Arquivo | Encontros RSS feed for this section

Lembrancinha de Chá de Bebê com carinho e sem pesar no bolso!

25 mar

DSC04019

Pois é, está quase na hora da princesa nascer e minhas postagens já estão super escassas…depois de um tempo voltará tudo ao normal, prometo!

Amigos são um dos maiores tesouros que podemos ter, feliz de quem pode contar com seus amigos e chamar o outro assim, lá do fundo do coração.

Adoro meus amigos e ultimamente minhas amigas têm me paparicado bastante, uma delícia! Ganhamos tantas coisas lindas, outras emprestadas, abraços, beijos e carinhos, tem coisa melhor?

Hoje algumas amigas resolveram fazer um Chá de Bebê para minha pequena que vai chegar e eu não quero ir de mãos abanando…decidi fazer então uma lembrancinha para adoçar mais ainda a vida delas!

E aí pensei em aproveitar algumas coisas que já tinha em casa.  Vamos combinar que quando um bebê chega os gastos são grandes, mesmo com ajuda dos amigos e família sempre temos que comprar muitas coisas. Então peguei umas forminhas de PVC que tinha há tempos (daquelas para colocar docinhos, quindins, etc…) separei as partes de baixo e de cima, desencavei uma fita com motivos de cupcakes e umas margaridas lindinhas daquelas que colocamos docinhos de aniversário/festa dentro (fiz um furo para passar a fita), vejam a foto.

DSC04018

Fiz duas receitas de Cookies de Lavanda (sem o chocolate branco) e embalei num saquinho. Achei que ficou bem legal e com certeza as meninas vão gostar da lembrança!

Dá para fazer um agrado àqueles que merecem e aproveitar o que se tem em casa, é uma eco lembrancinha!

DSC04022

Beijos e até!

Blackberry Kuchen ou Bolo de amoras pretas

25 nov

DSC03355

English recipe

Como na casa dos meus pais em Santa Catarina, na nova casa, agora mais perto de nós, há pés de amora preta em plena safra! Em toda a extensão do muro que divisa a casa pela direita há arbustos plantados e produzindo muitas frutinhas!   E muitas raízes passaram por debaixo da grade divisória e brotaram no lado do terreno dos meus pais. Mas para nossa felicidade os vizinhos donos das frutas são muito camaradas e autorizaram meus pais a colherem o que lhes apetecer, já que passam a maioria do tempo fora e as frutas estavam estragando ou só alimentando as abelhas e outros insetos que também apreciam as berries. Trouxe uns 2k da fruta!

DSC03320 

A amora preta (Rubus spp), cultivada nas regiões mais frias, serve muito bem para o consumo in natura ou produção de sucos, geléias, compotas, bolos e tortas. Contém várias substâncias benéficas à saúde, com altos teores de cálcio e potássio e é reconhecida como anti-séptico, digestivo, calmante e diurético. Além disso, alguns estudos nos Estados Unidos estão sendo feitos a partir da possibilidade de componentes da fruta combaterem alguns cânceres. (Leia mais aqui e aqui.)

O arbusto prefere clima mais frio e quando está em plena safra contém frutos maduros e ainda vermelhos (em processo de maturação) ao mesmo tempo, fazendo com que aquele que colhe as amoras tenha que diariamente colher a fruta, pois de um dia para outro novas frutas amadurecem. Já falei antes dela neste post.

Cuidado na colheita, pois no impulso os dedos podem ser machucados pelos finos e doloridos espinhos que protegem as delicadas frutas, que também devem ser cuidadosamente retiradas da planta para não serem esmagadas pelos dedos. Após colhidas as frutas devem ser conservadas na geladeira e só lavadas na hora do consumo para durarem um pouco mais, infelizmente só alguns dias…

DSC03313

Procurei uma receita para usar a fruta in natura e achei este Kuchen no site da fazenda Larriland, em Mariland, EUA, produtores de várias berries há muito tempo. Há várias receitas e possibilidade de ir até lá para colher as suas próprias frutas!

O Kuchen é um tipo de bolo original da Alemanha, que normalmente contém fruta. Confesso que ao fazer a receita achei que a massa ficaria muito fina e mais parecida com uma torta, mas o fermento fez com que crescesse e virasse um tipo de bolo, tipo coffecake, mais denso do que o normal, e a farofinha que vai em cima da fruta dá um toque muito especial! Recomendo! E pode ser feito com outras frutas in natura!

