Arquivo | Livros RSS feed for this section

Chips de Inhame

28 jul

Jul2009 009

Outro dia estava lendo um artigo sobre receitas com Inhame e me lembrei deste prato.  Quem nos ensinou a fazer o Chips de Inhame foi a Sonia Hirsh, e desde então lá em casa era presença certa toda semana. 

Meus pais sempre se preocuparam muito com nossa alimentação, na infância e adolescência muitas vezes foi difícil entender o por que não havia muita fritura, carne vermelha e doces abundantes em casa.  A casa dos amigos era um paraíso para nosso paladar adolescente…pobres de nós…agora é que entedemos…arroz integral com gersal, fala sério! Cada cara feia e nariz torcido…rúcula, agrião, espinafre, taioba, para que tanto verde?  Uma saladinha de alface e tomate não basta??? Já é suficiente, vai, mãe…!

Esta forma de comer o Inhame agrada a todos, sem distinção, desde o pequeno que está naquela fase seletiva e só quer “porcarias” até o adulto mais preocupado com a saúde.  Muito mais saboroso do que o chips de batata.  Não acredita? Então faça e depois me conte!

Sugestão: faça para o almoço, jantar, lanche da criançada, até como aperitivo ou num dia de jogo, se não contar ninguém vai desconfiar que é Inhame!

Receita: é muito fácil, para essa quantidade da foto eu usei 1 1/2 inhames…rende bem!  Descasquei e depois cortei bem fininho em chips com um cortador/mandolina.  Deixei de molho em água para sair a baba e sequei num pano de prato. Fritei em óleo até dourar. Salgar só na hora de servir, ok?

Ao comer Inhame você estará se protegendo contra muitos males, peço licença a minha amiga Sonia Hirsh e transcrevo aqui um trecho do livro “Boca Feliz & Inhame, Inhame”:

O INHAME LIMPA O SANGUE
É um dos alimentos medicinais mais eficientes que se conhece: faz muitas impurezas do sangue saírem através da pele, dos rins, dos intestinos. No começo do século já se usava elixir de inhame para tratar sífilis.
FORTALECE O SISTEMA IMUNOLÓGICO
Os médicos orientais recomendam comer inhame para fortificar os gânglios linfáticos, que são os postos avançados de defesa do sistema imunológico. Curioso que a forma do inhame seja tão semelhante à dos gânglios…
EVITA MALÁRIA, DENGUE, FEBRE AMARELA
A presença do inhame no sangue permite uma reação imediata à invasão do mosquito, neutralizando o agente causador da doença antes que ele se espalhe pelo corpo. Aldeias inteiras morreram de malária depois que as roças de inhame foram substituídas por outros plantios.
É MAIS PODEROSO QUE A BATATA
E tem a vantagem de ser nativo, enquanto a semente da batata é importada. Inhame dá com fartura em qualquer lugar úmido. Em vez de apodrecer na cesta, como a batata, ele brota e produz mais inhames. Nas mulheres aumenta a fertilidade porque contém fitoestrógenos, hormônios vegetais, importantes na menopausa e após.
MEDICINAL É O PEQUENO, CABELUDO
Marronzinho por fora, com a pele variando de roxo a branco. Existem ainda o inhame do norte e o cará, maiores e mais lisos, que são muito bons para comer mas não têm o mesmo poder curativo do inhaminho (também chamado de inhame chinês).
A FOLHA PARECE COM A TAIOBA
É da mesma família; ao contrário do que se pensa, a folha do inhame também serve para comer, cozida ou refogada. Às vezes pica muito, como a taioba.
EMPLASTRO DE INHAME PUXA TUDO:
furúnculos, quistos sebáceos, unhas encravadas, verrugas, espinhas insistentes, farpas ou cacos de vidro que entram nas mãos ou nos pés. Desinflama cicatrizes, elimina o sangue pisado de contusões, abcessos e tumores. Pode ser usado imediatamente após fraturas ou queimaduras para evitar inchaço e dor, e também em processos inflamatórios de hemorróidas, apendicites, artrites, reumatismos, sinusites, pleurisias, nevralgias, neurites, eczemas. Em caso de tumor no seio ou em outros lugares junto à pele é ótimo usar o emplastro de inhame durante uma semana antes de operar, pois ele vai aumentar esse tumor atraindo toda substância semelhante que houver no interior do corpo e evitar outros tumores. Serve ainda para baixar febres.
OS OUTROS NOMES DO INHAME
Em latim, infelizmente, é colocasia esculenta. Na África e na América do Norte se chama taro, na América Central é ñame ou otoe, na França é igname, na Índia albi, no Japão sato-imo, no Caribe malanga ou yautia. E cará, em inglês, é yam.
COMA E AME!

