Arquivo | dezembro, 2012

Obstkuchen ou uma torta de morango

20 dez

DSC07243

Essa receita de torta é uma delícia e super fácil e rápida, perfeita para aquelas horas que em dá vontade de fazer uma sobremesa ou um agradinho para o lanche mas o tempo é escasso.

Obst é fruta em alemão, a massa é perfeita para levar uma camada de frutas!  Receita de uma amiga alemã da minha mãe. Figurinha fácil aqui em casa e até aqui no blog…mas o que é bom a gente repete e divide, não é?

Os morangos ficam ótimos na cobertura pois são doces e ao mesmo tempo tem um sabor meio ácido…o contraste com a massa é delicioso.

Fiz da última vez numa tarde cinzenta que pedia um colorido lindo desses para alegrar nosso espírito…

DSC07246

Obstkuchen

(xícara medidora 240ml)

(serve tranquilamente 6 pessoas famintas)

Massa:

125g de manteiga sem sal (em temperatura ambiente)

1 xícara de açúcar refinado (ou açúcar cristal passado no liquidificador)

uma pitadinha de sal

1 colher (chá) de fermento para bolo

2 xícaras de farinha de trigo

zest de limão ou laranja (ou uma colher de café de rum)

Num bowl misture muito bem a manteiga com o açúcar até ficar um creme. Acrescente o fermento, trigo e o sal. Por último o zest de limão.

Forre uma forma de fundo falso, fundo e laterais, com a massa e leve ao forno médio até dourar, uns 20 minutos aproximadamente.

Retire do forno e deixe esfriar. Reserve.

Recheio:

2 gemas

1 lata de leite condensado

1 1/2 lata de leite

1 colher (sobremesa) de amido de milho dissolvido no leite

1/2 colher (chá) de essência de baunilha

Leve ao fogo (baixo a médio) numa panela todos os ingredientes já misturados.  Deixe engrossar sem grudar no fundo da panela. Coloque sobre a torta já assada e fria.

Cobertura:

morangos limpos e cortados ao meio na altura

Sobre o recheio da torta arrume os morangos deitados. Sirva imediatamente.

Obs: se quiser faça um creme com suco de 3 laranjas e um pouco de amido de milho, engrossado no fogo. Jogue sobre as frutas já arrumadas na torta. Duram mais e não ficam escuras. Eu prefiro sem.

Anúncios

Pain à l’ancienne

1 dez

DSC07384

Scroll down for English, please

Desta vez consegui me programar para participar do Bread Baking Day #54, um evento criado pela Zorra do blog Kochtopf há pouco mais de  cinco anos e que já tive o prazer de participar algumas vezes. Desta vez quem está fazendo as honras é a Stefanie, do Hefe und Mehr.  O tema que ela escolheu é Overnight , isto é, receitas de pão que crescem durante a noite.

Confesso que não tinha feito muitos pães que necessitam de fermentação durante a noite, foram uns quatro ou cinco, muitas vezes deixei de fazer pois simplesmente sou um pouco desorganizada e deveria ter começado o pão no dia anterior…acabava indo com a receita mais rápida…

Escolhi a receita do Pain à l´ancienne, um pão rústico cujo preparo necessita de fermentação mais longa, tema do evento. Além da fermentação mais demorada para intensificar o sabor do pão, resolvi mudar um pouco a receita e assar o pão na caçarola oval de ferro que ganhei dos meus pais, tipo um Dutch Oven…sonho antigo!

DSC07390

Estou super entusiasmada…o pão é fácil de fazer, confiem em mim, consegui seguir os passos com uma pequena de 1 ano e 8 meses correndo pela casa e precisando de atenção constante! O segredo é seguir a receita (ou quase) e usar o método Dutch Oven se puder para conseguir a casca crocante e o aspecto mais rústico das padarias mais descoladas! Assar o pão dentro da panela de ferro ou similar resolve o grande dilema dos padeiros caseiros, a falta de um forno com temperatura alta e umidade suficiente para assar o pão e ao mesmo tempo deixar a crosta bem crocante como na padaria.

