Arquivo | Para pensar RSS feed for this section

Farofa de Içá, Bitú ou Tanajura…aceita?

27 nov

DSC07206

Meu pai me liga para perguntar se queríamos ver como se faz farofa de Bitú, ou Içá ou Tanajura. “Como assim”, pergunto?  “Elas estão caindo do céu por aqui e já catamos uma boa quantidade para fazer a farofa!" disse ele.

Dava para resistir? Eu só tinha ouvido histórias contadas por ele mesmo que quando menino na cidade do interior do Rio de Janeiro, muitas pessoas pagavam às crianças para catar as formigas aladas para fazer a farofa.  Não hesitei, catei a criançada e marido, máquina fotográfica e fomos aprender sobre essa tradição do Vale do Paraíba.

DSC07210

As formigas saem para começar novos formigueiros, numa louca revoada entre outubro e novembro, lotando o ar e deixando os que gostam da iguaria com água na boca.

Em algumas cidades o preço do litro do içá chega a R$20,00.  E na cidade de  Silveiras, a pouco mais de 200k de São Paulo, o produtor rural e empresário Ocílio José Ferraz, da Fazenda do Tropeiro, compra toda a quantidade que lhe é oferecida, congela e usa durante o ano todo. Dizem que o içá é antibiótico, natural e afrodisíaco…

A tradição veio dos índios que comiam na farofa “os frutos que caiam do céu”. Elas voam desesperadas a caça de um local para iniciar nova colônia e como já estão fecundadas, diz-se que a farofa tem alto teor de proteína. Como são cortadeiras há quem diga que é um controle ecológico.

Enterram-se no chão para começar o formigueiro. Vejam esses buracos com terra fofa ao lado…

DSC07226

Tomamos um susto ao ver as tanajuras aladas, são enormes! E tem um ferrão que dá medo…dizem que a picada dói mesmo!

DSC07209

Limpa-se as asas, pernas e ferrão, deixando só o abdômen da formiga. Meu filho ajudou os avós a realizar a tarefa…quase levou uma picada! Confesso que é assustador ver aquelas formigas todas agoniadas…parecem saber o que lhes espera..

DSC07214DSC07219

Minha mãe fez a farofa do jeito que está acostumada a fazer farofa…

Farofa de içá

içás limpas (ou seja, só o abdômen, sem o ferrão, asas e pernas)

uma colher (sopa) de azeite

uma pelota de manteiga com sal

sal à gosto

alho espremido

farinha de mandioca flocada

DSC07228 DSC07230

Colocam-se as içás numa panela, em fogo baixo, até que comecem a torrar. Elas vão inchar um pouco.  Assim que começarem a torrar, junte o azeite, a manteiga e o alho. Alho torradinho, acrescenta-se a farinha de mandioca e deixe pegar um pouco de gosto. Corrija o sal, coloque salsinha e pimenta (opcional) e aprecie.

DSC07232

A pergunta que não quer calar…se gostei??? Confesso que ainda não foi desta vez que provei…não consegui. Preciso interiorizar um pouco mais a ideia…Mas meus pais comeram e gostaram. Tem gente que acha que parece pipoca, outros dizem parecer aquele camarão pequenino…Experimenta e depois me conta!

A razão do meu sumiço…

1 jul

DSC04616

Cinco dias depois do meu último post por aqui minha pequena nasceu, super querida, esperada e programada!
Difícil descrever a emoção de ver aqueles olhinhos cor de jabuticaba olhando para mim…não é a primeira vez, já que tenho um príncipe que semana que vem fará seis anos, mas cada experiência é única e essa foi para lá de especial.

Não consegui postar nada durante os três primeiros meses dela, além do nascimento e cuidados com um bebê, tivemos que nos ajustar a uma nova casa, cidade e estado! Os cuidados com o maior também, já que além de mudar de casa, escola e cidade, ele recebeu uma irmã, e vai entender o que isso significa. Beijos e abraços a todo momento, mas e a atenção dos pais e por que não dizer, do resto do mundo, que só quer saber daquele bebezinho que chegou!

Graças a Deus estamos super bem, nos adaptando as mudanças várias que ocorreram e aprendendo a conviver com as novidades.