BLACKBERRY KUCHEN

xícara medidora 240ml

Recheio:

4 1/2 xícaras de amora preta lavada e seca

1/3 xícara de açúcar branco

1/4 xícara de trigo

Massa:

2 xícaras de farinha peneirada

1/3 xícara de açúcar branco

1 colher (chá) de fermento em pó

1/3 xícara de manteiga amolecida (sem sal)

3 ovos grandes

Streusel (farofinha):

1/3 xícara de açúcar branco

1/2 colher (chá) canela (não usei)

2/3 xícara de farinha peneirada

1/3 a 1/2 xícara de manteiga gelada (sem sal)

Recheio: combine o açúcar e o trigo e em uma tigela funda com cuidado coloque as frutas, envolvendo-as com essa mistura. Reserve.

Massa: peneire o trigo, açúcar e o fermento.  Junte a manteiga e os ovos.  Vá trabalhando os ingredientes para fazer a mistura homogênea (pode usar as mãos).  Eu fiz no processador. Cubra o fundo e laterais de uma forma de fundo falso de 25cm de diâmetro. Dê umas furadinhas na massa com um garfo.

Streusel: peneire o açúcar, trigo e canela (não usei) numa tigela.  Coloque a manteiga em pequenas pelotinhas (tamanho de ervilhas) e vá misturando com as mãos até formar a farofinha, tipo migalhas.

Sobre a massa já na torteira coloque as frutas reservadas e cubra com o streusel.  Asse em forno pré-aquecido médio, por 30 a 35 minutos ou até dourar as laterais.  Retire do forno, aguarde amornar e  desenforme.

Fica divino morno, frio e também com uma bola de sorvete! Ou com o nosso cafezinho!

Bolo de uva

17 nov

DSC03301

Este final de semana fomos comemorar o aniversário da minha mãe e conhecer a nova casa onde ela e meu pai estão morando. A mudança foi um salto, do frio de Santa Catarina para o sul de Minas Gerais, pertinho….

Resolvi levar uns quitutes para o lanche, afinal as reuniões são sempre marcadas pela mesa cheia e farta. Fiz cinnamon rolls e este bolo de uva maravilhoso, originalmente, bolo de morango, que já tinha marcado há tempos para testar. Como as uvas Isabel já estão aparecendo no mercado e somos fãs, resolvi trocar os morangos, que não estão mais na época, pelas uvas. Grande escolha, ficou uma delícia! A receita original é da Tessa Kiros e vi no blog da Fer, Chucrute com Salsicha.

Fácil de fazer e muito versátil, pois pode ser usada qualquer fruta, desde que fresca, este bolo é ótimo para um lanche ou café da manhã. Surpreendeu-me a facilidade de transporte, pois não é esfarelento e aguentou bem a viagem, curta, mas afinal é uma viagem.

Aprovadíssima a receita, vou fazer muitas outras vezes, quem sabe com os lindos e perfumados pêssegos nacionais que também estão na safra?

Bolo de Uva (originalmente morango)

2 1/2 xícaras de farinha de trigo
1 colher (de sopa) de fermento em pó
1/2 xícara de açúcar super-fino [usei de confeiteiro]
Umas pitadas de noz moscada ralada na hora
2 ovos
1 xícara de buttermilk*

4 colheres (de sopa) de manteiga derretida
1 colher (de chá) de raspinhas da casca de limão
metades de uva Isabel sem caroço**[ela usa blueberries/ mirtilos e sugere morangos, mas frisa que qualquer fruta escolhida seja fresca, não congelada]
2 1/2 colher (de sopa) de açúcar demerara.

Pré-aqueça o forno em 400º/ 205ºC. Unte e enfarinhe uma forma retangular funda de mais ou menos 30X20cm. (Usei uma forma redonda de 25cm diâmetro.)Numa vasilha peneire a farinha, o fermento, o açúcar e algumas pitadas de noz moscada ralada. Na batedeira coloque os ovos e bata bem até eles ficarem claros e espumosos. Junte o buttermilk, a manteiga derretida e as raspas da casca do limão. Bata bem. Desligue a batedeira e junte a mistura de farinha, mexendo com uma espátula ou colher de pau bem delicadamente, só para incorporar os ingredientes. Se bater com força o bolo vai ficar duro.

Coloque a mistura na forma untada e enfarinhada, espalhando bem com uma espátula. Arrume as metades da uva com a parte cortada para baixo sobre a massa, depois salpique o açúcar demerara. Leve ao forno e asse por uns 25 minutos ou até passar no teste do palito. Deixe esfriar, corte em quadradinhos e sirva com café ou chá.