Cuidado com a panela quente, luva para não queimar a mão é super necessária!

Estou tão maravilhada com o resultado! Nem acredito que fiz essas belezas! E o sabor? Uma ajudinha de Santa Isabel …e o resultado são pães lindos, crocantes e deliciosos! Ah, Santa Isabel é a padroeira dos padeiros…

DSC07394    DSC07396

Aqui vai a receita então, do Six top food blog com minhas alterações.  Consegui dois pães com 600g e 700g. Guarde em saco de pano para preservar a crocância.

Pain à l’ancienne

766g de trigo branco (pode ser necessário um pouco mais)

16g sal

12g fermento biológico seco

538 a 680g de água gelada

Modo de fazer:

  1. Coloque o trigo, sal, fermento e 538g de água gelada no bowl da sua batedeira e com as pás misture por 2 minutos. Se a massa parecer seca use mais água gelada ou mais trigo se parecer muito úmida. Eu tive que usar quase toda a água.
  2. Com uma espátula raspe a massa das laterais do bowl e troque para o gancho de massa.
  3. Misture por 5 a 6 minutos ou faça como eu, use a máquina de fazer pão para fazer todo o trabalho, desde o passo 1.  Você pode fazer na mão se preferir…
  4. O ponto é quando ao retirar um pouquinho da massa com as mãos você puxa contra a luz e vê através. Se a massa se partir volte a misturar até que esteja no ponto. A massa dever ser grudenta.
  5. Transfira a massa para um bowl grande untado com óleo e cubra com plástico filme. Leve à geladeira durante a noite. * Eu tive que trocar o bowl no meio do caminho…vi que iria transbordar, então não economize…deixe espaço na geladeira para sua massa!
  6. Na manhã do outro dia vá espiar…estará linda e crescida. A minha quase tinha dobrado de volume, apesar da receita original dizer que isso não aconteceria…só teria crescido um pouco…
  7. Deixe o bowl em temperatura ambiente por 4 a 5 horas. (Deixei quase 6…minha manhã foi agitada!)
  8. A massa deve estar pelo menos o dobro do volume anterior.
  9. Numa superfície enfarinhada coloque sua massa com cuidado. Coloque farinha sob a massa e sobre ela.  Não é para sovar.
  10. Abra a massa com as mãos num retângulo de 20x15cm e corte ao meio.  Deixe a massa relaxar por 5 a 10 minutos.

DSC07375

# Como eu fiz: Coloque sua panela (com a tampa) tipo Dutch Oven no forno e deixe aquecer bem a 280ºC cerca de 1 hora.

    Forme seus pães, eu resolvi fazer pães tipo compridos e mais gordinhos. Com uma gilete fiz cortes na superfície dos pães e coloquei cada um sobre um jogo americano de plástico duro enfarinhado com fubá, seja generosa(o).  Deixei crescer novamente enquanto o forno esquentava, uma hora aproximadamente.  Caçarola de ferro com a tampa dentro do forno, para ficar pelando de quente!

DSC07377

     Com super cuidado coloquei o primeiro pão, deslizando para dentro da panela e depois tampei. Abaixei o forno para 245ºC.  Deixei 20 minutos assando com a tampa e depois a retirei, e mais vinte minutos para dourar o pão.  Com cuidado extremo retirei o pão e coloquei numa grade para esfriar completamente.  

     Recoloquei a panela tampada no forno ainda aceso, deixei uns 10 minutos, pois já estava quente e coloquei o segundo pão. Como o primeiro ficou bem moreno resolvi tirar o segundo pão antes dos 20 minutos finais com a panela já destampada…foram uns 12 minutos sem a tampa para dourar. Deveria ter deixado os vinte…

DSC07385

     Enfim, um ficou um pouco mais claro que o outro. Um foi de presente para meus pais, afinal a caçarola de ferro foi presente deles…nada mais justo que agradá-los com alguns frutos do presente! E o outro está aqui esperando para ser degustado…  O deles já foi inaugurado…no lanche da tarde com manteiga e queijo prato orgânico! Demais de bom! Minha caçarola mineira não deve nada a uma Le Creuset…que um dia ainda terei…serão amigas a dividir o armário das panelas e o forno!