Estamos morando em casa, até que enfim, depois de ter vivido e crescido numa casa grande a vida inteira, tive que morar em “apertamento” até abril…e agora temos espaço, o pequeno pode pular e correr e temos uma horta! Depois coloco fotos!

Enfim, estamos muito felizes, só para terem uma idéia… minha vista da janela da cozinha…

DSC04606

Até breve! Tenho várias receitas para postar, inclusive com cítricos, que estão no auge da delícia e beleza!

Lembrancinha de Chá de Bebê com carinho e sem pesar no bolso!

25 mar

DSC04019

Pois é, está quase na hora da princesa nascer e minhas postagens já estão super escassas…depois de um tempo voltará tudo ao normal, prometo!

Amigos são um dos maiores tesouros que podemos ter, feliz de quem pode contar com seus amigos e chamar o outro assim, lá do fundo do coração.

Adoro meus amigos e ultimamente minhas amigas têm me paparicado bastante, uma delícia! Ganhamos tantas coisas lindas, outras emprestadas, abraços, beijos e carinhos, tem coisa melhor?

Hoje algumas amigas resolveram fazer um Chá de Bebê para minha pequena que vai chegar e eu não quero ir de mãos abanando…decidi fazer então uma lembrancinha para adoçar mais ainda a vida delas!

E aí pensei em aproveitar algumas coisas que já tinha em casa.  Vamos combinar que quando um bebê chega os gastos são grandes, mesmo com ajuda dos amigos e família sempre temos que comprar muitas coisas. Então peguei umas forminhas de PVC que tinha há tempos (daquelas para colocar docinhos, quindins, etc…) separei as partes de baixo e de cima, desencavei uma fita com motivos de cupcakes e umas margaridas lindinhas daquelas que colocamos docinhos de aniversário/festa dentro (fiz um furo para passar a fita), vejam a foto.

DSC04018

Fiz duas receitas de Cookies de Lavanda (sem o chocolate branco) e embalei num saquinho. Achei que ficou bem legal e com certeza as meninas vão gostar da lembrança!

Dá para fazer um agrado àqueles que merecem e aproveitar o que se tem em casa, é uma eco lembrancinha!

DSC04022

Beijos e até!

Alma em festa

25 ago

063

Ontem chegou pelo correio um pacote mandado pelo Edu, do DCPV, após a participação do Mangia no InterBlog que ele coordena.  Ele já havia me avisado que mandaria um kit DCPV e também que junto vinha um mimo especial. Se estava curiosa, eu???? Imaginem… roendo as unhas!

Marido chegou em casa com o pacote nas mãos e me disse:"Vê, acho que é do moço do blog…”. Corri a abrir e na mesma hora minha alma se encheu de alegria. Quanta delicadeza do Edu e da Dé enviarem um presente assim. Um não, vários: um livro maravilhoso (A Cozinheira e o Guloso, conversas de comer e receitas de fazer), um bilhete muito carinhoso, um CD com as fotos da noite gastronômica e um pacote de lavandas provençais próprias para a cozinha.

Confesso que estava meio tristinha com um acontecimento naquele dia…mas o pacote me deixou tão feliz e de alma lavada que fiquei alguns minutos com um sorriso enorme.

Ele precisava ter mandado algo? Não, mas eles são tão especiais e gentis que fizeram e eu amei! Vou ler o livro com muito carinho e procurar receitas especiais para usar a lavanda.

No mais digo a vocês que a blogosfera tem sorte de ter gente boa assim. E minha alma continua em festa. Obrigada mesmo!

Dia dos namorados todo dia

12 jun

cuore_piccante

Fonte foto: Freedigitalphotos

Quase nos 45 do segundo tempo deu para passar por aqui e desejar a todos uma comemoração especial do dia dos namorados.  Eu particularmente acho que esta data deveria ser comemorada todo dia por aqueles que amam e se importam com a sua outra metade.

Que seja sempre lindo,

que seja sempre cheio de amor e ternura,

que seja sempre verdadeiro,

que seja sempre prazeiroso, e,

que seja sempre quente!

Feliz 2010

6 jan

Na correria das comemorações e viagens (passamos as festas com a família, looooonge de casa…) não tive tempo para chegar perto do computador…saudades de vocês e suas delícias !!!!