Va lá no www.correcotia.com e descubra mais como melhorar sua vida através da alimentação!

Anúncios

Sopa de Romã

15 jun

Sopa de Romã

Como toda pessoa curiosa e apreciadora da gastronomia eu não resisto a um aroma ou sabor diferente, cheiros me encantam e várias vezes já me senti compelida a bater numa porta ou entrar num restaurante só pelo perfume que exalava do local.  As especiarias em especial me fascinam e não consigo só pegar, tenho que tocar, muitas vezes até não resisto a colocar um pedacinho de canela ou cravo na boca para sentir o gostinho.  Moramos numa casa que tinha um pé de canela e o cheiro da folha era uma coisa maravilhosa, eu não conseguia passar perto sem amassar um pedacinho para sentir…coitada da plantinha…!

As comidas que levam especiarias também tem um lugar especial na minha lista de preferidas, e logo que li sobre esse livro Sopa de Romã não sosseguei enquanto não comprei.  Demos de presente para minha mãe no último dia das Mães e não poderíamos ter escolhido melhor, ela amou!!!! Disse que não conseguia parar de ler, sabe aqueles livros que a gente lê de uma vez, numa sentada?  Ela me mandou um torpedo no celular dizendo que o perfume do cardamomo que emanava das páginas tinha a enfeitiçado.Bom, só isso já me deu coceira e assim que ela me passou o livro para que eu lesse me atirei na leitura.  A história é muito bonita, permeada de romance e emoção, mas realmente o jeito que a autora poeticamente narra a feitura dos pratos no Café Babilônia me levou à pequenina cidade de Ballinacroagh, na Irlanda, querendo desesperadamente mordiscar umas Orelhas de Elefante e experimentar a deliciosa Sopa de Romã. 

O melhor de tudo é que no início de cada capítulo há uma receita que se relaciona com aquele pedacinho da história e se não fosse uma pequena indisposição minha (que me faz estar de dieta há alguns dias) já tinha feito quase todas as receitas do livro.  Preparem-se, assim que melhorar eu vou começar a provar.  Algumas receitas pedem ingredientes diferentes e não muito fáceis de achar, mas a maioria dá para fazer.  Ainda estou pensando onde vou achar Pasta de Romã por aqui…ai,ai,ai…A tradução do romance é da Nina Horta, que dispensa apresentações, e a editora é a Jaboticaba.

Um achado maravilhoso!!!!

19 fev

great cakes1

Um despretencioso passeio na FNAC me rendeu este maravilhoso livro: Great Cakes, da Carole Walter.  Tenho  uma loucura por livros, especialmente de gastronomia…rsrsrs…e achei esta belezinha assim por acaso, folheando literalmente todos os livros da estante…mais de uma hora passeando pelas fotos e receitas.  Nem gosto….rsrs.

Receitas simples e as que provei ate agora deliciosas! E as dicas sobre como fazer bolos, decorar, medidas, enfim, tudo para seus bolos sairem perfeitos e serem um sucesso!A autora tem um jeito bem gostoso de escrever, grande experiência na arte de confeitaria,  e ministra aulas, workshops, alem de ser consultora.  Do tipo  professora mão na massa, tem 30 anos de estrada!

Let’s bake!  

