Archive | abril, 2007

Salada verde com caqui, nozes e parmesão

27 abr

caqui e nozes

Adorei a idéia do blog Colher de Tacho e sempre que vem o e-mail da Valentina com o novo Rei da Quinzena fico pensando no que fazer para participar.  Devo confessar que de cara quando li qual seria o novo rei, o Caqui, pensei nessa salada que tanto gosto e acho muito saborosa.

Mais uma vez não é nada chique, complicada ou cheia de salamaleques, e por isso tão apreciada por mim.  Fácil e rápida de fazer,  dá um toque diferente na refeição e agrada aos olhos também pelo colorido.Espero que gostem!
Faça uma salada com verdes, usei rúcula e alface crespa pois era o que tinha em casa, arrume numa saladeira e por cima disponha gomos de caqui, usei o Fuyu porque acho que é mais crocante e fica interessante na hora de mastigar.  Joque pedacinhos de Pecans e lascas de parmesão.  Tempere com azeite, sal e um pouquinho de limão e está pronta a salada! Fica ótima com um grelhado!  Bom apetit!

Bolo de Trigo Integral e Mel (Whole wheat honey cake)

27 abr

btim

Folheando meu maravilhoso livro Great Cakes fico com água na boca em quase todas as receitas, é tão difícil escolher qual fazer primeiro!!! Esta me chamou a atenção por causa do mel, ingrediente que amo tanto e a combinação com a noz moscada.  Até pensei em acrescentar Pecans, mas não lembrei na  hora de colocar no forno e vai ficar para próxima vez! Fica uma delícia, não é muito doce e vai bem em qualquer hora do dia ou da noite! Fora o perfume que deixa no ar.

Bolo de Trigo Integral e Mel (Whole wheat honey cake)  

Massa: 1 ¼ xíc. farinha branca peneirada; 1 ½ colher (chá) de fermento em pó; ½ colher (chá) de bicarbonato de sódio; ½ colher (chá) de sal; ¼ colher (chá) de noz moscada ralada; 1 xíc. de trigo integral (preferentemente moída em moinho de pedra); ½ xíc. de manteiga sem sal; 1 colher (chá) de casca de laranja ralada; 1 xíc. mel; 2 ovos grandes e ½  xíc. de suco de laranja 

Observação:estava com muita vontade de comer este bolo mas não tinha trigo integral então substitui por farinha de centeio.  Ficou super fofo e gostoso! 

Cobertura de mel: 2 colheres (sopa) de manteiga sem sal em temperatura ambiente e 1 colher (sopa) de mel  Pré-aqueça o forno a 350º F (176º C).  Unte e enfarinhe uma forma de buraco de aproximadamente 22 cm de diâmetro.
                                                                                                                                                                                                           Massa: junte o trigo branco, fermento em pó, bicarbonato de sódio, sal e noz moscada e peneire.  Misture a esses ingredientes o trigo integral sem misturar, use um fuet (chicote).  Reserve.Corte a manteiga em pedacinhos pequenos e bata na tigela grande com batedeira elétrica.  Junte a casca de laranja ralada e bata em velocidade baixa.  Aumente a velocidade para médio-alta e bata até ficar um creme liso e claro, aproximadamente de 1 ½ a 2 minutos.Aos poucos junte o mel, batendo um minuto para misturar bem.  Continue batendo por mais 2 minutos, limpando as bordas da tigela com um pão duro ocasionalmente.Acrescente os ovos, um de cada vez em intervalos de um minuto, limpando as bordas da tigela com um pão duro se necessário.Reduza a velocidade da batedeira para baixo.  Misture os ingredientes secos alternando com o suco de laranja, dividindo a mistura de secos em três partes e o suco em duas, começando e acabando com a mistura de farinha.  Misture até incorporar após cada adição.  Limpe as bordas da tigela  e misture por mais 10 segundos.Coloque a massa em uma forma untada e alise com as costas de uma colher. 