Ainda estou colocando “a casa” em dia…mas quero deixar um beijo grande e muita vontade de que neste ano que chega as vontades tornem-se realidade, os projetos saiam do sonho e venham para o mundo, que a alegria e a paz tomem conta e que o amor esteja sempre presente!

photo_10481_20091208

imagem Free Digital Photos

Glazed lemon pound cake e muito amor e paz para 2010

28 dez

Lemon glazed pound cake blog

A semana do Natal foi tão corrida que viajei sem conseguir desejar a vocês um lindo Natal…mas estavam em meus pensamentos apesar da falta de um post para isso…fui para a casa da minha avó e internet discada não dá…simplesmente foi impossível atualizar o blog.

Enfim, a semana foi uma delícia, família reunida, inclusive com a mana que mora na França e os tios todos, muita risada, muita conversa, muitos presentes e aquela comilança!  Nossa senhora da bicicletinha, quanta coisa boa!!! Era muita receita para fazer e pouco tempo…e haja fome para conseguir experimentar tudo!

Espero que vocês tenham tido uma Ceia farta e alegre e que dia 25 tenha sido um dia de paz e recarga de baterias em família! Tem coisa melhor?

Não sei se conseguirei postar novamente até o final do ano, viajaremos mais uma vez, para a casa da família do marido, já que o Natal foi com meus familiares.  E o tempo será curto e com certeza cheio de atividades ao ar livre…e espero com sol para aproveitar a praia!!!

Este ano foi muito especial, aprendi tantas coisas novas com vocês, conheci pessoas maravilhosas, virtualmente e pessoalmente, e senti muito mais vontade de preparar delícias para aqueles que amo. 
O ano que chega vem repleto de esperanças, muitas coisas a realizar e conquistar, mas acima de tudo desejo a nós (também sou filha de Deus…) saúde, amor, serenidade e paz de espírito para viver plenamente cada dia e aproveitar melhor os momentos simples.  Sejamos felizes!

Esta receita é da revista Everyday Food, de maio de 2005, e ficou muito saborosa.  Rendeu um bolo inglês e um em forma de panetone de 500g.

Glazed lemon pound cake

xícara medidora 200ml

*dica da autora: deixe os ingredientes chegarem à temperatura ambiente para melhor resultado.

Massa:

1 xícara manteiga sem sal amolecida

3 xícaras de trigo

3/4 xícara de buttermilk**

zest de 2 limões

1/3 xícara de suco de limão

1 1/2 colheres (chá) de sal

1/2 colher (chá) de fermento em pó

1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio

2 xícaras de açúcar

5 ovos grandes (usei 4)

  • Pré-aqueça o forno a 177ºC com a grade na posição mais baixa.  Unte e enfarinhe 2 formas médias.
  • Misture 3/4 xícara de leite com 1 colher de suco de limão ou vinagre e espere 5 minutos para empregar o buttermilk.
  • Numa tigela misture o buttermilk, o zest e o suco do limão. 
  • Em outra tigela peneire o trigo, sal, fermento e bicarbonato de sódio. Reserve.
  • Com uma batedeira bata a manteiga e o açúcar até que fique cremoso. Junte os ovos, um por vez, batendo após cada adição.
  • Abaixe a velocidade da batedeira e acrescente a mistura de trigo em 3 vezes alternando com o buttermilk e limão, começando e terminando com o trigo.  Não bata muito, só o suficiente para incorporar.
  • Divida a massa em duas formas e leve ao forno para assar até dourar e passar no teste do palito.  Deixe esfriar 15 minutos, desenforme os bolos e deixe esfriar completamente antes de colocar o glacê.

Glacê:

Misture 2 xícaras de açúcar de confeiteiro  com 3 ou 4 colheres (sopa) de suco de limão.  Caso necessário acrescente mais açúcar ou mais suco até que o glacê fique grosso mas ainda líquido.

Cubra a superfície dos bolos com cuidado e salpique lascas de amêndoa.  Espere endurecer para servir.