Penne al Cavolfiore e Panna

17 fev

                                                     penne-al-cavolfiore-e-panna.jpg

Sou fã de macarrão e para melhorar o cenário meu marido faz um coro maravilhoso quando faço pasta em casa…aí é correr para o abraço! Há alguns anos comprei o livro A autêntica cozinha Italiana, de Giuliano Hazan, depois de muito namorar o que minha mãe tem e tomar vergonha na cara, já que não tinha cabimento levar o dela emprestado e esquecer lá na estante de casa… Esta receita é bem simples, os ingredientes são simples e baratos, mas o segredo é além dos produtos de boa qualidade (desculpem mas só uso Barilla, não consegui acertar o paladar com outra marca…) e procedência (couve-flor e tomate), a combinação dos sabores fica divina!    Ontem à noite resolvi fazer e foi batata, o brilho nos olhos do marido foi digno de uma foto, pena que não deu tempo de pegar a câmera…nem para fotografar o prato!   


                      penne-al-cavolfiore-e-panna-ingredientes.jpg
       Penne preparo

Clique nas imagens para ampliar e ver a receita!

“ENFIM UMA COISA LEGAL QUE DÁ BARATO: COMIDA”

9 fev

Essa frase é ótima e infelizmente não é minha.  Aos que gostam de comer bem e estão preocupados com a saúde física e mental, dêem uma olhadinha no que Sonia Hirsch tem a dizer, e não é pouca coisa, hein! 

Conheci a Sonia há um tempão quando ela ficou alguns dias em casa para ministrar um curso sobre alimentação natural na cidade onde morávamos.  Eu ainda não tinha muita noção do que era a tal alimentação natural, mesmo que em casa meus pais já tentassem praticá-la conosco.  Tentavam porque éramos adolescentes e não estávamos com muita vontade de evitar carne, açúcar, refrigerantes, farinhas brancas, enfim…queríamos era justamente o contrário, e qual adolescente é diferente?  Depois a gente aprende…. 

Então a Sonia chegou e tinha uma fala mansa, um jeitinho muito particular de ser e era difícil imaginar que tinha tanto para ensinar, ela é mignon, parece uma menina, e nos conquistou.

De lá para cá seus livros têm visitado nossa casa, alguns são mais especiais por razões pessoais (Só para mulheres Boca Feliz & Inhame Inhame , Prato Feito e Mamãe eu quero) mas todos são muito interessantes e de leitura cativante, difícil de parar no meio. 

Desses tantos ela nos presenteou com alguns, e mais recentemente com o Mamãe eu quero por ocasião do nascimento da Isabela e Gabriel (sobrinha e filhote queridos), e ai se não fosse o livro da Sonia.  Li avidamente tudo e reli não sei quantas vezes, muitas dicas e receitas foram assimiladas e graças a elas as crianças começaram a vida com uma alimentação muito saudável, fora o leite materno.

Tenho que confessar que ainda tenho muito da adolescente de tempos atrás (nem tanto tempo, vai!), gosto de açúcar, chocolate, manteiga, café, comidas bem temperadas e cremes mil, mas o refrigerante ficou na lembrança (viva eu!!!).  Estravagâncias de vez em quando tudo bem…  Muita coisa boa a gente aprende a usar e depois que usa fica fã, sem fanatismo ou chatice, é que realmente faz bem e funciona.

Dá uma olhadinha,  você vai gostar. 

       livros Sonia Hirsch

Broto, forno e fogão

4 fev

A vontade de aprender a mexer na cozinha como minha mãe e avó era tão grande que logo a curiosidade deu lugar ao meu primeiro livro de receitas: Broto, forno e Fogão – Receitas para meninas (CORDEIRO, Bellah Leite), Livros Irradiantes S.A.  Imagine só, ganhar um livro de receitas aos 7 anos… A dedicatória diz para eu “brincar” de verdade na cozinha…   Meus pais realmente entenderam que a brincadeira seria muito boa, não deu mais vontade de parar. 
As receitas são bem simples, enredadas por uma história de uma menina que passa as férias em casa, uma chuva chata atrapalhando as brincadeiras e nada para fazer… Daí você já pode imaginar o que acontece: aulas de culinária para preencher o dia.  Vale a pena presentear os pequenos e fazer com eles as receitinhas, além do que são muito gostosas!  Tem um espaço para as próprias anotações e é lógico eu não perdi tempo, inventei uma sobremesa com iogurte, mexerica e maçã…hummmmm!

                    Broto, forno e fogão