Posicione a forma no meio do forno e asse em forno pré-aquecido por 45 a 50 minutos ou até que o bolo esteja resistente ao toque ou comece a soltar dos lados da forma.  Ao testar a massa com um palito este deverá sair limpo.Retire o bolo do forno e deixe esfriar por 20 minutos numa grade.  

hb 

Cobertura: misture o mel com a manteiga amolecida até estar homogêneo.  Depois dos 20 minutos desenforme o bolo na grade e imediatamente pincele a cobertura sobre o bolo ainda quente, usando um pincel macio e deixe esfriar completamente em temperatura ambiente.  Quando estiver totalmente frio remova o bolo para um prato de servir.  Sobrou um pouco da cobertura pois não quis usar tudo no bolo, nem todos aqui gostam de manteiga, então usei esta manhã para passar no pão e ficou muuuuuuito bom! É a Honey Butter! 

Armazenagem: deixe em temperatura ambiente sob uma cúpula de vidro ou num local hermeticamente fechado por até 7 dias.

Diferentes e práticos

26 abr

drop stop Drop stop – para não pingar vinho na toalha na hora de servir, funciona mesmo!!!!  (drinkstuff.com

ice kabobs  Que fofuras de forminhas de gelo! O suco ou drink fica certamente mais saboroso!  (home temptations)

kids chopsticks Para crianças ou para aqueles que como eu não sabem comer com os pauzinhos…facilita muito, não???? (home temptations)

toothpick holder Tadinhos!!! Para segurar os palitos de dente… pelo menos fica mais original do que aqueles potinhos sem graça. (home temptations

 finger forks Esse é hours councours…para não comer com a mão! Frescura, não???? (home temptations)

Nas minhas buscas pela web vira e mexe acho umas coisas muito interessantes que gostaria de ter em casa, desta vez resolvi dividir com vocês, desde práticas até engraçadas são muito diferentes e certamente fariam meu dia mais feliz! Have fun!

Porque às vezes só de vê-los assim acalma o coração…

26 abr

baby

fonte: earthangel4peace

Torta de carne moída com banana

23 abr

torta banana e carne mo�da

O domingo vinha se aproximando e combinamos um almoço em família, agora mais pertinho, tudo de bom.  Tudo bem, eu levo o prato principal, um arroz e saladinha dá conta do resto.  Fiquei pensando no que levar e me lembrei de uma receita de Torta de Carne Moída com Banana que vi no Comfort Food.  Já tinha feito outro prato com essa combinação que acho deliciosa e resolvi arriscar para ver se o pessoal aprovava.

Gente, que delícia!!! O melhor de tudo foi que a massa eu fiz na máquina de fazer pão (por pura comodidade minha) e ficou ótima! Parece a textura de massa de pão mesmo.  Confesso que fiquei com medo que a massa ficasse meio úmida, melada por causa do molhinho da carne e da água que a banana nanica solta, mas não aconteceu nada disso, deu tudo certo e ficou um must! Tudo de bom!

 A receita original segue abaixo com algumas observações em itálico: 

Torta de carne moída com banana

Massa: 4 xícaras (chá) de farinha de trigo; 1 colher (sopa) de fermento; 1 colher (chá) de sal; 1/2 xícara (chá) de óleo; 2 ovos; 1/2 xícara (chá) de leite; 1 gema para pincelar

Recheio: 2 colheres (sopa) de óleo; 1/2 kg de acém moído; 1 cebola média picada ou ralada;1 maço médio de manjericão picado (usei salsinha como a Claudia); 1 xícara (chá) de molho de tomate; sal a gosto; 4 bananas nanicas cortadas no sentido do comprimento (usei um pouco mais, acho que umas 6); (coloquei, por minha conta, umas mussarelas de búfala picadas e ficaram ótimas)  Eu não adicionei a mussarela pois nem todos gostavam de queijo.