___________________________________________________________

"Para sonhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre." (Carlos Drummond de Andrade)

Bolo de Banana e Caramelo da Ana Carol

13 nov

Banana Caramel Cake - Ana Carol blog

Uma das coisas que me deixa mais feliz na blogosfera é a troca com outras (os) blogueiras (os) , leitores e curiosos da boa mesa. Tem coisa melhor para quem curte fazer comidas boas e comê-las?

A Ana Carol começou a trocar idéias comigo há um tempo e é uma leitora muito querida.  Infelizmente não a conheço pessoalmente, ela mora em outro estado, mas as figurinhas trocadas estão fazendo sucesso nas bandas de lá.

Desde que postei a receita do Bolo de Banana e Caramelo, sabe aquela que fez a Mari vir até aqui buscar (grávida não passa vontade!)….a Carol disse que fez tanto sucesso na casa dela que já fez o bolo mais de 8 vezes! Gente, não poderia estar mais feliz!  Tô sorrindo!

Sempre que posso procuro ajudar e buscar informações para ilustrar posts ou mesmo tirar dúvidas minhas e dos leitores e isso é que acho bacana. 

Ah, a Ana está ensaiando começar um blog, e eu dou  a maior força! Boa sorte e venha sempre tomar um café ou um sorvete comigo!
Beijos e ótimo final de semana!

 

Não são indispensáveis mas fazem a cabeça… parte I

3 nov

SiliconeZone mat

Tão logo fico sabendo que algum amigo ou amiga está fora do país corro a pensar em algo “de lá de fora” da minha lista gastronômica …desta última vez foi uma prima que mora na Austrália e vinha de férias…pesquisa daqui, compara preço daqui…vale a pena…pedi e ela trouxe alguns itens que há tempos estão na minha wish list.  Este é um deles…
Este tapete anti-aderente, feito de silicone, é uma beleza para assar biscoitos, barrinhas, focaccias (como esta da foto – receita aqui) e outras guloseimas. 
Feito de silicone super resistente ao calor, o tapetinho está disponível em vários tamanhos e possui marcas para que a pessoa possa cortar no diâmetro da forma que tiver.  Nas laterais há a marcação do tamanho em centímetros e inches (medida americana de comprimento) para facilitar a vida. Não precisa ser untado e depois de usado é só lavar com água morna e detergente. Deixar secar e voilá!  Substitui o papel vegetal (parchment paper) e dura anos e anos…

A primeira vez que li sobre esse acessório anti-aderente foi num blog de culinária americano e a dona do blog dizia que não trocava o tapetinho dela por nada desse mundo, que já tinha há anos e os cookies assados ali ficavam perfeitos.  Com o tempo fui prestando mais atenção e vários blogs de diversas nacionalidades trazem posts com o anti-aderente.  Procurei aqui no Brasil, achei sim, mas o preço não é bolinho….então pedi e saiu por menos da metade do valor cobrado nestas bandas de cá…

Só para vocês terem idéia, o primeiro que vi era feito na França e é o mais caro.  Mas há outras marcas disponíveis e o meu é americano mas comprado na Austrália.  Nesta loja há alguns modelos para vocês terem uma idéia da variedade (não é propaganda, viu?).

O que achei legal é que é reutilizável, anti-aderente, aguenta temperaturas que vão de –50º a 482ºC….e nas receitas que usei deu super certo!

Um senão foi uma receita de pão: o pão ficou lindo, mas de alguma forma a parte de baixo não ficou crocante…vou ter que testar novamente.

Não é indispensável mas se der para ter vale a pena, ok? Não estou de forma alguma fazendo apologia ao consumismo desenfreado…só dando uma dica que acho bem legal! Happy baking!

 

Chips de Inhame

28 jul

Jul2009 009

Outro dia estava lendo um artigo sobre receitas com Inhame e me lembrei deste prato.  Quem nos ensinou a fazer o Chips de Inhame foi a Sonia Hirsh, e desde então lá em casa era presença certa toda semana. 

Meus pais sempre se preocuparam muito com nossa alimentação, na infância e adolescência muitas vezes foi difícil entender o por que não havia muita fritura, carne vermelha e doces abundantes em casa.  A casa dos amigos era um paraíso para nosso paladar adolescente…pobres de nós…agora é que entedemos…arroz integral com gersal, fala sério! Cada cara feia e nariz torcido…rúcula, agrião, espinafre, taioba, para que tanto verde?  Uma saladinha de alface e tomate não basta??? Já é suficiente, vai, mãe…!