*buttermilk: numa xícara de leite integral coloque uma colher bem cheia de vinagre ou limão para talhar e espere 5 minutos.

** quantidade de uva: usei quase uma bandejinha inteira, depende do tamanho da forma utilizada.

O Mangia no IB do Da cachaça pro vinho

10 ago

Interblog Mangia che te fa bene menu

clique na imagem para ampliar

Preciso lhes contar da minha alegria na participação do Mangia no Interblogs que o Edu do Da cachaça pro vinho promoveu!

Além do jeito gostoso que o Edu escreve, o que nos aproximou virtualmente foi o amor pelos sorvetes.  Trocamos figurinhas e receitas. E daí para a participação no IB…

Há mais de um ano ele me convidou para sugerir um menu que espelhasse o gosto e a cara do Mangia che te fa bene e a minha.

Na semana passada ele e os confrades saborearam as receitas que mandei e foram lindamente executadas. E hoje ele postou as fotos e as sensações que os pratos causaram… e eu fiquei toda boba!

Obrigada pelo carinho, Edu e amigos! Vocês fizeram com que meu dia ficasse mais especial! E as flores francesas e mineiras perfumaram o ar, adorei!  E aquelas lavandas sobre a sobremesa???? Hummm!

Dêem uma olhada no post aqui. Eu amei e tenho certeza de que também gostarão! E as receitas estão lá…!

Vale a pena sempre passar pelo Da cachaça pro vinho, além do Interblogs que pinta por lá há as dicas maravilhosas de restaurantes e viagens. Corre!

Antepasto de Pimentão Vermelho e Amarelo ao Gengibre

8 jan

New_Dez2009 088

Este último mês foi muito intenso, a época das festas de final de ano são as mais esperadas por mim. Adoro o clima que fica no ar, todos ansiosos por estarem juntos e as crianças contando os dias para o Natal!

Minha irmã mais nova vem todo ano passar o Natal conosco, é a única vez no ano que a vemos, são as férias que ela consegue tirar e aproveita para curtir a família e os amigos aqui no Brasil.

Reunião de família em casa significa:comida…de todas as formas e a toda hora…é uma loucura, senta-se à mesa mesmo sem fome e de repente todos já estão buscando uma cadeira, outra xícara, mais pão…uma delícia!

Esta receita minha irmã fez como antepasto num almoço de domingo, adaptada do blog A la table de L, que é um perigo de tão delicioso!  A única coisa é que foi feito na manhã do almoço então o antepasto não teve muito tempo para curar o sabor, mas mesmo assim estava divino! O sabor do gengibre deu um toque muito especial!

Com um pão italiano ou uma baguette fica perfeito!

Poivrons marinés au gingembre

2 pimentões vermelhos

2 pimentões amarelos

azeite de oliva

um ou dois dentes de alho sem casca

um pedaço de 2cm de gengibre fresco sem casca

sal e pimenta à gosto

Com um descascador de legumes retire a pele dos pimentões e depois retire as sementes. Corte em tiras não muito finas e coloque numa assadeira untada com azeite.  Junte o alho em lâminas finas e o gengibre ralado ou cortado em pedacinhos.  Tempere com sal e pimenta e leve ao forno baixo (150ºC) por 30 minutos.  Espere esfriar e sirva.  Conserve por até 3 dias na geladeira em recipiente hermético coberto com azeite.

Bolo de Beijinho de Côco no encontro de amigas

19 out

Bolo de Beijinho de Côco blog

Este final de semana foi bem movimentado, no sábado aconteceu o segundo encontro de blogueiras na casa da Mari do Entre Agulhas e Panelas, e domingo comemoramos o 85º aniversário da minha avó.

Foi ótimo rever as meninas (Mari, Isa, Nana, Carmencita e Cinara) e conhecer a Iliane (com a neta Camille), Luciana, Tânia (com a filha Naty) e Carol (com a filhota Bia).  Mais uma vez a Internet trabalhando a favor, proporcionando grandes e importantes trocas de idéias, receitas, opiniões, e melhor ainda, uma ótima energia positiva.

Meninas, foi muito bom estarmos juntas! Mari, obrigada por abrir as portas da sua casa e do seu coração para nos receber com tanto carinho! Isa e Marcelo, obrigada por emprestarem a Mari e o canto de vocês por algumas horas…foi muito legal!