Massa: peneire numa superfície lisa a farinha com o fermento e o sal. Faça uma cavidade no centro e junte o óleo (reserve 2 colheres de chá) e os ovos. Adicione leite aos poucos, misturando até obter uma massa homogênea. Em seguida, sove-a por 5 minutos, embrulhe em filme plástico e deixe descansar por 30 minutos. Fiz na máquina de fazer pão, coloquei tudo na ordem acima, tudo junto e o leite aos poucos, usei a medida toda.  A massa fica com uma textura suave, muito boa mesmo.  Um pouco elástica na hora de abrir, cuidado para não ficarem muito gordas as bordas.  

Recheio: numa panela, aqueça o óleo e frite a carne moída, mexendo de vez em quando, até dourar e não ter mais líquido. Junte a cebola (eu pus um pouquinho de alho também) e refogue. Incorpore o manjericão (no meu caso a salsinha), o molho de tomate e o sal. Cozinhe por 5 minutos, mexendo de vez em quando, até obter um molho bem encorpado. Acerte o sal e retire do fogo. Ligue o forno à temperatura média. Com o óleo reservado, unte uma forma de aro removível de 25 cm de diâmetro e enfarinhe. Abra a massa com um cilindro e forre o fundo e as laterais da forma (use 3/4). Espalhe a carne e, por cima, distribua as bananas (eu ainda coloquei a mussarela de búfala por cima das bananas). Abra o restante da massa e cubra a torta. Pincele com uma gema batida com um pouquinho de água. Leve ao forno pré-aquecido por 30 minutos ou até a torta dourar. Pode servir quente ou fria.Posso garantir que ficou ótima. Servi com uma saladinha verde com pimentão amarelo picadinho e um quiabo refogado. O pessoal aqui em casa aprovou.  Eu levei a torta e minha irmã fez arroz, salada verde e brócolis salteado no alho e azeite.  Ficou uma delícia!!!!

Oatmeal cake with crunchy broiled topping

22 abr

oatmeal cake

Estávamos eu e minha mãe procurando uma receita de bolo para fazer (seria nosso lanche da tarde na casa da minha irmã, que delícia, não???) e logo pensei no livro que tenho sobre bolos e lembrei que só fiz algumas poucas receitas (todas foram um sucesso).  Folheando o rapaz achei esta receita e logo ao lê-la me deu uma vontade “lombricóide” de fazê-la.  Então, mão na massa e o resultado foi um bolo muito gostoso, diferente e ótimo para um café da tarde ou lanche.  Será repetida várias vezes… e a cobertura então? Sobrou um pouco e já estou pensando em colocar em cima de um sorvete…Dilícia! 

A receita original está no livro Great Cakes e abaixo segue a tradução com algumas observações minhas em itálico. 

Oatmeal cake with crunchy broiled topping

Massa: 1 ¼ xíc. água fervente; 1 xíc. de farinha de aveia instantânea (como não tinha usei aveia em flocos finos);1 ½ xíc. de farinha branca peneirada ; 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio; 1 colher (chá) de sal; 1 colher (chá) de canela em pó; ½ colher (chá) de noz moscada ralada; ½ xíc. de manteiga sem sal ; ½ colher (chá) de casca de limão ralada (só a casca sem a parte branca); ¾ xíc. de açúcar cristal; ¾ xíc. de açúcar mascavo; 2 ovos grandes e 1 colher (chá) de extrato de baunilha 