Esta forma de comer o Inhame agrada a todos, sem distinção, desde o pequeno que está naquela fase seletiva e só quer “porcarias” até o adulto mais preocupado com a saúde.  Muito mais saboroso do que o chips de batata.  Não acredita? Então faça e depois me conte!

Sugestão: faça para o almoço, jantar, lanche da criançada, até como aperitivo ou num dia de jogo, se não contar ninguém vai desconfiar que é Inhame!

Receita: é muito fácil, para essa quantidade da foto eu usei 1 1/2 inhames…rende bem!  Descasquei e depois cortei bem fininho em chips com um cortador/mandolina.  Deixei de molho em água para sair a baba e sequei num pano de prato. Fritei em óleo até dourar. Salgar só na hora de servir, ok?

Ao comer Inhame você estará se protegendo contra muitos males, peço licença a minha amiga Sonia Hirsh e transcrevo aqui um trecho do livro “Boca Feliz & Inhame, Inhame”:

O INHAME LIMPA O SANGUE
É um dos alimentos medicinais mais eficientes que se conhece: faz muitas impurezas do sangue saírem através da pele, dos rins, dos intestinos. No começo do século já se usava elixir de inhame para tratar sífilis.
FORTALECE O SISTEMA IMUNOLÓGICO
Os médicos orientais recomendam comer inhame para fortificar os gânglios linfáticos, que são os postos avançados de defesa do sistema imunológico. Curioso que a forma do inhame seja tão semelhante à dos gânglios…
EVITA MALÁRIA, DENGUE, FEBRE AMARELA
A presença do inhame no sangue permite uma reação imediata à invasão do mosquito, neutralizando o agente causador da doença antes que ele se espalhe pelo corpo. Aldeias inteiras morreram de malária depois que as roças de inhame foram substituídas por outros plantios.
É MAIS PODEROSO QUE A BATATA
E tem a vantagem de ser nativo, enquanto a semente da batata é importada. Inhame dá com fartura em qualquer lugar úmido. Em vez de apodrecer na cesta, como a batata, ele brota e produz mais inhames. Nas mulheres aumenta a fertilidade porque contém fitoestrógenos, hormônios vegetais, importantes na menopausa e após.
MEDICINAL É O PEQUENO, CABELUDO
Marronzinho por fora, com a pele variando de roxo a branco. Existem ainda o inhame do norte e o cará, maiores e mais lisos, que são muito bons para comer mas não têm o mesmo poder curativo do inhaminho (também chamado de inhame chinês).
A FOLHA PARECE COM A TAIOBA
É da mesma família; ao contrário do que se pensa, a folha do inhame também serve para comer, cozida ou refogada. Às vezes pica muito, como a taioba.
EMPLASTRO DE INHAME PUXA TUDO:
furúnculos, quistos sebáceos, unhas encravadas, verrugas, espinhas insistentes, farpas ou cacos de vidro que entram nas mãos ou nos pés. Desinflama cicatrizes, elimina o sangue pisado de contusões, abcessos e tumores. Pode ser usado imediatamente após fraturas ou queimaduras para evitar inchaço e dor, e também em processos inflamatórios de hemorróidas, apendicites, artrites, reumatismos, sinusites, pleurisias, nevralgias, neurites, eczemas. Em caso de tumor no seio ou em outros lugares junto à pele é ótimo usar o emplastro de inhame durante uma semana antes de operar, pois ele vai aumentar esse tumor atraindo toda substância semelhante que houver no interior do corpo e evitar outros tumores. Serve ainda para baixar febres.
OS OUTROS NOMES DO INHAME
Em latim, infelizmente, é colocasia esculenta. Na África e na América do Norte se chama taro, na América Central é ñame ou otoe, na França é igname, na Índia albi, no Japão sato-imo, no Caribe malanga ou yautia. E cará, em inglês, é yam.
COMA E AME!

Va lá no www.correcotia.com e descubra mais como melhorar sua vida através da alimentação!