Obrigada pelos mimos: Nereime (que pena que não nos conhecemos!), Lu e Carol!

Dêem uma olhadinha nas maravilhas que as meninas levaram, passem nos respectivos blogs!

Levei este bolo de Beijinho de Côco, uma receita simples e que agrada aqueles que gostam de um bolo fofo e caseiro! Esta receita eu adaptei daquela do Bolo de Laranja de liquidificador num dia em que particularmente estava com muita vontade de comer um bom bolo de côco…ficou uma delícia e foi muito aprovada!

Bolo de Beijinho de Côco Encontro

Esta foto foi tirada pela Iliane, pois eu esqueci de tirar fotos do quitute…a do início do post foi tirada da última vez em que fiz o bolo.

A receita:

Bolo de Beijinho de Côco

xícara medidora=200ml

No liquidificador bata bem (mais ou menos 3 minutos): 1 vidro de leite de Côco (250ml), 3 ovos inteiros, 3/4 xícara de óleo.

Coloque a mistura numa tigela e agregue 2 xícaras de açúcar, 2 xícaras de trigo e 1 colher (sopa) de fermento em pó.  Mexa muito bem e leve para assar em forma de buraco untada com manteiga e enfarinhada. Forno médio até dourar e passar no teste do palito. Após assar espere esfriar e desenforme.

Cobertura: numa panela média coloque 1 colher (sopa) de manteiga, 1 pacote de Côco ralado úmido e adoçado (guarde umas 2 colheres de sopa para decorar) e 1 lata de leite condensado.  Leve ao fogo médio até engrossar.  O ponto é quando começar a desgrudar da panela. Desligue o fogo e aguarde uns 3/5 minutos.

Cubra o bolo já frio e decore com cravos da Índia e Côco ralado.

 

Sorvete de Abacaxi (estilo francês)

18 ago

Gelado de Abacaxi blog

Este final de semana foi a “Saga do Sorvete”, tivemos uma reunião familiar para comemorar 2 aniversários (meu tio e minha irmã), fizemos 3 receitas diferentes, todas super aprovadas!
Desde que ganhei a sorveteira ainda não tinha me aventurado no estilo francês de fazer sorvete. Diz-se Francês pois é feito a partir de uma calda base (custard) que leva leite, creme de leite, açúcar e ovos.  O outro estilo é chamado de Philadelphia (também New Yorker ou American) e não leva gema e não vai ao fogo, basicamente é feito com leite (ou creme ou iogurte) e açúcar, e por isso é mais delicado.  Quer saber mais? Leia aqui.

Este é o de Abacaxi, um sorvete mais encorpado, ao estilo francês, e a receita que fiz é adaptada da receita da sorveteria Blue Mountain, que me foi passada pela minha mãe.  Infelizmente ela copiou no caderno dela e esqueceu de anotar a fonte, só se lembra que era de um artigo sobre sorvetes em que cada sorveteria famosa dava uma receita.

Aprovadíssimo, eu já fiz duas vezes e foi campeão aqui em casa!

Sorvete de Abacaxi

Calda base (custard): 2 ovos caipiras, 500ml creme de leite fresco, 150g açúcar cristal (usei integral) e 250ml leite integral (usei o tipo A, mas não fiz com o longa vida e sim com aquele que fica no balcão refrigerado)

Bata os ovos na batedeira por 2 minutos. Junte o açúcar e bata por mais um minuto até que fique homogêneo.  Acrescente o creme de leite fresco e o leite. Bata até que misture bem.  Leve ao fogo médio/baixo até que a mistura esteja encorpada, sem ferver.  O ponto é aquele em que ao mergulhar a colher de pau ou espátula na calda as costas da colher devem sair cobertas.  Espere amornar e leve para gelar (geladeira). Rende 1 litro de calda base.

Purê de frutas: bati um abacaxi maduro no liquidificador (sem casca – reserve duas fatias) com 3 colheres de (sopa) de açúcar cristal e um dedinho de água. Levei à geladeira sem coar por 1 hora.  Coei o suco que ficou no fundo do recipiente e misturei com 600ml de calda base (custard). Reservei o que sobrou quando coei este suco.

Esta mistura foi para a sorveteira.  Quando estava quase no ponto eu coloquei 300ml do purê da fruta que sobrou e deixei dar o ponto de sorvete.  Coloquei num recipiente próprio para sorvete e juntei pedacinhos das duas fatias de abacaxi que estavam reservadas.  Deixe pelo menos 1 hora no freezer para endurecer e sirva.