Numa panela média leve a água ao fogo para ferver e assim que tiver levantado fervura junte a aveia.  Deixe cozinhar por 1 minuto, desligue e reserve. Ligue o forno em temperatura média a alta e unte e enfarinhe uma forma de bolo oval (não tenho então usei uma forma de bolo inglês tamanho médio).  Use a grade do meio do forno.Peneire o trigo, bicarbonato de sódio, sal e especiarias.  Reserve.  Corte a manteiga em pequenos pedaços e bata na batedeira elétrica com a casca de limão ralada.  Comece com velocidade baixa e depois vá aumentando até média.  Bata até formar um creme claro, aproximadamente de 1 ½ a 2 minutos.  Acrescente o açúcar, uma colher de cada vez, batendo de 3 a 4 minutos entre cada adição para misturar bem.  Junte o mascavo, uma colher de cada vez, batendo de 3 a 4 minutos entre cada adição.  Se necessário raspe os lados da vasilha com um pão duro.Junte os ovos, um de cada vez com um intervalo de 1 minuto, depois acrescente a aveia já fria e a baunilha.Reduza a velocidade da batedeira para médio-baixa e junte os ingredientes secos de uma só vez, batendo por 30 segundos.Coloque na forma untada e enfarinhada e tome o cuidado de nivelar a massa, com as costas de uma colher (eu costumo dar uma batidinha na forma que também dá certo).Asse no forno pré-aquecido por 40/45 minutos ou até que o bolo esteja resistente ao toque e comece a soltar dos lados da forma.  Remova do forno e deixe repousar por 10 minutos. Achei que a aveia deu uma textura muito interessante ao bolo, ficou super fofinho e molhado.

Cobertura: (rende aproximadamente 2 xíc.) ¾ xíc. de pecans, ½ xíc. de côco ralado ou em flocos (usei já adoçado); 1/3 xíc. de manteiga sem sal; ½ xíc. de açúcar mascavo; 1/3 xíc. de creme de leite (a receita original pede heavy cream, mas aqui no Brasil não há muitas variações do creme de leite, usei de caixinha mesmo) e 1 gema grande.  Leve as pecans e o côco ao processador de alimentos e pulse por 4 a 6 minutos ou até que os pedaços fiquem de tamanho médio, reserve. Eu não fiz assim, piquei as pecans com faca, não queria pedaços muito pequenos e o côco já estava ralado.  Numa panela média derreta a manteiga no fogo baixo e misture o açúcar, creme de leite, gema de ovo (desmanchei antes com um garfo) e a mistura de pecans e côco.  Aqueça ligeiramente, mexendo bem para que fique homogêneo.  Esta mistura pode ser feita anteriormente ao feitio do bolo, mas deverá ser aquecida antes de empregá-la. Jogue a cobertura quente sobre o bolo, espalhando com cuidado para não desmontar o bolo. (Eu acho que fica melhor se o bolo for desenformado, colocado num tabuleiro e recoberto totalmente com a cobertura, não só a parte de cima, fica mais gostoso e dá para usar toda a cobertura, da outra forma sobra um tanto bom. Na foto dá para ver que não fiz assim e só há cobertura em cima, na hora de comer sentimos falta de mais…)Leve novamente o bolo ao forno com a cobertura por 45 a 60 segundos ou até que forme bolhas e fique dourado (a receita fala para grelhar no forno, como meu forno não tem essa função usei a normal, alguns fogões principalmente nos Estados Unidos possuem as 2 possibilidades).  Cuidado para não queimar.

Remova o bolo do forno e deixe esfriar completamente numa grelha.  Corte em quadrados (eu deixei para cortar em fatias de acordo com as porções).

Para guardar: cubra com cuidado com papel alumínio e deixe em temperatura ambiente por até 5 dias. Eu não li esta parte e coloquei na geladeira, não ficou tão bom pois a textura fofinha ficou parecendo de pudim quando gelou.

Gengibre, mel e especiarias…hummm!