     Então, com esta receita, participo do Bread Baking Day #54, já curiosa para ver as delícias que os amantes de pão do mundo todo assaram para nosso deleite!

xxxxxxxxxxxxxxxxx

DSC07383DSC07389

     I have to say a word or two before writting the recipe in English…

     I haven´t participated in a long time in Bread Baking Day, for some time I have been quiet silent in the blog, even though I did not stop baking at home…after all, we have to eat, don´t we?

     I almost made the last BBD, but my schedule got mixed up and I didn´t post in time…so I really wanted to participate in this one, specially because is hosted by Stefanie (whose blog I really like) and the theme is “Overnight”.

    I got a Dutch Oven from my parents and was really excited to try to bake on it! This was the perfect time! The recipe is wonderful, very tasty and if you have time and are an organized person you´ll do great! I did it with a 20 months old holding my legs and running around the house, so you´ll be fine! Trust me!

DSC07393

    The recipe is from Six Top Food blog and I gave it a twist to fill my needs and taste.

Pain à l’ancienne

Ingredients

  • 765g Bread flour 
  • 16g  Salt 
  • 12g Instant yeast
  • 538 to 680g Ice cold water

Procedure

  1. Combine the flour, salt, yeast and 538g of water in your mixer bowl and using the paddle, mix for 2 minutes. Use the extra water if the dough seems to dry and extra flour if it’s too wet. I used almost all the water.
  2. Scrap the roughly mixed dough off the paddle and switch to a dough hook.
  3. Mix for 5 to 6 minutes until the dough passes the window pane test. This means taking a small amount of dough, rolling it in your hands and stretching it out so you can see through it. If it tears, get back to work. The dough should be sticky.
  4. Or use your bread machine to mix the dough…like I did!
  5. Transfer the dough to an oiled bowl, cover with plastic wrap and refrigerate overnight. * I had to switch bowls…at the middle of the night I went to take a peek and sensed the dough would mess my fridge…so don´t be cheap, use a biggg one.
  6. Early the next day take a peek. My dough was beautiful, almost doubled.
  7. Leave the dough in the bowl out at room temperature for 4 to 5 hours. I left mine almost 6h…hettic morning!
  8. The dough should have risen at least twice.
  9. Pour about 1/2 cup of flour on the counter to gently place the dough on. Don’t play with it too much! Sprinkle flour on it as well as under.
  10. Stretch the dough to about 8″ x 6″ and cut in half width-wise. Let the dough relax for 5 to 10 minutes.
  11. Place the Dutch Oven (lid on) in the oven and let it get really hot, 500F, about 1 hour.
  12. Shape your breads, I decided to go with shubby ones. Made cuts with a razor and placed each one (2 in total) in a plastic placemat with cornflour under the loaves. Be generous or they will stick to the placemat!
  13. I let them proof while the oven was getting very hot, about one hour. 
  14. Extra careful put the first loaf inside the Dutch Oven, try to slide it gently.  Place the lid on and decrease the temperature to 475F. Bake for 20 minutes, remove the lid and leave 20 minutes more to give the golden brow to the crust. 
  15. Again, use the mitts and remove the bread from the oven. Let it cool in a rack.
  16. To bake the second loaf, put the Dutch Oven in the oven again, lid on, wait 10 minutes and then put the other loaf.
  17. The first one got really browned so I decided to cut the last 8 minutes of baking, lid off. Should have left the entire time…oh well…

DSC07380

    Beautiful, tasty and so much fun to make! It´s so worth it! Happy baking!

    Yielded 2 loaves, 600g and 700g each.

    Store in cloth bag to preserve the cruch.

DSC07385