time ago, Bread Baking Day #30 has Bread with a twist as a theme this month.  These great events to celebrate bread were created by Zorra from Kochtopf and this month´s has Natashya from Living with the kitchen with puppies as the host.

Tomorrow (June 1st) is the deadline to post your recipe and picture and on June 4th Natashya will try to post the round up.

More information here and here.

This delicious bread recipe comes from the book Making bread at home, by Tom Jaine. Challah is a traditional jewish bread eaten on rest day, which is friday. There is a special way to braid this bread and this is one of the secrets of the recipe. In this recipe the author of the book proposes to make a twisted/coiled bread and cover with sesame seeds or poppy seeds.

I have always wanted to taste this beautiful food and baked it with no other purpose than that.  I did not follow religious instructions and did not mean to hurt other peoples feelings.  Just wanted to fix something new and flavorful. The bread is beautiful and very tasty, worth doing it! Next time I will try to braid as it should be.

Challah

(makes 1 large loaf)

2 eggs and tepid water in a jug, to measure in total 225ml

1 tablespoon honey

15g fresh yeast

450g unbleached white flour

1 teaspoon salt

60g unsalted butter

1 egg yolk beaten with a little water for glaze

poppy seeds or sesame seeds for decoration (optional)

  • Put the eggs and tepid water in a bowl, add the honey and yeast, and stir to dissolve.  Mix the flour and salt in a bowl and rub in the butter.  Make a well in the centre and pour in the yeast liquid.  Mix to a soft dough, then knead on a lightly floured work surface for 5 minutes.
  • Place the dough in a bowl with a piece of oiled clingfilm pressed to the surface, to prevent skinning, and leave to rise at room temperature for about 3 hours.
  • Turn out on to the lightly floured worked surface and knead for 5 minutes.  Return the dough to the bowl, cover again and leave to rise a second time in the warm (26ºC/80ºF) for between 1 and 2 hours, until at least doubled in size.
  • For the final shaping, gently roll the dough into a sausage about 40/50cm long taking care not to tear the skin on the top side and showing no joins from the turning and rolling.  Make a simple coil, pinching the end to hold the shape in the oven.  Place in a greased baking sheet, cover with oiled clingfilm and prove at 26ºC/80ºF for about 1 hour.  Meanwhile, heat the oven to 200ºC/400ºF.
  • Brush the loaf with the eggwash and scatter with the poppy or sesame seeds, if using.  Bake on the middle shelf of the oven for 40 minutes or until a hollow sound comes out when you knock the base of the bread.
  • Cool on a wire rack.