19 abr

honey and spice cake 

Não me contentei com a saladinha de gengibre e pepino que fiz usando o ingrediente do Rei da Quinzena do Colher de Tacho e fiquei sonhando com um bolo perfumado com especiarias e mel. Corri para pedir uma dica a minha mãe e irmã, peguei uma receita e toda feliz fui fazer…. Apesar de sempre ter funcionado com elas, o bolo ficou horrível, começou a sair da forma como lava de vulcão, fez uma bagunça no meu forno, a casa ficou toda cheirando queimado, tive que jogar tudo fora… apesar disso continuei com vontade e sonhando com o tal bolo.Não me dei por vencida, corri para a boa e velha internet e descobri algumas receitas que achei interessantes. Ontem fiz esta e adorei!!! Simples, fácil de fazer e o bolo não fica muito grande, o que acho bom pois não olhando para mim com cara de me devore a toda hora (haja calorias…!). Divido com vocês essa delícia!  A receita original está aqui (em inglês) e a traduzida segue abaixo com minhas anotações em itálico.

Honey and Spice Cake

Rendimento: 8 pessoas

Ingredientes:  

75 g mel líquido (usei em temperatura normal); 1 colher (chá) de gengibre em pó (usei ¾ de colher (chá) de gengibre fresco ralado); 1 colher (chá) de canela em pó; ¼ colher (chá) de cravo em pó (moí no moedor de pimenta) ; 1/2 colher (café) de noz moscada ralada (acrescentei por conta própria)  ;  225 g de trigo branco; 75 g açúcar de fundidor (em inglês “caster sugar“) ( eu não tinha e não tive tempo de procurar o que era, então usei 50 g de açúcar mascavo e 50 g de açúcar branco); casca ralada de uma laranja pequena (é só a casca, sem a pele branca); casca ralada de um limão pequeno  (é só a casca, sem a pele branca) ;  110 g de manteiga em temperatura ambiente; 1 ovo grande batido;  1 colher (chá) de bicarbonato de soda; 50 g de casca de cítricos cristalizada (não usei);  3 colheres de sopa de nozes picadas grosseiramente (acrescentei por conta própria)  

Decoração: 8 pedaços de gengibre cristalizado (não usei)

Pré-aqueça o forno a 325°F (170°C). Use uma forma de buraco de 20 cm de diâmetro untada e enfarinhada.

Modo de fazer: Primeiro pese uma xícara ou uma tigela pequena e depois encha de 75 g de mel. Leve a tigela ao banho-maria e cuidadosamente aqueça o mel. Atenção para não ficar muito quente, deve estar somente aquecido. Peneire as especiarias e o trigo numa tigela e acrescente o açúcar e as cascas raladas de laranja e limão. Junte a manteiga em pedaços pequenos e misture suavemente com as pontas dos dedos até que fique com pedaços como pelotinhas. Gentilmente misture o ovo batido usando um garfo grande e depois o mel aquecido. Numa tigela pequena misture o bicarbonato de soda com 3 colheres de água fria até que dissolva bem e agregue à mistura do bolo. Bata bem até que fique homogêneo e a massa fique leve. Ao final misture os cítricos cristalizados e coloque para assar na forma já untada e enfarinhada, use uma colher para que fique bem espalhado na forma. Centralize a forma no forno e deixe por aproximadamente 50 minutos ou até que ao espetar um palito este saia limpo. Deixe esfriar por 10 minutos e depois desenforme em uma grade para esfriar completamente. Enquanto isso prepare a cobertura peneirando o açúcar de confeiteiro numa tigela e acrescente 2 colheres (sopa) de água quente com o suco de limão e misture até que fique numa consistência que cubra finamente as costas de uma colher. Caso necessário coloque mais um pouco de água. Coloque um prato grande em baixo da grade onde se encontra o bolo e cubra o bolo todo, deixando que escorra pelos lados. Decore a parte de cima do bolo com gengibre cristalizado e guarde em recipiente bem tampado.

Esta receita encontra-se no Book of Cakes e Vegetarian Collection de Delia Smith.

Observações: achei que ficaria muito doce a cobertura de limão e açúcar de confeiteiro e não fiz, bem como a decoração de gengibre cristalizado. Deixei o bolo simples e ficou divino, bom para um café da tarde ou um snack.  O bolo não fica muito doce, o que acho bom pois não tira o perfume e o sabor delicioso das especiarias.